2.8.17

[Resenha] O melhor de mim :: Nicholas Sparks

O melhor de mim
Autora: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam.
Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.
Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.
Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.
Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

O tempo é capaz de muita coisa, mas não é capaz de nos fazer esquecer um grande amor, muito menos o primeiro amor. 

Para Amanda e Dawson isso era algo possível, viver suas vidas sem pensar - tanto - no passado, viver o presente e se preocupar com o futuro. Principalmente Amanda que veio de boa família, com pais que queriam o melhor para ela, e o melhor não era Dawson. 

Quando o rapaz tem uma família como a dele ninguém quer saber se ele é igual ou não. Isso ainda acontece na vida real - infelizmente -, principalmente quando as classes sociais são diferentes. Não importa o que você está estudando para ser, o que importa para muitos é ''o que você é agora''.



Se passaram 20 anos desde que ambos se viram pela última vez, uma pena que motivo do reencontro tenha sido num momento infortúnio, afinal eles voltam para a cidade com objetivo de abrir o testamento de Tuck, o dono da oficina que abrigara Dawson tantos anos antes. 

Ele era alguém que apoiava o jovem casal e não é atoa que acaba deixando algo para eles, tornando o reencontro inevitável. Querendo ou não eles sentem aquele friozinho na barriga e arrepio pelo corpo, foram 20 anos e seria mais fácil se eles tivessem ficado feios mas não, estão mais lindos do que nunca e claro que isso vai reacender aquela pequena chama a tanto tempo guardada e que ambos pensaram que não veriam de novo. 


O livro é cheio de flashbacks explicando como tudo aconteceu, o porque de tudo, o que eles tem e quem são agora. Dawson sempre lutou para ser diferente, ter uma vida melhor, mas conforme o tempo passa vemos que nada acontece por acaso. Nicholas Sparks sabe como nos emocionar, como nos fazer ficar com certa agonia devido a seus personagens e narrativas. 

O melhor de mim foi surpreendente não pelo seu clichê mas sim por como o autor fez do clichê algo único e diferente, ele sempre coloca o romance com algo a mais e esse ''algo a mais'' foi o final. Ele está se superando a cada livro, às vezes a história é boa e o final é ruim mas Nicholas sabe como fazer uma história se tornar boa e criar um final que fica em nossa mente por bastante tempo, querendo sempre relembrar, conversando com alguém para saber se teve as mesmas sensações. Sem dúvida um livro que emociona e vale muito seu tempo.

Quotes:
" ... Você ainda vai poder fazer todas essas coisas - Prosseguiu ela. - Vai cometer erros e lutar, como todo mundo, mas, quando estiver ao lado da pessoa certa, sentirá uma felicidade quase completa, como se fosse o maior felizardo do mundo. (...) Porque você ainda está vivo e isso significa que irá amar e ser amado... E, no fim, isso é tudo o que importa. (...) ''
“Quando eu penso em ficarmos juntos, não estou falando só em lua de mel. Estou falando de você e de mim, duas pessoas reais. Quero acordar de manhã com você do meu lado, quero chegar a noite e jantar com você. Quero compartilhar com você cada detalhe bobo do meu dia e ouvir cada detalhe do seu. Quero rir junto com você e dormir com você nos meus braços. Porque você não é só alguém que eu amei no passado. Você era minha melhor amiga, a melhor parte de quem eu sou, e não consigo me imaginar desistindo disso outra vez. Eu lhe dei o melhor de mim e, depois você foi embora, nada jamais voltou a ser o mesmo.”
"Sabia que o amor era difícil, assim como a vida. Sofria reviravoltas impossíveis de ser previstas ou mesmo entendidas, e deixava um longo rastro de arrependimento pelo caminho. E, quase sempre, esse arrependimento leva a perguntas do tipo "E se..." que nunca poderiam ser respondidas.''
''Não siga meus conselhos. Ou os de qualquer outra pessoa. Confie em si mesma. Para o bem ou para o mal, na alegria ou na tristeza, a vida é sua. E você sempre foi e sempre será a única a decidir o que fazer com ela.''
"- Eu sabia que você me amava e que seria capaz de tudo por mim. E, em parte, foi por isso que sofri tanto quando você terminou comigo, Dawson. Porque, mesmo naquela época, eu sabia como esse tipo de amor é raro. Só os mais felizardos chegam a conhecê-lo." 
"Nossas lembranças são curiosas. Às vezes são fiéis, mas outras vezes se transformam no que querem que sejam.'
"Nesta vida é inevitável magoarmos pessoas inocentes por conta das decisões que tomamos.'
Postado por
Letícia

0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo