24.9.16

[Cine SB] Crítica: Ligados pelo Amor - Stuck in Love (2014)

Resultado de imagem

Título: Ligados Pelo Amor (Stuck In Love)
Ano: 2014
Diretor: Josh Boone
Roteiro: Josh Boone
Gênero: Comédia / Drama / Romance
Duração: 97 min.
Elenco: Greg Kinnear, Lily Collins, Nat Wolff, Logan Lerman, Jennifer Connelly, Liana Liberato.


Sinopse:

Três anos depois de seu divórcio, o romancista experiente Bill Borgens (interpretado pelo indicado ao Oscar Greg Kinnear) não consegue esquecer o passado e espiona sua ex-mulher, Erica (a atriz ganhadora do Oscar Jennifer Connelly), que trocou o marido por outro homem. Mesmo que sua vizinha e amiga colorida, Tricia (Kristen Bell) tente trazê-lo de volta à ativa, ele permanece cego aos encantos de qualquer um. Enquanto isso, sua filha independente Samantha (Lily Collins) está publicando seu primeiro romance e evitando seu primeiro amor com um romântico incurável (Logan Lerman); e seu filho adolescente, Rusty (Nat Wolff) está tentando encontrar sua voz, tanto como escritor de fantasia quanto como inesperado namorado de uma garota ideal que tem problemas perturbadores e reais. Cada uma dessas situações cresce e elas se transformam em um trio de crises românticas, o que leva os Borgens a surpreendentes revelações sobre como finais viram começos.

Minha opinião:

Dramas sempre chamam minha atenção, ocupam um espaço especial no meu coração. Antes de entrar realmente na minha crítica sobre o filme, gostaria de falar sobre o que eu tenho assistido ultimamente (e
isso pode ser um spoiler para futuras críticas). Já deixo minhas indicações: Histórias de Amor (Liberal Arts), O Verão da Minha Vida (The Way Way Back), O Maravilhoso Agora (The Spetacular Now), Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World) e Adam. Não coloco esses filmes na mesma categoria, mas eles trazem um drama que tem me agradado muito ultimamente. A exclusão social e o romance, inseguranças e incertezas, sem falar do drama familiar (amo).
Todos esses filmes, no entanto, são dramas independentes (os melhores). Costumo a indicar para todo mundo que gosta de chorar feito um bebê (hihihihi). Ligados Pelo Amor tem um nome ruim sim, eu reconheço, mas pode cobrar de mim caso assista e no final, o filme seja tão ruim quanto o nome. Trata de traumas, experiências, corações partidos, vícios, amor e "não amor".
E vamos a crítica!
Nos primeiros minutos... acontece uma apresentação aos personagens, é bem superficial, mas já dá para ter uma boa ideia da personalidade de cada um. São três histórias: Bill, Samantha e Rusty. Nem tinha conhecimento de todo o elenco antes de começar de ver, e nem tinha lido a sinopse, foi bem aleatório. Fiquei surpresa, mas simplesmente amei a escolha dos atores.
Depois de um tempo... as histórias começam a se complicar entre si. Bill se recusa a desistir da ex-mulher, e crê que ela vai voltar. Samantha mostra mais de sua personalidade em uma cena específica com Rusty, seu irmão, onde ele pergunta se ela já tinha se apaixonado alguma vez. Rusty, por sua vez, está apaixonado por Kate, uma garota da escola que já tem um namorado. Os três são escritores, e isso traz um quê a mais em suas opiniões, chega a arrepiar. A trilha sonora me deixou com a cara no chão, e as lágrimas não suportaram a música Gospel do The National.
Eu estou com tanto medo agora.
Samantha e Lou foram o ponto alto da história. Ela, brigada com a mãe, era desacreditada no amor, e ele era o contrário: um romântico incorrigível. Os dois formam um casal tão lindo que dá uma dor no coração de ver.
Chegando ao fim... os três personagens rumam a um desfecho individual. Eu, particularmente, não fui muito fã do final. Não posso explicar sem dar spoilers, mas imaginei um final diferente. O roteiro se mostrou bastante coeso e efetivo em dar um fechamento à história. Tudo me agradou. 


Método de avaliação (1 à 10):
Roteiro: 9
Fotografia: 8
Elenco: 9
Trilha Sonora: 10
Gosto Pessoal: 9
Nota: 4,5 / 5

Por: Layane Machado 



1 comentários:

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo