28.11.14

[Resenha +Trilha sonora] O Reino das Vozes que não se Calam :: Carolina Munhóz e Sophia Abrahão

   

   Nossa, tenho que tomar fôlego toda vez que decido falar esse nome, respira um dois três: O Reino das Vozes que não se calam! Ufa disse... Agora parando com a brincadeira. Este é um livro que tem feito sucesso por aí, confesso que nunca li nada da Carolina Munhóz e que nunca ouvi nada da Shophia Abrahão, apesar de conhecer e admirar, por motivos diferentes, as duas, e na bienal deste ano, tive a oportunidade de comprar um exemplar, lindíssimo diga se de passagem, e finalmente ler algo que me remeta a estas duas mulheres que em momentos distintos me instigaram.
   Neste post farei algo diferente, irei ao mesmo tempo resenhar o livro e comentar sobre sua incrível trilha sonora, ao longo de toda a estória eu me peguei parando e lendo as músicas, associando a melodia a situação e cheguei a conclusão de que assim como na minha vida a música possui alguns gatilhos e é consoladora, na da Sophie, a protagonista, também é assim, mostrar isso foi lindo. 
O Reino das Vozes que não se calam
Autora: Carolina Munhóz e Sophia Abrahão
Editora: Rocco
Páginas: 288
Sophie se esconde de todos e de si mesma: insegura, não consegue enxergar sua beleza e talento, e sente dificuldade em se relacionar com os outros. Seu dia a dia se perde entre os caminhos tortuosos dos que convivem com a depressão e o bullying, e a jovem aos poucos vai se fechando na escuridão de seus pensamentos. Desamparada e sem coragem de lidar com seus problemas, ela acaba descobrindo um lugar mágico: um Reino onde as vozes não se calam e as criaturas encantadas se tornam reais. Um local colorido onde ela finalmente poderá se encontrar. Dividida entre a realidade e a fantasia, Sophie contará com a ajuda preciosa de um rapaz comum e uma guardiã encantada, que lhe mostrarão os segredos da alma e a farão decidir se vale a pena enfrentar seus medos ou viver em um eterno conto de fadas.
Sophie é uma jovem retraída que vive a sombra da melhor amiga mega popular, ela não se sente bem na turminha descolada da escola, mas ao seu ver, alguma companhia é melhor que nenhuma, mas mesmo assim ela não consegue escapar dos comentários maldosos de colegas sobre seu peso, ou a falta dele no caso, e suas roupas, quase sempre num estilo punk rock, ninguém entende que é um gosto, é mais fácil julgar como coisa do demo.

Entre dias tristes e dias realmente deprimentes, as horas passam, e seus únicos confortos são sua música, e apenas sua, e sua amiga Anna, que apesar de tão diferente lhe dá um motivo para sorrir e interagir, mas tudo isso muda quando Anna tentando arrumar um namorado para a Sophie, comete um grande erro e faz com que ela seja humilhada na frente de todos os colegas de classe, isso acaba com o pouco que restava dentro dela.

E é também neste dia que ela, pela primeira vez, foi para o Reino, um lugar incrível onde tudo é possível, animais falam, plantas cantam e as pessoas, todas elas, são, pensam e falam o que querem e como se isso por si só não fosse incrível, ela descobre que é a princesa, tão esperada daquele local, mas para ficar ali, ela precisa passar por alguns testes, provar que merece.

Mas sempre antes do que queria, o sonho se desvanece e ela volta para a dura realidade, de repente perturbada por uma nova personagem, Léo, o novo colega, que parece ter tanto em comum com ela e que ao mesmo tempo parece tão distante.


O livro é narrado em terceira pessoa do ponto de vista de Sophie e o tempo todo podemos presenciar e sentir seus conflitos e dores e culpas. Tudo neste livro é intenso, tem uma pegada meio psicológica e me lembra em vários momentos a maneira como As vantagens de ser invisível foi escrito, os protagonistas tem semelhanças devo dizer.

O livro de maneira leve e com toques fantasiosos trás uma temática cada vez mais frequente em nosso dia a dia, o bullying, Sophie sofre demais com isso e como imaginado se retrai em si mesma, mas ela ao longo do livro descobre pessoas que a ajudam muito em sua trajetória e no fim ela percebe seus problemas e decide o que quer da vida por assim dizer.
Ninguém pode fazer outra pessoa feliz. Nós precisamos encontrar a nossa própria felicidade. Eu nunca achei que fosse digna de ser feliz. Esse sempre foi o grande problema.
Pensei e refleti sobre alguns pontos mas no fim eu só me peguei preocupada com a menina, desejando poder estar lá e consolar e aconselhar, é meio estranho isso, fiquei um tanto quanto perturbada, é uma leitura que te leva a sentir algo e é aí que entra as músicas, amo rock fez parte da minha infância e ainda hoje é muito presente em minha vida, e hoje em dia ouço muitas derivações e alguns outros estilos musicais, eu fiquei surpresa e deliciada ao me deparar com uma playlist no fim do livro e com citações ao longo das páginas.
E pensei que gostaria de ouvir todas e assim o fiz, eu gostei da experiencia, e desta forma decidi compartilhar com vocês essas músicas incríveis, fazendo uma playlist!
Royals
- Aerials
- Flores
- Losing My Religion
- What a Wonderful World 
- Wonderwall
- While My Guitar Gently Weeps
- Wish You Were Here
- Home
- É você
- Se você sonhar (Só coloquei aqui para poder explicar, que apesar de ter trechos da música no livro, não encontrei em nenhum lugar, nem mesmo na Rocco, o que só pode significar que foi algo meio exclusivo e ainda não gravado)

Assim vou ficando por aqui, quero dizer que recomendo o livro para todos aqueles que curtam uma fantasia mas que acima de tudo gostem de um livro com personagens bem reais, ligados ao dia a dia e problemas adolescentes e que não se importem em ver em primeira mão a psicologia por trás de medos e depressões.  
 


5 comentários:

  1. vou confessar, só fiquei com vontade de ler esse livro por causa da capa que é divina, mas me parece que a historia também é encantadora. E caraca a playlist é mara com certeza vou amar. Parabéns pela resenha!

    xoxo!
    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Giselly, devo dizer que a capa foi a primeira coisa que me chamou atenção também, é linda não? Mas sim, foi uma leitura que me surpreendeu em níveis diferentes e as músicas com certeza são um dos pontos altos. Obrigada!
      Bj

      Excluir
  2. Que bacana, adoro livros assim... queria comprar o livro desde que soube do lançamento mais ainda tenho um pouco de receio, fora os milhoes de livros que estão na frente! kkk Mas adorei as músicas e particularmente achei a estória interessante...
    Beijokas
    Je
    www.jeitdler.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Je, eu também tinha, para ser sincera, mas as vezes acho que tenho que parar de pensar e agir no impulso, assim comprei, rsrs. No fim, não me arrependo nenhum pouco, mesmo ele tendo pulado a fila! E sim, a estória apesar de ser "simples", e digo isso pois não há nenhuma missão para salvar o mundo, tem toda uma profundidade.
      Bjs

      Excluir
  3. Sou louca para ler esse livro e que capa é essa? eu amo a capa desse livro, quando fui comprar ele tinha esgotado na livraria que tem perto da minha casa, mas como sou impaciente acabei comprando outros, mas quero comprar ele logo. http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2014/12/sombra-e-ossos_29.html

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo