13.2.17

[Resenha] O Feiticeiro de Terramar :: Ursula K. Le Guin

Resultado de imagem para o feiticeiro de terramar
O Feiticeiro de Terramar - Ciclo Terramar #1
Autora: Ursula K. Le Guin
Editora: Arqueiro
Páginas: 169
Skoob  | Goodreads | Amazon

Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda. Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários. Publicado originalmente em 1968, O feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.
O que esperar de um livro com a frase abaixo do Neil Gaiman estampada na capa?
"Ursula incutiu o conceito de magia na minha cabeça."
Foi amor à primeira vista, tanto pela capa, quanto pelo comentário de Neil Gaiman, ser um livro de fantasia escrito por uma mulher e por saber que ela é uma referência para ninguém mais e ninguém menos do que meu autor favorito, Patrick Rothfuss.

Resultado de imagem para ged the wizard of earthsea
Fanart de Ged, o Gavião.
O estilo é um tanto diferente de tudo que eu já tinha lido, e de um modo muito positivo. Ged não é um protagonista comum - como a própria autora fala no posfácio -, não gostei dele de primeira, e até o achei idiota aqui e ali, mas compreendi a rebeldia como uma parte da adolescência muito bem caracterizada, e o livro subiu ainda mais no meu conceito. 

A escrita se mostrou muito linear, um padrão muito bem estabelecido.

Um dos primeiros "defeitos" que percebi foi a falta de suspense, que não é bem um defeito. Tive dificuldade de saber onde o livro começou de verdade, e onde só foi uma introdução, uma história dentro da história. Durante uma grande parte (considerando as poucas 169 páginas), descobrimos a origem de Ged e seu caminho até se tornar um feiticeiro, e depois é outra jornada, o que eu considerei a verdadeira trama do livro.

A magia retratada é uma das mais bem construídas que já conheci, o lance do verdadeiro nome das coisas me levou diretamente a A Crônica do Matador do Rei, do Patrick Rothfuss (já citado acima como meu autor favorito <3).

O Feiticeiro de Terramar é um livro excepcional, tendo sua construção na desconstrução de padrões. Agradou muito o meu gosto por fantasia e serve muito como uma base para os fãs do gênero e os que ainda estão conhecendo.


Postado por 
Layane Machado

2 comentários:

  1. Olá Layane!
    Não conhecia esse livro, mas é natural não é?! Pelo que disse é um livro bem antigo. Ultimamente tenho dado um tempo nesses livros de magias pq tudo me lembra o Harry Potter. Eu sei que ele foi inspiração para o Harry, mas mesmo assim. Creio que só mais pra frente vou ler ^^
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Dei esse livro para um dos meus priminhos que é louco por HP... Dei de presente justamente por causa da semelhança entre os enredos... Só sei o pequeno fica me incomodando o tempo todo sobre a continuação! Hahahhaha

    ~ Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo