21.11.16

[Resenha] Os Veranistas :: Emma Straub

Os Veranistas
Autora: Emma Straub
Editora: Rocco
Páginas: 288
Autora de romances e contos que conjugam sucesso de público e de crítica, Emma Straub narra, em seu primeiro livro lançado no Brasil, uma história sobre família, amizade, afetos e frustrações, sob o sol da paradisíaca Maiorca. Franny e Jim comemoram 35 anos de casamento e o diploma de segundo grau da filha, Sylvia. Na encantadora casa alugada na ilha espanhola, os três contam ainda com a companhia de Bobby, o filho que mora na Flórida com a namorada dez anos mais velha, e do casal de amigos Charles e Lawrence. A promessa de dias leves e tranquilos, no entanto, é quebrada pelas tensões que envolvem as relações familiares. Franny e Jim na verdade vivem uma crise no casamento, e cada um dos demais personagens é confrontado com seus próprios dramas, à medida que se relacionam com o outro. Com uma prosa elegante e por vezes cômica, Emma Straub envolve o leitor na complexa teia de sentimentos de que é feita qualquer família, num livro recomendado por ninguém menos que Jojo Moyes (Como eu era antes de você) e Elizabeth Gilbert (Comer, rezar, amar).
Procurando um livro pra aproveitar esse verão delicinha que está chegando? Vem conhecer um pouco mais sobre o novo livro da Rocco então!


Os Veranistas é um contemporâneo que promete, já no título, inserir o leitor em uma narrativa contada inteirinha no verão, com muita praia, sol e confusão. O livro conta a história de uma família que decide aproveitar as férias de verão para viajar para uma ilha na Espanha durante duas semanas.

Isso acontece porque o casal principal, Jim e Franny, querem comemorar os 35 anos de casados com a família e os amigos. Tudo isso aliado ao fato de que a filha mais nova deles vai se mudar pra faculdade no fim do verão e o filho mais velho já não mora no mesmo estado em que o casal há um bom tempo.

Assim, Jim, Franny, a filha e o filho decidem viajar - sem esquecer de levar a namorada do filho, o melhor amigo de Franny e o marido dele. Com todas essas pessoas presas em uma só casa em uma ilha isolada, já podemos prever que nem tudo vai acontecer como planejado.

Em teoria, a ideia de Maiorca era atraente: era uma olha, o que prometia poucas ondas e brisas agradáveis.

O livro é narrado por dias, contando com detalhes todos os pontos de vistas de cada um dos 14 dias. Já no começo da história, descobrimos que Jim e Franny estão passando por uma crise no casamento que, apesar de finalmente ter atingido a marca de 35 anos de matrimônio, também foi marcado por traições. Eles decidem não contar isso ao filho, que já tem seus próprios problemas tentando fazer a família aceitar sua namorada, que é muitos anos mais velha do que ele. A filha do casal já tem consciência da traição, por isso decide focar seu último verão antes de entrar na faculdade em uma única missão: perder a virgindade. E o casal amigo de Franny também tem dramas particulares porque estão passando pelo processo de adoção.


Os Veranistas é uma leitura extremamente rápida e a diagramação é bem feita. Eu achei a capa muito fofa e, além disso, combina perfeitamente com todo o tema verão do livro. A versão americana é apenas uma capa azul, mas adorei o que a editora Rocco fez colocando as ilustrações para combinar certinho com o conteúdo.

A escrita da autora foi uma das coisas que me chamou a atenção. Ela é bem diferente de tudo o que eu costumo ler, sendo que ela conta tudo de uma forma bem naturalista. Assim, a linguagem simples e o realismo de toda a narrativa faz com que os personagens também sejam tratados como seres humanos, ou seja, passíveis de erros, falhas e adultério. É quase como se a autora quisesse escancarar que nenhuma família é perfeita e que cada um de seus integrantes guardam um segredo que pode afetar todo o núcleo familiar.

Uma das minhas críticas ao livro foi que, justamente por causa dessa pegada de "verdade nua e crua", eu acabei não me apegando a nenhum dos personagens. Em alguns pontos eu até me simpatizei com um ou outro, mas eles não me cativaram muito, o que não me fez morrer de vontade de saber o que ia acontecer no final.


Mesmo assim, é um livro que te faz repensar várias das estruturas familiares e sociais e analisar comportamentos humanos. Ainda me pego pensando em como relações humanas são complicadas e que a melhor forma de ver todos os problemas virem à tona é justamente colocar várias pessoas em uma só casa e deixar que o tempo faça com que a verdade finalmente apareça.


24 comentários:

  1. Ola
    Essa é a primeira vez que leio uma resenha desse livro e confesso ter ficado bem curiosa. Achei legal ser narrado por dia e tambem por trazer a tona as relações humanas e suas complexidades. A capa é mesmo muito fofa!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna, achei a capa do livro bem legal, quase infantil, mas as fotos que você fez do livro ficaram ótimas. Excelente composição. Não consegui imaginar muito bem os personagens esta coisa da verdade nua crua, mas você ter elogiado a escrita da autora, me deixou curiosa. Quero ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Bruna!
    Parece um livro fofo e voltado para o público jovem com assuntos que servem para reflexão. Adorei isso!Ultimamente ando querendo ler livros que eu possa presentear os sobrinhos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruna, essa é primeira vez que vejo esse livro. A arte na capa está ótima, mas não costumo gostar de historia com muitos núcleos, pois sinto dificuldade em me envolver com os personagens e essa parece ser assim, pela sua resenha. Que bom qu vc gostou, gostei da sua resenha, mas adiaria a leitura dele mais um pouco.

    ResponderExcluir
  5. Olá essa capa bem moderninha já me chamou atenção porque parece uma pintura modernista.

    Acho inclusive que a capa condiz muito com esse livro que pelo que foi dito tem a cara do verão e se passa justamente no melhor lugar para curtir a estação do ano que é a praia. Tem sol, mar, calor e tem tudo aquilo que é preciso para nos deixar com água na boca e levar conosco para uma viagem de férias.

    Dica anotada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Faz algum tempo que eu conheci o livro mais ainda não o li. Gostei de poder conferir a sua opinião sobre ele, eu não sabia quase nada e pelo que percebi não é uma das melhores leituras mas também não é uma leitura ruim. Parece ser aquele livro para se ler num final de semana ou só para variar o estilo de leitura mesmo. Achei a capa dele bem bonita e suas fotos ficaram lindas.

    ResponderExcluir
  7. Oi Bruna,
    Não conhecia este livro. Adorei a capa e as suas fotos ficaram sensacionais. Interessante por si só o fato de o livro te fazer pensar nas relações, algo tão difícil hoje em dia.
    Gostei.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oii Bruna, tudo bom? Não conhecia o livro e agora já quero MUITO lê-lo. Achei a premissa mega legal e acho que irei amar a leitura. Sua resenha ficou lindíssima, e as fotos também!! Dica anotadíssima :D
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Bruna,
    Ainda não conhecia esse livro e não achei a premissa interessante :(
    Não me agradou essa questão da verdade nua e crua e de você não ter se apegado aos personagens. Eu acho que isso aconteceria comigo também.
    Entretanto, apesar de não ter gostado da premissa dessa obra para mim, lembrei de uma amiga que, com toda a certeza, irá amar, vou passar para ela.
    Parabéns pela resenha e fotos incríveis.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oi Bruna
    Eu também não conhecia o livro e nem a autora, mas com estas indicações deve ser bom mesmo. Gosto dos livros da Rocco e fiquei bem curiosa para ler!
    Ah, mas que pena que nao sentiu empatia ou carinho pelos personagens, Esta falta de vínculo não é legal ne? Eu nao gosto quando isso acontece
    Muito bom seu post
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste (pena que não tanto assim..).. ahah :)

    Bem, acho realmente mau que não nos apeguemos aos personagens.. mas a temática e boa (contudo, apenas se usada com moderação!) :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Fiquei bem curiosa sim com esse livro, mas confesso que a minha vibe ta em outra. Achei a edição da editora rocco maravilhosa e com a sua resenha, fiquei interessada, mais do que antes haha. Espero realizar uma boa leitura quando ler. Parabéns pela resenha!

    beijos =)

    ResponderExcluir
  13. Oie, eu me senti muito atraída por esse livro principalmente pela temática verão, então imaginei que seria uma coisa leve, e adorei conhecer todas as tramas que envolvem o livro, uma típica férias cheia de confusões, mas achei uma pena não ter conseguido se apegar aos personagens. Eu espero poder ler em breve, e torcendo para gostar.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Apesar de tê-la achado bem bonitinha, a capa não teria chamado minha atenção para o livro. Tenho a impressão de que histórias que tentam ser muito realistas sempre acabam sendo mais difíceis pra gente se apegar, mas acabam sendo uma boa leitura.
    Obrigada pela dica! Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  15. Oi Bruna, pela capa eu não leria o livro, nem pegaria para saber do que se trata. Mas após ler sua resenha, minha impressão mudou. Acho que deve ter sido uma leitura fluida e interessante, ainda mais por questionar relacionamentos familiares. Abraços

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Caso não me engane ja vi esse livro por aí, mas confesso que o mesmo não me deixa muito animada, sabe? Mas a premissa é interessante e os temas abordados também, imagino que deve ser bacana acompanhar esse verão da família e ir descobrindo os segredos dos personagens. No entanto, eu não fiquei animada, menos ainda ao saber que você não se apegou aos personagens e acredito que eu também não me apegaria.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Fiquei curioso com esta escrita realista da autora, eu também não conseguiria me apegar aos personagens pelas verdades nua e crua mostradas. Esse é um ponto super alto do livro, mas essa confusão dentro do enredo, férias e várias pessoas só pode mesmo gerar uma boa história.

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Essa capa foi a primeira coisa que me chamou a atenção! Realmente retrata muito bem esse clima de verão. Eu fiquei bem curiosa com essa escrita realista para ver o porque de você não se apegar a nenhum personagem, fico me perguntando se isso acontecerá comigo também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Está capa está linda, muito foda, mas eu sinceramente não me interessei tanto pela história. Não consegui sentir aquela vontade de ler. Eu gosto de me apegar os personagens, sentir junto com eles e como você disse que não conseguiu se apegar por causa da "verdade nua e crua", eu acabei dando uma desanimada maior ainda. Se tiver a oportunidade, eu vou ler, quem sabe eu me surpreenda? Mas, ele não vai para minha lista.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  20. Olá, Bruna.
    Livro mais indicado para o verão que esse, não tem!
    Quando se coloca muitas pessoas juntas em uma casa só, não costuma dar muito certo.
    Pelas suas fotos, bem criativas por sinal, dá para ver que a diagramação é realmente bem feita. Concordo com você quanto a capa, é linda!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Olá!!!
    Já conheço esse livro a um tempinho,através de uma resenha que li e me encantei pelo livro logo pela capa.
    Ainda não tive a oportunidade de ler mas espero poder conhecer um pouco dessa família de Jim e Franny logo logo!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/11/resenha-sua-espera-abbi-glines.html

    ResponderExcluir
  22. Oiii!!!
    Eu não conhecia esse livro ainda. O nome eu achei super fofo, remete exatamente a praia, que é onde passa a história. Fiquei curiosa para entender melhor o que realmente acontece nessa história. Eu não me apegar a algum personagem, é muito dificil kkkk será que nesse livro isso aconteceria?
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Pelo que li da sua resenha, esse livro é bem tranquilo, sem muitos momentos impactantes. Acho que é o tipo de livro perfeito para ser lido em um momento de ressaca literária.
    Infelizmente, esse tipo de livro não prende muito a minha atenção, e mesmo que sua resenha tenha ficado ótima não me simpatizei muito com a história do livro.
    Beijos.

    www.salaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi querida, como está?
    Adorei a resenha e achei a proposta do livro muito boa. Ainda mais depois de ler tuas impressões sobre ele e dos assuntos dos quais ele trata no correr da história. Relações humanas é um tema que rende excelentes livros se for bem explorado.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo