28.7.17

[Resenha] O Livro de Sangue e Sombra :: Robin Wasserman

O Livro de Sangue e Sombra
Autora: Robin Wasserman
Editora: Rocco
Páginas: 375
Um atraso para um encontro com os amigos e a vida de Nora Kane muda para sempre. Seu melhor amigo está morto, seu namorado desaparecido. O livro de sangue e sombra é o novo sucesso da jovem norte-americana Robin Wasserman. Uma trama de suspense surpreendente onde a jovem Nora Kane tenta entender o que aconteceu com seus amigos: Cris está morto, Adriane em choque e Max desaparecido. 
Nora conseguiu um estágio em uma nova escola, longe de seu passado, e parece que tudo está caminhando bem. Tem novos amigos, um namorado e adora seu trabalho. Parte de uma pesquisa maior, sua função é traduzir uma leva de antigos manuscritos do latim. Mas uma misteriosa revelação a torna alvo de uma obscura sociedade secreta impulsionada por um louco desejo de possuir algo que nem deveria existiria, o Lumen Dei, um aparelho capaz de abrir um canal direto com Deus.
E quem controlar o Lumen Dei controlará o mundo. Agora, Nora é a chave para resolver um quebra-cabeças que se estende por continentes e séculos. Encontrar a solução pode ser a única maneira de salvar sua própria vida. Dos Estados Unidos à capital da República Tcheca, Nora conta com a ajuda do misterioso Eli para desvendar este mistério e retomar o controle de sua vida. O livro de sangue e sombra leva o leitor a uma viagem por Praga e sua peculiar história e incrível arquitetura. 
Esse lançamento da Rocco promete não ser mais um livro de ficção que baseia boa parte do seu conteúdo em relacionamentos conflituosos entre adolescentes com algum tipo de poder. Essas características, marcantes em muitas histórias de fantasia (que envolvem adolescentes), não são totalmente descartadas, mas são, de uma maneira resumida, bem mais exploradas e consistentes.
Talvez eu deva começar com o sangue.
Se sangra, dá audiência e tudo mais, certo? De qualquer maneira, é tudo que todos sempre querem saber.
É assim que o livro começa. Há uma descrição breve e instigante da cena do crime - a morte de Chris. Então, depois disso, Nora começa a narrar tudo na sua devida ordem, do início, com o Livro. 

Comecei a ler sabendo apenas o que a sinopse na orelha do livro me dizia (que é diferente da sinopse acima), a história contada do início não é muito empolgante, com exceção das cartas de Elizabeth, uma protagonista inesperada. 
Por volta da página 30 eu engatei de verdade no livro.

Foi uma surpresa por dois motivos: eu não esperava algo tão profundo em questões linguísticas - Nora traduz cada coisa... -, e nem esperava personagens tão bem constituídos.

Essa primeira parte do Livro - antes da Lumen Dei, antes de Praga - é uma grande introdução aos personagens, você os conhece, e você passa a gostar deles. Simples assim, Robin Wasserman te coloca dentro da história. Tudo passa na visão de Nora, e depois de tantos livros lidos em terceira pessoa num curto período de tempo, eu havia esquecido o quanto isso é interessante. Sendo assim, todas as descobertas dela também foram as minhas descobertas.
Algumas coisas, também por volta da página 30 - onde eu já conhecia um pouquinho de todo mundo - começaram a me incomodar. Apesar dos personagens bem montados, alguns diálogos simplesmente não convenceram, mas isso só aconteceu duas vezes ou três. Essa estranheza se intensificou, um pouco, porque eu sou bem chata com diálogos, e a impressão que tive era de que certas falas pertenciam a outro personagem, e não ao que estava falando. Usando um exemplo real: Max, quando estava com Nora, soava parecido com o Chris, e tirando a caracterização que Nora mesmo faz para os diferenciar, eles poderiam muito bem ser a mesma pessoa.

A parte fantástica do livro só se faz realmente presente no final. Se assemelha um pouco, ouso dizer, aos livros de Dan Brown. A escrita é mais direcionada a adolescentes e menos madura no assunto, muito justo, já que até onde eu sei, é o único livro dela nesse universo de escritos antigos e seitas. Seiiiitassss.

Contei 4 plot-twists, mas não creio que todos eles foram realmente interessantes, e menos ainda necessários para a história. Senti muita falta de maiores detalhes, uma falta de pressa ao descrever os momentos finais, eu estava tão envolvida e, de repente, acabou. Foram muitas informações, mas se não dá para fechar todas com um final realmente bom, resoluto, convincente, então é melhor nem colocar elas lá.

O Livro de Sangue e Sombra é interessante, a presença dos personagens históricos tão importantes quanto os protagonistas realmente te fazem querer saber mais sobre o grande mistério, no entanto, não é o primeiro livro que eu recomendaria se me pedissem uma indicação do mesmo gênero. É uma leitura fácil, envolvente, talvez, um livro pré Anjos e Demônios.

Considerações finais: o livro todo é lindo, capa e páginas. Fiquei apaixonada quando recebi. O título é em relevo, e as páginas que separam as partes do livro (que são 4) também são bem bonitas. Esses detalhes também contribuem para o envolvimento na história, achei ótimo.

Postado por: 
Layane Machado

10 comentários:

  1. Eu adorei essa capa, achei super bem trabalhada! Confesso que embora a sinopse tenha me empolgado, a questão da autora ter uma escrita mais voltada para o publico adolescente me deu uma pequena desanimada... Mas mesmo assim vou adicionar na listinha infinita de livros para ler! Hahahha

    ResponderExcluir
  2. Poxa, que pena que o livro não aborda tantos os detalhes, mas livros que envolvem fantasia/poderes e tudo o mais me chamam bastante atenção. Quantos plots! As capas são realmente lindas!

    Beijos 💛 Livros que Li

    ResponderExcluir
  3. Quando o livro lançou eu fiquei babando na capa, se eu curtisse o gênero com toda certeza teria pedido ele, mas não é uma leitura que eu tenha vontade, não mais, já li muito desse gênero quando mais nova e hoje em dia me sinto saturada dele. Mas sua resenha está linda, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. A capa é linda, mas sempre me decepciono um pouco quando a leitura parece não ser tão bem desenvolvida, que faltem detalhes dessa maneira.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. A primeira coisa que me chamou atenção foi a capa, que está linda demais! A premissa, apesar de confusa, é intrigante, e mesmo com os pontos que você citou, estou curiosa para lê-lo.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?
    Já conhecia o livro apesar de não ter visto críticas muito boas sobre :/
    Acho a capa simplesmente linda e estava desanimada para realizar a leitura, mas sua resenha me deixou mais pensativa, quem sabe eu leia quando tiver a oportunidade?
    Amei a resenha, beijos!
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  7. Olá! Ainda não conhecia o livro e fiquei bastante curiosa para descobrir mais sobre a história. Muito boa sua resenha, vou anotar a indicação. Espero ler em breve, bjo

    ResponderExcluir
  8. Olá, estou super curiosa para ler esse livro, já ouvi muita gente falando bem e sua resenha me convenceu, amo um bom mistério e quando o livro é tão bem escrito como este não tem como nao querer!

    Obg pela dica.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oie
    uau que capa linda e o enredo é bem instigante, daqueles livros que vc bate o olho e quer comprar, gostei da dica, mais que anotada

    beijso
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Menina, preciso deste livro logo!!!!!!!
    Não sou muito fã de livros de suspense, porém se a sinopse e a resenha me conquistaram imagina o livro?
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliohanr.com.be)

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo