11.8.15

[Resenha] Brilhantes :: Marcus Sakey

Brilhantes #1
Autora: Marcus Sakey
Editora: Galera Record
Páginas: 476
Skoob  | Goodreads | Compare e Compre
A partir de 1980, um por cento das crianças começou a apresentar sinais de inteligência avançada. Essa parcela da população, chamada de “brilhantes”, é vista com muita desconfiança pelo restante da humanidade, que teme a forma como esse dom será usado. Nick Cooper é um deles, um agente brilhante, treinado para identificar e capturar terroristas superdotados e levá-los para a custódia do governo. Seu último alvo está entre os mais perigosos que já enfrentou, um líder responsável pelo maior ataque terrorista dos últimos tempos e que pretende começar uma guerra civil. Mas para capturá-lo, Cooper precisa se infiltrar em seu mundo e ir contra a tudo o que acredita. Denominado pelo Chicago Sun-Times como o mestre do suspense moderno, Markus Sakey criou um universo ao mesmo tempo perturbador e incrivelmente semelhante ao nosso, onde um dom pode se tornar uma maldição. 
Filhos de militares eram sempre os novos garotos da vizinhança, os estranhos. Sempre tinham que brigar pelo seu lugar. Mas ser um anormal em um mundo que tinha apenas acabado de reconhecer o fenômeno colocou a situação em outro patamar. Parecia que toda vez que Cooper parava em uma escola diferente, um moleque maior queria brincar de Porrada na Aberração.
Está cada vez mais comprovado que a humanidade reage de uma única forma ao diferente: violentamente. Dos anos 80 em diante, uma pequena porcentagem da humanidade começou a nascer com altos níveis de QI, tão altos que possuíam habilidades que as capacitavam a realizarem grandes atos e terem controle sobre muitas situações, elas foram chamadas de Brilhantes e logo no início ninguém se importou muito, o que não impediu artigos de serem escritos e as crianças ridicularizadas e marginalizadas, mas com o aumento de casos - mesmo que ainda fossem 1/100 - as autoridades começaram a se questionar o que aconteceria quando essas crianças crescessem, do que elas seriam capazes de fazer? Essa pergunta culminou nas academias, lugares onde Brilhantes eram enviados após serem testados para que fossem treinados a seguirem seu país e não sua gente.

Pouco depois, dois acontecimentos evidenciaram que medidas mais drásticas tinham que ser tomadas: o primeiro foi a compra de 60 mil quilômetros quadrados por Erik Epstein, um jovem Brilhante que conseguia ver os padrões das bolsas de valores mundias com a mesma facilidade que um pintor enxerga as cores, não só quebrando a bolsa de Nova York como ocasionando o fechamento mundial e quebra da economia; o segundo - e bem mais sério - foi a morte de 73 pessoas por John Smith, um Brilhante terrorista, entre elas, um senador e várias crianças.

Assim nasceu o DAR - Departamento de Análise e Reação -, um departamento do governo com plenos poderes para rastrear e conter ameaças terroristas partidas de super dotados e Nick Cooper faz parte dele assim como parte da população mundial de Brilhantes, por muitos iguais à ele, Nick é um traidor e por muitos normais ele é visto como desconfiança, mas uma coisa é certa: ele só está li pois acredita que essa é a forma certa de se criar um mundo onde Brilhantes e normais coexistiram pacificamente.

Mas um provável e gigante atentado por parte de John Smith coloca Cooper em situações que ele nunca se viu antes e de repente ele começa a questionar muitas coisas e admite para si mesmo que por mais que os meio sejam errados, os motivos dos terroristas Brilhantes são válidos, totalmente, e quando sua filhinha de quatro anos apresenta fortes indicações de não só ser uma anormal, também pertencer ao primeiro escalão o que implicaria em sua ida para uma academia, Nick se vê diante de uma escolha bem difícil: seus ideias ou sua família.




Narrado em terceira pessoa, o livro passa rapidinho e com um clima intenso e tenso e cheio de suspenses e me lembra um pouco aqueles filmes sensacionais de ação onde não conseguimos desgrudar os olhos até o fim pois ele é totalmente incrível e genial.

A realidade do livro é bem interessante e o cenário criado é completamente surpreendente, temos pessoas com poderes, mas que não deixam de ser normais, afinal para mim ser super inteligente não é ser anormal, mas bem sabemos o quanto a humanidade pode reagir negativamente diante o diferente e o quanto somos idealistas, o holocausto está aí para provar não? Assim como a Inquisição.
- Eu não entendo - falou Dickinson. - Você é normal. Por que iria ajudá-la? Bryan fez uma cara de quem mordeu algo podre. - Isso é o mesmo que perguntar por que um branco participaria de uma manifestação com Martin Luther King. Eu ajudo porque é a coisa certa a ser feita. Superdotados são pessoas. São nossos filhos, irmãos e irmãs, vizinhos. Vocês querem rotulá-los, persegui-los e explorá-los. E aqueles que vocês não controlam, vocês matam. Este é o motivo.
E Marcus nos mostrou perfeitamente o quanto isso se aplica a várias questões e mostrou também o quanto as vezes temos que ver os dois lados da moeda, pois tudo é mais fácil de se aceitar quando está acontecendo do outro lado da sua cerca, mas quando a peste chega aqui você entra meio em desespero e se pergunta como matá-la.

Não sei muito bem em que gênero encaixar esse livro e para quem indicar, ele me lembra um pouco aquela série Heroes, e indico para quem gosta de um bom suspense e uma boa ficção científica, que goste de livros onde o certo e o errado estão percorrendo uma linha bem tênue.

- Eu fico todo lacrimoso porque acredito naquilo. Em heroísmo e dever, em sacrifício pela justiça e igualdade. Todas as coisas boas. Foi por isso que eu me tornei um soldado, antes de mais nada.



37 comentários:

  1. Oie!!!
    Nossa, já faz um tempo que este livro esta na minha lista de desejados.
    Fiquei super curiosa desde que vi a capa mas nunca havia lido nenhuma sinopse e posso dizer que agora quero ainda mais esse livro.
    Amo histórias distópicas principalmente com personagens que apesar de tudo é do bem.
    Amei sua resenha.
    ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Ai que bom que você gostou e só ficou mais curiosa para lê-lo!!! Menina aproveita que ele está em promo na Amazon e compra então, super vale a pena!!
      Obrigada e fico muito contente que tenha gostado da minha resenha.
      Bjokas

      Excluir
  2. Oi! Já li algumas resenhas sobre esse livro e cada vez que leio uma nova assim como a sua fico pensando na criatividade do autor, como ele conseguiu criar um mundo tão diferente!
    Esse livro se enquadra no tema distopia:
    As distopias são geralmente caracterizadas pelo totalitarismo, autoritarismo, por opressivo controle da sociedade.
    E já está na minha lista para compra \o/
    Beijo
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mila.
      Eu nem conhecia esse livro até o mochilão da Galera e quando o moço falou sobre o tema eu pensei 'Meu Deus preciso desse livro!", kkkk, espero que goste pois eu juro que ele não deixa a desejar nada para os fãs de ficção.
      BJinhos

      Excluir
  3. Oi Agatha!
    Li uma resenha desse livro essa semana e nenhuma parecida com a sua. Dizer que quem gostou de Heroes vai gostar do livro já me ganhou. Você abordou pontos muito legais do livro e agora eu quero ler mais do que já queria antes!!
    Beijos!

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lu, estava sumida moça!
      Sim, se você gosta de Heroes você vai gostar desse livro, mesmo. Que bom que minha resenha abordou temas que você gostou viu?
      Bjokas

      Excluir
  4. oie como vai?
    então quando vi esse livro fiquei curiosa, li algumas resenhas positivas e tive certeza que iria adorar, e sua resenha fortificou isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Paac.
      Que bom que, mesmo, se eu pudesse faria todos lerem esse livro, kkk, mas eu sei que nem todos gostam do gênero porem se você gosta TEM que ler.
      Bjinhos

      Excluir
  5. Olá! Tudo bem?

    Apesar das criticas positivas do livro, ele não me chamou muito atenção.
    Abraços,
    Ludy
    http://nodivacomaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ludy, estou bem sim e você?
      Então acho que vai de gosto um pouco né?
      Bjs

      Excluir
  6. Oie flor.
    Eu achei essa premissa incrível. Muito top mesmo, bem diferente de tudo que li, e olha que ainda nem li ele kkkkk
    Adore sua resenha, sempre muito bem escrita.
    Quero muito ler o livro

    ResponderExcluir
  7. Olá li uma resenha ontem sobre esta obra e tive absoluta certeza de que adoraria ler o livro. Hoje com sua resenha confirmei uma impressão que tive de que a obra remete as crianças que eram chamadas de gênios ou super dotação e até mesmo crianças índigo e cristal .. parabéns pela resenha e o título esta anotadíssimo para uma leitura assim que possível. bjs
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lunna.
      Fala sim sobre isso e é um tema que eu nunca tinha visto sendo retratado dessa forma, foi uma leitura bem grata e não me arrependo nenhum pouco, espero que goste bastante da obra e que possa lê-la logo!
      Bjs

      Excluir
  8. Olá, tudo bem? Estão falando bastante deste livro por aí, não é? Parece ser muito bom, é uma história interessante, mas é um tipo de livro que por mais que eu "goste", acho que acabaria me arrastando na leitura. Não tenho certeza. Só tendo mesmo para ver, hehe. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mariana.
      Sim menina, se não é um tema que você adore, é meio complicado dizer, mas pare qualquer dia numa livraria e se aventure pelos primeiros capítulos, vai tirar sua dúvida.
      Bjinhos

      Excluir
  9. Olá!
    Acho a premissa desse livo tão incrível que não tem como não querer lê-lo.
    Fico bem curiosa pela leitura e espero lê-lo em breve.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Jess.
      Obrigada e a premissa é demais mesmo, super instigante!
      Bjokas

      Excluir
  10. Eu considero que esse livro tem uma pegada meio distópica. Apesar de não ter acontecido o "fim" do mundo como o conhecemos, acontecem coisas bem diferentes e que geram ondas de revolta e tudo mais. Ainda mistura um pouco de ficção científica, como você disse. Achei bem interessante. Tinha visto o lançamento, mas nenhuma resenha ainda. Vou anotar! :)

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Samy.
      Eu também considero um pouco uma distopia e mesmo que não possa ser colocado no gênero eu acho que ele tem um quê dela sim, e eu amo ficção, ainda mais misturada com esse clima!
      Bjokas

      Excluir
  11. Também lendo e recordei da serie
    o livro parece muito bom,
    e gostei bastante da letra do texto pois não é pequena
    Linda Noite!!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Nanda.
      Também gostei bastante da diagramação e super me recorda a série e agora que eu estou vendo Sence 8, também indico para fãs, pois me recorda bastante também.
      Bjokas

      Excluir
  12. A premissa desse livro lembra muito Heroes, mesmo. E acho ótimo isso, pois é uma forma de refletirmos sobre diversidade. Acho que em tempos de intolerância é bom temos vários primas de diferentes diversidades. Esse é um livro que quero muito ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Agatha, gostei muito da sua resenha.
    Você abordou os aspectos dele lindamente, mas ele não conseguiu chamar minha atenção.
    O tema não é chato, só acho que não estou na fase para ele, quem sabe mais para a frente.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  14. Oi, não sou muito adepta a distopias não, mas se quem gosta de ficção cientifica irá gostar já estou dentro. Sua resenha ficou ótima e espero receber meu exemplar logo pra começar a leitura.

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Ual!! Que resenha otema, já tinha visto o livro, mas não dei atenção e agora lendo a sua resenha eu quero, amo livros nesse gênero. Já foi pra lista
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não conhecia o livro, mas adorei a resenha. E graças a ela estou curiosa para realizar a leitura.
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir
  17. eu tô querendo muito ler Brilhantes, desde que vi o lançamento. é justamente o tipo de leitura que me agrada, e vou tentar comprar na Bienal aqui de PE *-*
    gosto da série Heroes, lembra algo de X-Men tbm... já quero <3

    ResponderExcluir
  18. Oiii!
    Estou louca por esse livro desde que lançou. Parece ser mesmo sensacional, espero ler em breve e não me decepcionar, já que minhas expectativas estão nas alturas devido a resenhas como a sua. Parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Oi, eu não conhecia o livro, mas adorei o que a tua resenha mostrou e fiquei muito afim de ler.
    E essa capa, então é lindíssima! Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro e gostei muito, ele é bem diferente do que eu costumo ler, sabe? Mas conseguiu me agradar muito e acredito que vai agradar muitos outros leitores.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Caraaaa, pq tudo é série??? Eu até queria ler, mas é volume um de uma série ainda incompleta... por favor, parem com essa tortura, editoras!

    ResponderExcluir
  22. Eu estou completamente apaixonada por esse livro, sério! Eu gostei muito do enredo do livro, da forma como a narrativa foi construida e dos personagens. Mal vejo a hora de ler o segundo livro.

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá, ótima resenha. Pelas resenhas que tenho lido de Brilhantes, parece que a história é bem bacana, com certeza lerei se tiver a oportunidade.

    ResponderExcluir
  24. Olá, nossa, esse livro me chamou muita atenção, pela premissa, mas também porque todas as resenhas que li são positivas e instigantes, com certeza quero ler. Bjs

    ResponderExcluir
  25. Oii!

    A minha prima ta enrolando para ler esse livro pois ela não gosta do gênero e eu aqui babando para ler esse livro hahaha
    Amei a resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    Já tinha visto o livro antes, mas não tinha me chamado a atenção.
    No entanto sua resenha me deixou intrigada, irei pesquisar mais sobre ele
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Ai, o povo tá falando desse livro e eu preciso ler!!! Queria ter mais horas disponíveis pra poder conferir tudo. :(

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo