21.2.15

[Livro + Filme] Divergente

Divergente
Veronica Roth  
Editora: Rocco
Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


Divergente
Distribuidora: Paris Filmes 
Diretor: Neil Burger
Sinopse: Na futurística Chicago, quando a adolescente Beatrice (Shailene Woodley) completa 16 anos ela tem que escolher entre as diferentes facções que a cidade está dividida. Elas são cinco e cada uma representa um valor diferente, como honestidade, generosidade e coragem. Beatrice surpreende a todos a até a si mesma quando decide pela facção dos destemidos, diferente da família. Ao entrar para a audácia ela torna-se Tris e entra numa jornada para afastar seus medos e descobrir quem é de verdade. Além disso conhece Quatro (Theo James), rapaz experiente que consegue intrigá-la e encantá-la ao mesmo tempo.


Opinião: Divergente narra a estória da jovem Beatrice Prior, numa Chicago futurística e distópica, em que a sociedade é divida em 5 facções, sendo elas: audácia, amizade, franqueza, abnegação e erudição.

Beatrice precisa escolher qual dessas facções será o seu novo lar e sua realidade; antes da escolha ela fazia parte da abnegação, mas Beatrice fica em dúvida se aquela é a vida que ela quer seguir, tendo os seus pais como modelos. Então ela decide seguir um caminho inesperado até por ela, ela escolhe a Audácia e é então que a sua vida muda completamente.

Divergente foi um ótimo livro, eu dei 5 estrelas, a autora, Veronica Roth, conseguiu me surpreender bastante, o desenvolvimento da Tris (nome que Beatrice passa a utilizar na Audácia) foi bem feito, ela começa como uma personagem de certa forma fraca, graças à sua criação e passa a amadurecer muito, a demonstrar o seu caráter e que é uma pessoa de fibra, corajosa e que também tem os seus momentos vulneráveis; vemos o seu aperfeiçoamento físico através do treino para ser aceita de fato na Audácia e ser uma soldado da sua facção. A Tris é uma Divergente, ela apresenta traços e singularidades que se encaixam em todas as facções, ou seja, ao contrário dos outros indivíduos que tem apenas uma opção ela tem milhares; só que isso não é bem visto por alguns líderes e se o seu segredo for revelado o resultado será fatal.

O filme foi uma adaptação fiel, gostei do resultado final, claro que muitos alguns detalhes foram deixados de fora e até mesmo personagens do livro foram cortadas e cenas que eu achei que deveriam ter tido um pouco mais de importância e que no livro tem um determinado significado, no filme não tiveram tanto; mas ao final eu considero uma boa adaptação. Só acho que o personagem do Theo James, Quatro, que é par romântico da protagonista deveria ter tido mais aparência, ter sido mais expressivo, quem leu o livro sabe que o Quatro é um personagem de presença e senti que isso ficou em falta no filme, assim como o desenvolvimento do relacionamento entre ele e a Tris ficou meio parco.

Divergente é a primeira obra de uma trilogia então é inevitável ficar com várias perguntas que, espero, serão sanadas ao desenrolar dos volumes seguintes, como por exemplo: como se originou essa sociedade distópica; como ocorreu a criação dessas 5 facções; entre outras questões.

O filme tem muita ação, pouco romance e é a introdução, estopim, do que está por vir na sequência, Insurgente, que estréia nos cinemas nacionais já no mês que vem. E eu indico ambas as obras, só recomendo ler o livro antes do filme ;)


Confira o trailer de Divergente:
       

E vocês, já leram o livro e ou assistiram ao filme? Me conte o que achou.




7 comentários:

  1. cara acho q com o tempo eles vão explicando, mas eu só vi o filme até agora. então n posso te confirmar, mas adorei a história. espero poder ler e assistir num futuro próximo :)
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Estou muito curiosa sobre Divergente! Não vejo a hora de ler e depois assistir ao filme, que como sempre deixa várias coisas de fora (fazer o que, né?). Espero gostar, a história parece ser bem legal. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu vi o filme primeiro :/ deveria ter lido primeiro néh? Mas eu até que gosto do filme e acho que devido a minha queda pelo Theo James desde a participação dele em Downton Abbey eu adorei ele como Quatro \o/ Achei a expressão ok hahaha sou fã babona dele, num conta u_u

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  4. Amiga eu vi o filme primeiro também que nem a mocinha ai de cima.
    Eu não li o livro ainda, como eu te disse, ainda não li nenhuma dessas distopias famosas, mas tenho que te confessar que tenho ficado bastante curiosa em ler, principalmente por conta de tudo que vivenciei no filme. Tipo, eu adorei a ação que contém e também da personagem e tudo mais. Estou achando que vou gostar bastante do livro sabe? Mas vamos ver....

    E olha adorei a sua postagem. Meus parabéns amiga
    Continue assim

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Li a trilogia inteira e acompanhei o primeiro filme. Realmente, Veronica Roth nos concentra ao livro de uma forma mágica!
    Em Insurgente, as coisas ficarão mais claras, caso esse seja o seu desejo. Agora, em Convergente, - se você não ler spoilers, claro - muitas coisas inesperadas irão acontecer!
    É incrível como essa história acaba ficando na nossa memória por muuuuito tempo, e com certeza, vou me lembrar pra sempre, pois tanto a história, escrita e outras coisas são realmente incríveis. Quando ao filme, realmente faltou várias partes que eu gostaria de ter visto, porém, pra adaptar um livro daquele gênero, tamanho e tudo mais em mais ou menos 2 horas, com certeza teriam que cortar algumas partes! Mas e pesquisar no Youtube, podemos ver algumas cenas extras que mostram um pouco mais da história.
    Prepare-se pra Convergente!
    p.s.: Ainda estou me recuperando do final dessa trilogia :'c

    Meu canal no Youtube ➜ http://goo.gl/Smi5Qe

    ResponderExcluir
  6. Li a trilogia inteira e acompanhei o primeiro filme. Realmente, Veronica Roth nos concentra ao livro de uma forma mágica!
    Em Insurgente, as coisas ficarão mais claras, caso esse seja o seu desejo. Agora, em Convergente, - se você não ler spoilers, claro - muitas coisas inesperadas irão acontecer!
    É incrível como essa história acaba ficando na nossa memória por muuuuito tempo, e com certeza, vou me lembrar pra sempre, pois tanto a história, escrita e outras coisas são realmente incríveis. Quando ao filme, realmente faltou várias partes que eu gostaria de ter visto, porém, pra adaptar um livro daquele gênero, tamanho e tudo mais em mais ou menos 2 horas, com certeza teriam que cortar algumas partes! Mas e pesquisar no Youtube, podemos ver algumas cenas extras que mostram um pouco mais da história.
    Prepare-se pra Convergente!
    p.s.: Ainda estou me recuperando do final dessa trilogia :'c

    Meu canal no Youtube ➜ http://goo.gl/Smi5Qe

    ResponderExcluir
  7. Olá, concordo com você, o filme estava bem fiel ao livro e o Quatro não marcou tanta presença no filme quanto no livro :/
    Mas como sempre dizem, o livro sempre é melhor que o filme então fazer o que né? rsrs
    bjs e até mais!
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo