5.6.15

[Resenha] No game No life :: Yuu Kamiya

No game No life #1
Autora: Yuu Kamiya
Editora: New Pop
Páginas: 275
Skoob  | Goodreads | Compare e Compre
Conheça os irmãos gênios do mundo dos games, Sora e Shiro. Eles são NEETs e Hikikomoris, mas na internet são chamados de "lenda urbana". Esses dois, que sempre chamavam o mundo de "droga de game", foram convidados por um ser que se autodenomina "deus" para um mundo novo! Lá, esse deus proibiu as guerras e tudo é resolvido através de games, até os limites territoriais.
O povo Imanity foi encurralado e agora só tem a capital como território. Sora e Shiro, os irmãos que sempre foram chamados de "inúteis", serão capazes de se tornarem a "salvação da humanidade"?
Onde não há fofo, não há de ter fumaça, dizem. Porém, se houver uma faísca, isso pode inflar como um baiacú, dando origem ao [rumor] e assim podemos notar o processo evolutivo de uma [lenda urbana]. Portanto, uma planta em que há raiz, mas não há folhagem.
Sora e Shiro formam a dupla imbatível de gamers conhecidos como Kuuhaku, a lenda urbana. Nenhuma partida perdida. Ninguém conhece sua identidade. Sua lei é não perder a qualquer custo, mesmo que este seja roubar, o truque é não ser pego roubando.

Mas o que ninguém sabe é que a lenda urbana mais conhecida da internet nada mais é que dois irmãos, Sora e Shiro, que não veem a luz do sol a meses, que não gostam e evitam interação social a qualquer custo e vivem a base de carboidratos e comidas instantâneas. Nem que Sora tem apenas 18 anos e que Shiro é só uma menininha de 12, com uma inteligência invejável, memória infinita e auto aprendizagem.

Juntos eles são capazes de ganhar qualquer jogo. Rapidamente. Por isso quando um jogador misterioso lhes proporciona uma demorada partida de xadrez, que durou mais de seis horas, eles se sentem tão animados e satisfeitos quando o computador anuncia a vitória, mas quem perdeu não está satisfeito e lhes oferece uma nova oportunidade. Um mundo onde tudo e todos são regidos por jogos. Nada é incontrolável. Nada é imprevisível, pois nenhum jogo o é.
Aliás, evitamos a verdade de que a humanidade foi criada por uma coincidência causada por probabilidades astronômicas e escolhemos crer que a humanidade foi uma criação planejada. Agimos por instintos, heurísticamente.  O mundo não é caótico, ele foi feito através da ordem.
Sora e Shiro acreditam que esse é um mundo dos sonhos, mas quando as máquinas os sugam e eles se veem caindo em um céu colorido ao lado de um rapaz que se auto intitula deus eles não conseguem acreditar que aquilo seja real, mas é. Eles estão em outro mundo. E a humanidade, os Imanitys, foram encurralados, correndo o risco de se tornarem escravos e sua única chance é um novo rei subir ao trono e conquistar o território Imanity novamente, um rei capaz de desafiar os maiores jogadores. De ganhar os jogos mais difíceis. De apostar com vantagem. 

Pela primeira vez Sora e Shiro sentem que não são inúteis e pensam "Por que não ajudar?"


A novel é narrada em terceira pessoal nos dando uma ideia bem abrangente de tudo o que acontece.

Num mundo onde tudo e todos são governados por jogos as coisas podem ser bem interessantes e um tanto engraçadas, onde tudo depende exclusivamente da sua habilidade e capacidade, Sora e Shiro custam a acreditar que estão neste lugar onde os animais e seres que habitam seus sonhos e jogos agora são reais. Nada ali é impossível e o esquema de se conquistar coisas por meio de jogos é extremamente atraente para ambos. 

Os irmãos me encantaram, a maneira como eles pensam é incrível e eu sempre fui fanática por personagens assim, que vencem por meio da mente e não da força. A arrogância dos dois perante seus oponentes é incrível e a linha de pensamento deles é sempre explicada o que não te deixa perdida, uma vez que você não precisa ser um expert para poder compreender a jogada.

Feito por um brasileiro que se mudou para o Japão ainda jovem, a novel tem como alvo um público mais otaku e masculino. As meninas são peitudas e nas imagens sempre há pouca roupa mas como os personagens mesmo dizem, nada +18, o que deixa tudo tranquilo com relação ao conteúdo, mas já fica a dica para as meninas que queiram se aventurar por essas páginas: há inúmeros jogos que te deixam boba, desenhos lindos e dois irmãos comédia. Para fãs de animes, mangás e jogos de todos os tipo, inclusive RPGs e MMOs essa novel veio para agradar fãs e mais, o sucesso foi tão grande que ela foi adaptada para um anime e os mangás estão em produção!

0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo