controles do slide

26.7.21

[Resenha] Mulher-Maravilha - Sementes da Guerra :: Leigh Bardugo


Mulher-Maravilha - Sementes da Guerra - Lendas da DC #1 
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Adicione a sua lista de desejados e/ou compre em:  Skoob  | Goodreads | Amazon Americanas Submarino  
SinopseAntes de se tornar a Mulher-Maravilha, ela era apenas Diana.
Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis, uma simples mortal.
No entanto, Alia está longe de ser uma garota comum. Ela é uma semente da guerra, descendente da infame Helena de Troia, destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.

Mulher-Maravilha – Sementes da Guerra é o primeiro livro da saga icônica intitulada Lendas da DC, escrito pela Leigh Bardugo, autora da trilogia Sombra e Ossos. A série é composta por quatro livros e cada um tem como protagonista um personagem icônico e irreverente do universo DC, bem como cada livro da série foi escrito por um autor diferente, autores esses que já têm o hábito de escrever livros voltados ao público jovem adulto e que se ambientam em universos fantásticos. No Brasil a série está sendo publicada pela Editora Arqueiro. Introdução realizada, vamos conhecer um pouco mais sobre o livro?!

Que a Mulher-Maravilha é uma super-heroína determinada, forte e empoderada isso é inegável e de conhecimento geral. Entretanto, antes de ser tornar adulta e dona de si, Diana foi uma jovem cheia de dúvidas, que objetivava provar o seu valor e descobrir o seu lugar no mundo e não apenas onde ela se encaixava numa ilha dominada por mulheres guerreiras. É essa Diana que conhecemos em ‘‘Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra’’: a personagem jovem que antecedeu a madura heroína que é popularmente conhecida.

‘‘- A minha vida inteira... a minha vida inteira eu ouvi os outros se perguntarem se eu tinha o direito de ter nascido. Talvez eu não tivesse esse direito. Talvez nem eu nem você devêssemos existir, mas estamos aqui. A gente tem esta chance, e talvez não seja coincidência. Talvez tenhamos sido escolhidas para interromper este ciclo. Juntas.’’

Diana cresceu numa ilha rodeada por mulheres poderosas, guerreiras amazonas. Desde pequena ouvia que ela não pertencia àquele lugar, entretanto, por ser filha da rainha Hipólita nada poderia ser feito para que fosse prejudicada, o que não queria dizer que o caminho a ser percorrido seria fácil, pelo contrário.

Era em competições com as amazonas que Diana poderia provar o seu valor, provar que poderia ser uma delas, que não era uma intrusa no seu mundo. Durante uma competição, uma corrida em que Diana objetivava e se esforçava tanto para ganhar é que ela se depara com uma situação para lá de inusitada, uma humana que precisava da sua ajuda vinda de uma embarcação que naufragara devido a uma explosão.

Mesmo sendo considerado errado naquela ilha, Diana se propõe a ajudar a jovem, mesmo que para isso ela tenha que sofrer as graves consequências por suas ações, ela se dispõe a salvar a garota chamada Alia e a tentar lhe proporcionar um futuro seguro, mesmo que para isso precise se arriscar e tenha que deixar o mundo que conhece, a segura ilha da qual é princesa. 

Alia é uma abastada órfã, ela é uma semente da guerra, uma jovem cuja linhagem descende de Helena de Tróia e que trará destruição inimaginável aonde quer que passe e há pessoas cientes da sua situação, da sua maldição, enquanto algumas tentam tirar vantagem outras almejam apenas extirpar Alia da face da Terra e com ela qualquer probabilidade dos danos irreparáveis que virão com o seu amadurecimento, mas há uma forma se evitar o futuro nefasto que a aguarda, e é missão de Diana garantir que elas consigam superar todos os empecilhos que se porem a sua frente, não importando o preço, mesmo que para isso tenha que percorrer diversos países em um curto período de tempo e que arrisque a sua posição junto às amazonas. Afinal, tudo é possível quando o futuro da humanidade está em suas mãos.

‘‘Sementes da Guerra. Procatalysia. Haptandra. Podiam chamar do que fosse. Soava como monstro. Ela não se lembrava de muita coisa sobre a guerra de Troia. Achava que fosse tudo mitologia, poesia antiga. Achava que Helena fosse apenas uma personagem de uma história. Talvez fosse. E provavelmente Alia também. Uma personagem assassina. O monstro que precisava ser abatido.’’

A Mulher-Maravilha é a minha super-heroína favorita, lembro de desde pequena sempre admirar a sua força e determinação e como ela marcava presença num universo predominantemente masculino. Acompanhar um pouco do amadurecimento dessa personagem quando jovem e do seu surgimento como uma heroína de peso pelas mãos da Leigh Bardugo foi uma grata surpresa, bem como a autora ter destacado o gilr power, a união feminina, amizade e questões raciais nessa obra.

‘‘- Porque o mundo inteiro adora dizer que não podemos fazer tal e tal coisa, que não temos talento. Quem mora com a gente devia ficar do nosso lado. Quem escrever a história são as pessoas que desconhecem a palavra ''impossível'' e nunca desistem de tentar.’’

Durante os primeiros capítulos demorei um pouco para me conectar a história e sentir a leitura fluir, mas quando isso aconteceu saí virando página após página para saber como terminaria a jornada das duas novas amigas e de seus aliados. Ademais, enquanto eu lia eu não pude evitar imaginar algumas das ambientações dispostas no filme protagonizado pela Gal Gadot e como eu adoraria que esse livro ganhasse uma adaptação para as telas.

Para aqueles que gostam de livros de fantasia, independente de curtir ou não esse universo de super-heróis Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra é uma obra que vale a pena ser conhecida, ainda mais por abordar o início da saga da Diana, o que culminou na sua transformação de uma jovem princesa para uma verdadeira guerreira, então não há necessidade de conhecer previamente a personagem. E já estou ansiosa pelo próximo livro da série que trará como protagonista o jovem Bruce Wayne.

‘‘- Era isso que não a deixava esquecer que, apesar de sua imensa força, velocidade, habilidades, a promessa de glória não era nada diante da angústia do outro. (...)’’

Agora me conta, qual o seu personagem favorito do universo DC e se você já conhecia essa série de livros baseadas nos personagens da DC?

comentários pelo facebook:

15 comentários

  1. Oi Andy!!

    Eu tenho muita curiosidade em ler algo da Leigh Bardugo, todo muito fala muito bem dela! Esses livros que falam sobre os personagens da DC tão na minha lista faz um tempão, mas ainda não tive oportunidade de ler, mas quero muito, principalmente esse HAHAHAHA
    Adorei saber suas impressões sobre a leitura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Também adorei a premissa de trazer esse personagens em livros.
      E obrigada <3

      Excluir
  2. Oi, Andy. Como vai? Parece ótimo este livro, não é mesmo? Que bom que tenha se agradado da obra. Fiquei tentado a lê-lo. Ótima resenha.


    http://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Estou bem e você?

      Eu gostei da leitura. Espero que dê uma chance e goste também :)

      Excluir
  3. Oi Andy, tudo bem? Nossa, não sabia que a Arqueiro tinha livros sobre super heróis, ainda mais escrito pela Leigh Bardugo. Não acompanho de perto esse universo então sei pouco sobre sua origem. Lembro da mulher maravilha do desenho A liga da justiça que ela tinha um cinto invisível. Era ela não ou estou enganada? Interessante a autora trazer o empoderamento feminino como tema central. Isso inspira muitas meninas/mulheres. Ah, essa edição está linda. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Não lembro do cinto invisível, não vou poder confirmar. Mas a obra me lembrou bastante da personalidade da Diana que víamos nos desenhos. Acho que vale a pena conhecer a obra.

      Abraços

      Excluir
  4. Oi Andy!
    Quero muito ler essa série de livros, adoro a Mulher maravilha, assim como você mesma falou uma heroína num marcante mundo masculino onde heróis eram os homens, vamos mudar esse conceito kkk. Parabéns pela resenha, estou ansiosa para saber mais das próximas aventuras dela, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Uma pena que nessa série (até onde sei) a Diana só vai aparecer nesse primeiro livro. Também espero que mostrem cada vez mais esse lado empoderado e deem voz às personagens femininas em obras que outrora eram dominadas por homens.

      Bj

      Excluir
  5. Olá, tudo bem ?
    Eu não sabia que haviam sido lançados ou serão lançados desta forma e me parece que a autora escolhida é um sucesso né ?! Ainda não li nada dela, embora tenho a série no meu Kindle há um tempão e nem lembrava mais rsrs...
    Eu tenho minhas reservas com a DC. Mas meu personagem favorito é o Coringa :/ não sei ao certo o motivo, mas desde pequena eu sempre tive compaixão pela tremenda dor que ele sente.
    Achei o enredo do livro incrível e acho a Diana de fato, uma super mulher.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      O Coringa é um personagem icônico, né?! Também adoro acompanhá-lo, em cada nova obra e adaptação o personagem ganha uma nuance diferente. Bem que podiam fazer uma série de livros no estilo a essa só que com vilões, acho que seria o máximo!

      Espero que leia em breve a série e que goste.

      Beijos

      Excluir
  6. Oi Andy,
    Nossa que bacana essa ideia. Acho que os outros livros também serão incríveis. Ainda não vi muita divulgação, mas vou ficar de olho.
    Obrigada pela resenha.
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kelen!

      Também adorei a ideia! Não tenho o hábito de ler HQs e achei uma ótima experiência conhecer a história de uma personagem tão icônica através do seu primeiro livro.
      Quanto a divulgação, esse livro foi publicado já há algum tempinho e infelizmente não vi muita divulgação mesmo e para ser sincera acho meio difícil investirem nisso já que não é um lançamento, sabe. Uma pena.

      E obrigada pelo carinho <3
      Bjos

      Excluir
  7. Descobri este site essa semana e já estou adorando os conteúdos, são ótimos!

    Parabéns! 👏

    Meu Blog: Significados dos Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Obrigada! Espero que acompanhe as nossas postagens, tem muita coisa bacana pela frente ;)

      Excluir
  8. Olá, tudo bem? Eu super quero ler porque um: adoro também Mulher Maravilha. E segundo: sou fãzoca da Leigh Bardugo, então quero ler tudo que essa mulher escreve. Acho que foi uma excelente junção, e acredito que tenha tudo para que eu me apaixone também. Já ansiosa para ler. Adorei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

últimas resenhas