3.2.15

[Resenha] Cidade da Meia-Noite :: J. Barton Mitchell

Cidade da Meia-Noite - Saga da Terra conquistada #1
Autora: J. Barton Mitchell
Editora: Jangada
Páginas: 448
Skoob  | Goodreads | Compare e Compre
A Terra é conquistada por uma raça alienígena conhecida como os Confederados. A população adulta da Terra desaparece de vista, sucumbida pela Estática - um poderoso sinal telepático irradiado pelos alienígenas, que reduz as pessoas a um estado de total servidão. Mas existe um grupo imune aos seus efeitos: as crianças e os adolescentes. Enquanto isso, Holt Hawkins, um caçador de recompensas, tem como alvo Mira Toombs, uma astuta caçadora de tesouros com a cabeça a prêmio. Não demora muito para Holt capturar sua presa, mas a forte atração que surge entre os dois não é algo com que ele contasse. A queda de uma nave dos Confederados nas proximidades do lugar onde Holt e Mira estão acampados revela uma surpresa - a única sobrevivente é uma garotinha que não se lembra de mais nada a não ser do próprio nome: Zoey. Logo eles descobrem que todo o exército alienígena está à procura de Zoey. O que ela tem de tão especial? Será que os poderes dessa garota, por mais improvável que isso possa parecer, são a chave para deter os Confederados de uma vez por todas?
A capa desse livro foi, com certeza, o que me chamou atenção, seu tom e arte são incríveis e olha que eu nem gosto de verde mas essa capa me conquistou, depois veio todo o mais que só me provou que as vezes nas melhores capas contém as melhores estórias.

Anos atrás a Terra foi invadida e conquistada, pouco depois da invasão todas as forças resistentes foram neutralizadas pela Estática, todos os adultos prontamente pararam o que estavam fazendo e com os olhos de repente negros caminharam para o inimigo e nunca mais voltaram, deixando o mundo nas mãos dos alienígenas e a resistência para as crianças que quanto mais velhas ficam mais percebem o inevitável... um dia elas também caminharam sem vontade alguma com os olhos tomados pelo preto.

Bem nem todos, afinal Holt Hawkins é Imune, um dos poucos existente, e no que depende dele, sua vida será longa, contudo isso era bem mais fácil quando sua cabeça não estava a prémio e ele podia ser o melhor caçador de recompensas. Porém o Bando agora está atrás dele e nada pode detê-los, a não ser que ele tenha muito dinheiro e ele sabe exatamente como conseguir a grana que livrará sua cabeça, ele só precisa pegar Mira Toombs e levá-la até a Cidade da Meia-Noite.
Ela disse a ele para ser forte e corajoso. Ela disse a ele para ser inteligente, como o pai deles. Ele precisava entender quanto ela estava feliz em saber que Holt levaria dentro dele todas as lembranças da família. E ele precisava, acima de tudo... sobreviver.
Mira não contava com ser pega, muito menos por um caçador de recompensas acompanhado de um cachorro fedido e que insiste em fazê-la pensar que talvez não seja tão ruim ela ter sido sequestrada... Afinal ela tem que se concentrar, tem que pegar o que achou e voltar logo para a Cidade afim consertar seus erros, mas nada perece estar dando certo, principalmente quando seus planos de uma fuga rápida são interrompidos por Confederados caindo do céu. E claro por Holt entrando numa das naves e encontrando uma garotinha que só sabe que seu nome é Zoey e que estão atrás dela. Todos eles.


O livro é narrado em terceira pessoa com o ponto de vista se alternando entre Holt, Mira, Zoey e algumas vezes do ponto de vista dos alienígenas. Toda a estória se passa de forma fluída e não há uma única página sem ação!!! 

J. Barton criou um livro único, me peguei pensando e refletindo e buscando aqui, mas em momento algum encontrei sequer uma única estória que pudesse ser semelhante, o que é fantástico e me fez querer logo a continuação.

Holt é um personagem complexo e completo, ele é um dos poucos que possuem um futuro pela frente e isso o torna solitário, afinal quaisquer laços que ele possa vir a formar não serão duradouros, ele tem que se concentrar em sobreviver e só, mas esse pensamento começa a ser abalado com a chegada de Mira e Zoey, talvez isso que esteja crescendo a cada dia passado ao lado dessas duas não deva ser enterrado. E sem falar de seu pensamento tático e de seu senso de humor, Holt é uma graça.

— Era isso que você estava fazendo, Holt Hawkins? Se escondendo da gente? — o Caveira Amarela perguntou com sarcasmo. 
— Se quer saber a verdade, eu estava tirando um cochilo — respondeu Holt, sustentando o olhar do Caveira Amarela o mais que podia. Ele tinha que distraí-los, mantê-los falando. — É legal ali embaixo, você devia experimentar.

Mira é... Ela é incrível, o tipo de mulher que você deseja ao seu lado em situações de emergência e por algum motivo maluco seu jeito me lembra uma pirata, mas Mira também é complicada e apesar de gostar de seus novos e inusitados companheiros ela tem todo um passado lhe pesando as costas e a Estática cobrindo seus olhos cada dia mais.

Quanto a Zoey, essa garotinha é incrível, madura em tantos sentidos e ingênua em tantos outros... Mas como Holt diz, num mundo destes, as crianças aprendem a ser adultas mais cedo. E há também seus estranhos dons que parecem guiá-los  à problemas e tirá-los destes numa velocidade alucinante.

Poderia me estender mais, porém todo o livro só pode ser descrito como complexo e eu odiaria estragar essas descobertas, J. Barton fez um ótimo trabalho neste seu romance de estréia e acredito que os leitores de distopias como Maze Runner - mas advirto que não há nenhuma semelhança -, sagas como Tempest e Fronteiras do Universo possam gostar muito deste livro e todos aqueles que curtem livros sobre sobrevivência, pessoas sagazes e inteligentes e invasões alienígenas também possam vir a gostar. 

Eu, particularmente, amei e foi o primeiro livro que li sobre invasões alienígenas. Foi muito bem escrito. E ver a relação entre esses três estranhos evoluir... Entrou para meus favoritos. Simples assim.

3 comentários:

  1. Gostei, acho que será o proximo que vou ler. Vou procurar pra comprar @.@ Amei seu blog!!!

    Acabei de criar meu blog, aguardo sua visita ^^
    Estou te seguindo. Kisses ~~

    http://lugarnenhum.tk/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Andri, leia sim, vale super a pena!!! Tem em sites para comprar viu? Bem baratinho.
      Dou uma olhadinha sim, pode deixar.
      Bjs e obrigada!!!

      Excluir
  2. Oii Agatha!
    Amei o post, ainda não li nenhum livro com invasão alienígena, mas esse me chamou bastante atenção, amo livros nesse estilo.

    Beijos, Maah

    http://bloggrascunhosfemininos.blogspot.com/

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo