24.3.15

[Resenha] Roleta Russa :: Jason Matthews

Roleta Russa
Autor: Jason Matthews
Editora: Arqueiro
Páginas: 432
Skoob  | Goodreads | Compare e Compre
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo. Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem. Em seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR. Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro.


Até parece a Guerra Fria... Roleta Russa tem como protagonistas os jovens Nate e Dominika. Nate é americano e integrante da CIA, e tem como serviço procurar e alistar indivíduos que tenham acesso a informações importantes e transformá-los em espiões a favor dos Estados Unidos. Já Dominika trabalha para a SVR, serviço secreto russo (antiga KGB), e sua atual missão é fazer com que Nate passe para o lado dos russos, mas com certeza isso não será simples e Dominika deve mostrar serviço para evitar conseqüências desastrosas. 
‘‘Nate pertencia a um pequeno grupo de agentes da CIA treinados especificamente para operar sob vigilância no campo inimigo. Quando estava em ação nas ruas, não havia nenhum momento de dúvida ou hesitação, nenhum espaço para apreensões de qualquer natureza, muito menos para o medo do fracasso. (...)’’
O serviço como agente secreta surgiu para Dominika Egorova de forma repentina, como uma saída inesperada. Ela amava dançar e fazia parte de uma das melhores escolas, até que foi sabotada e teve que ver seu sonho morrer, então no dia do velório de um ente querido foi abordada pelo tio, que não teve sensibilidade e disse que ela seria perfeita para um certo caso do serviço secreto e sem muita opção Dominika se vê envolvida numa rede de mentiras, sangue e ambições e do seu jeito tenta achar a melhor forma de lidar com isso.

Dominika se forma na AVR (academia do serviço secreto russo) ela é muito inteligente, sempre deixa claro o seu ponto de vista e defende aquilo que acredita; e com a intenção de humilhá-la e de ‘‘colocá-la no seu lugar’’ Dominika é enviada para a escola de pardais onde aprenderá a seduzir para fazer o sexo oposto dizer tudo o que ela e a SVR precisam saber, e é claro que com o gênio forte que tem não gosta nenhum pouco da ideia e se empenhará em provar a todos que consegue ser uma ótima agente sem usar desses artifícios. 
‘‘(...) O que lhe ensinariam naquela escola pertencia apenas ao âmbito físico. Não importava o que a obrigassem a fazer, ninguém conseguiria atingi-la no espírito.’’
Um tempo depois algo dá errado na sua primeira missão e é então que a encarregam de manipular Nathaniel Nash, já que um integrante da SVR está repassando informações confidenciais da Rússia para os Estados Unidos e é missão dela descobrir o nome do traidor. Só que Nate tem o mesmo objetivo de Dominika, quer trazê-la para o seu lado e a atração inegável que sentem um pelo outro não irá facilitar em nada essa situação. 
‘‘A mente de Nate girava num misto de indecisão, medo e desejo. Não havia dúvida de que ele queria aquela mulher, mas era uma loucura, uma irresponsabilidade. Era proibido.’’

Narrado com maestria em terceira pessoa. Roleta Russa é o primeiro livro de espionagem que leio. Um livro forte e que com certeza não tem medo de ser explícito. É o primeiro romance do ex-integrante da CIA Jason Mattews e ele logo de cara mostra a que veio.

Os diálogos, principalmente entre Dominika e Nate, são sempre inteligentes e cheios de alfinetadas e tiradas envolvendo política e história e foram um dos pontos fortes do livro; com um humor sagaz e inteligente Roleta Russa me deixou curiosa para acompanhar o trabalho de Matthews (uma pena que pelo que eu pude ver esse seja o seu único livro publicado até o dia de hoje).

Um das coisas que eu achei mais interessante em Roleta Russa é que a cada personagem citado o narrador fala um pouco sobre a vida do personagem em questão, sua vida pessoal, carreira, motivações e ambições, e isso é muito importante, pois nos possibilita conhecer logo de cara os personagens e saber no que eles acreditam e de que lado estão e o porquê.

A forma como o autor criou seus personagens, de forma tão rica e única, fazendo com que nós leitores soubéssemos o caráter de todos foi algo único e inesperado. A forma como foi abordado a cama de gato, um personagem sempre tentando de forma sutil influenciar o outro, sem falar nas investigações, tudo muito detalhado e verossimilhante.

De certa forma ficou claro o patriotismo do autor ao dar a entender que todos os homens, ou a grande maioria, que fizeram parte da KGB/SVR são insensíveis e inescrupulosos, a antítese dos sensíveis americanos que prezam pela vida.

É uma leitura densa e às vezes lenta que faz o leitor estar sempre atento aos detalhes (afinal todo detalhe é muito importante) e ao possível clímax, quando tudo parece calmo o autor dá uma sacudida e te faz continuar vidrado nessa história eletrizante.

A capa e contracapa estão lindas, o uso de folhas amareladas e letras de bom tamanho tornam a leitura confortável, e a forma como a editora escolheu usar para demonstrar a mudança de cenário e do ponto de vista da narração com certeza evita confusões; só achei desnecessário o autor colocar receitas culinárias no fim de cada capítulo, mas para aqueles que se interessam por culinária, acho que isso será um ponto a mais para a obra. 

Sabem aquele livro que te arrebata de uma forma que você consegue ver suas qualidades e defeitos e isso só te faz gostar mais da obra? Então, é essa a minha relação com esse livro. Roleta Russa me tirou da zona de conforto, como não li outros livros de espionagem não posso fazer comparações, mas se você está afim de tentar algo novo, com certeza Roleta Russa uma ótima pedida, mais que recomendado!



16 comentários:

  1. AMO Romance policial, maior parte das minhas resenhas são desse gênero,
    amei sua dica e sua resenha ♥ *-*

    http://www.literalinda.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Romance policial ♥
    Confesso que pela sinopse eu descartei todas as possibilidades de ler, mas sua resenha mudou totalmente a visão, já foi pra wishlist.

    ResponderExcluir
  3. Parece ser muito legal, adoro livros de investigação ♥
    A capa também me chamou muita atenção.
    Com certeza quero ler um dia :D

    http://pelegrinieasociedadedoanel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Andréia
    Nunca imaginava que Roleta Russa se tratava de um romance :o
    Os dois praticamente com a mesma missão deve ser bem legal.
    Bom quando o livro te conquista não dava nada por ele mais sua resenha me fez rever meu conceito
    Adorei sua resenha, bjs

    Malucas por Romances

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu li Roleta Russa ano passado, e gostei do livro! Mas confesso que esperava gostar bem mais. Achei a história um pouco confusa em algumas partes e sinceramente o romance desse livro decepcionante! Eu não consegui enxergar sentimento nesse casal, pra mim a relação deles ficou baseada unicamente em sexo.
    Mas mesmo com todos os contras achei a leitura bacana por conta da parte da espionagem que é bem legal!

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  6. Oii
    Realmente não houve uma resenha totalmente negativa sobre esse livro que já li até agora.
    Lendo assim acho que iria gostar também. Na verdade esse livro já é meio que conhecido pra mim, mas ainda quero ler!

    Beijos,
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  7. Oi Andréia, tudo bem?

    Posso dizer que este tipo de livro não é o que costumo ler rotineiramente, mas que leria com certeza. Temática diferente e pela sua resenha fiquei muito interessada. Já tinha ouvido falar nele mas esqueci, ficou perdido entre muitos. Parece muito bom! Adorei. E vou por na listinha do skoob já! hahahaha

    Sair da zona de conforto é sempre bom e quando nos surpreendemos pro lado positivo, melhor ainda!

    Beijo!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nossa, eu não conhecia o livro, mas achei a sinopse incrível! Fiquei com muita vontade de ler! Adorei o post, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Genteeeeee, faz tempo que não ouço alguém falar nesse livro. Sempre quis ler. E agora mais que tudo.
    Ameiiii sua resenha heim. E as quotes estão tops.
    Eu também nunca li livro de espionagem, acho que vou gostar.
    Adoreiiii mesmo.

    Ah, assista a O novo vídeo do meu canal.
    Caixa de Correio

    Beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
  10. Genteeeeee, faz tempo que não ouço alguém falar nesse livro. Sempre quis ler. E agora mais que tudo.
    Ameiiii sua resenha heim. E as quotes estão tops.
    Eu também nunca li livro de espionagem, acho que vou gostar.
    Adoreiiii mesmo.

    Ah, assista a O novo vídeo do meu canal.
    Caixa de Correio

    Beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
  11. Genteeeeee, faz tempo que não ouço alguém falar nesse livro. Sempre quis ler. E agora mais que tudo.
    Ameiiii sua resenha heim. E as quotes estão tops.
    Eu também nunca li livro de espionagem, acho que vou gostar.
    Adoreiiii mesmo.

    Ah, assista a O novo vídeo do meu canal.
    Caixa de Correio

    Beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
  12. Oi, Andreia!
    Não sei se eu curtiria o livro. Além de não gostar do gênero e você ter dito que a leitura as vezes é lenta e meio arrastada, fiquei com um pé atrás ao ver que o autor fala da vida dos personagens quando os apresenta. Isso não fica chato não? É uma coisa que não gosto muito no George Martin, por exemplo.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. O título já me ganhou, e entrega muito de como deve ser o livro, a história também, adoro espionagem, então tudo isso é uma combinação de uma leitura agradável para mim.

    http://palavrasdelucidez.com.br/eu-a-garrafa-e-o-copo/

    ResponderExcluir
  14. Oi Andreia, como está? :)

    Confesso que nunca tinha ouvido falar do livro... mas ele já me fez querê-lo pela sinopse!

    Ainda mais depois de você ter usado essa palavra para descreve-lo; arrebatador!
    Acho que estou precisando de uma leitura como essa, envolvente dessa maneira! Com certeza vou procurar saber mais sobre ele e já vai para os meus Desejados <3

    Beijos! ;*
    ||Letras Eternas||

    ResponderExcluir
  15. Nossa, que bom que o livro tbm conseguiu te conquistar dessa maneira, a maioria das resenhas que já li sobre ele são positivas, inclusive a que a Ana fez no nosso blog. Mas infelizmente essa foi uma leitura que eu acabei abandonando. Sei que deveria ter dado mais chances para o enredo, mas os primeiros capítulos não fluíam pra mim. Esse tbm nunca foi meu tema favorito, então até compreendo um pouco. Espero um dia fazer uma releitura e me identificar tanto assim com a estória.

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  16. Bah, fiquei com muita vontade de ler esse livro! A história parece ser muito boa e muito envolvente também. Amei seu post, porque nunca tinha ouvido falar desse livro antes.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo