19.3.16

[Cine SB] Resenha: V de Vingança - V for Vendetta (2006)


Título: V de Vingança (V for Venedetta)
Ano: 2006
Diretor: James McTeigue
Roteiro: Andy e Larry Washowski
Gênero: Thriller / Ação / Drama
Duração: 132 min.
Elenco: Natalie Portman, Hugo Weaving, Stephen Rea, John Hurt.


Sinopse


Em uma Inglaterra do futuro, onde está em vigor um regime totalitário, vive Evey Hammond (Natalie Portman). Ela é salva de uma situação de vida ou morte por um homem mascarado, conhecido apenas pelo codinome V (Hugo Weaving), que é extremamente carismático e habilidoso na arte do combate e da destruição. Ao convocar seus compatriotas a se rebelar contra a tirania e a opressão do governo inglês, V provoca uma verdadeira revolução. Enquanto Evey tenta saber mais sobre o passado de V, ela termina por descobrir quem é e seu papel no plano de seu salvador para trazer liberdade e justiça ao país.



O Filme



V de Vingança é originalmente uma HQ de Alan Moore e David Lloyd publicado em 1988.
Há uma grande diferença entre a HQ e o filme (estranhamente, isso não chegou a desapontar os fãs da HQ, o que geralmente acontece), porém a ideia é a mesma: anarquia, revolução, vingança.
  • Roteiro: Não tenho do que reclamar, cumpriu o que prometeu (e tirou onda).
  • Personagens: V é, de fato, a grande atração, o protagonista e o personagem que o público tem sede de saber mais, mas na minha opinião, Evey brilha! É incrível como dá para sentir sua mudança no decorrer do filme, enquanto se liberta dos seus medos e fraquezas.
  • Fotografia: Bom, mas poderia ter sido melhor explorada. Foi uma fotografia "simples" para um filme complexo, merecia mais.
  • Desfecho (sem spoilers): Não poderia ter acabado de outra maneira. Juntou todos os pontos e deu um nó cego, ponto final.

Guy Fawkes

Olha a carinha do simpático.

Me diga, você sabe quem Guy Fawkes era?
Aqui vai um breve resumo.
Guy Fawkes é nada mais e nada menos do que o rosto que dá forma a máscara tão famosa do V. Ele foi um conspirador e especialista em explosivos que participou da revolução da pólvora (1600), que tinha como finalidade assassinar o rei da Inglaterra, Jaime I, seus familiares e aristocratas protestantes com a colocação de barris de pólvora sob o prédio onde ficava o Parlamento. O cara estava levando realmente tudo muito a sério, e estava disposto a explodir a casa e a si mesmo antes de ser pego, caso descobrissem o plano. 
Parece que alguém deu com a língua nos dentes. Guy Fawkes, mesmo sob tortura, não revelou mais informações sobre o plano, nem entregou seus colegas.


Me diga, você sabe que dia é, Evey?
E isso foi no dia 5 de novembro, o mesmo dia planejado no filme para o grande atentado. É conhecido como "Noite da Fogueira" (Bonfire Night), uma tradição que relembra a noite em que Guy Fawkes tentou explodir o Parlamento. A comemoração conta com fogos de artifício, fogueiras e pessoas queimando o "espantalho" de Guy Fawkes (isso é estranho).



Trazendo V para os dias atuais

O povo não deve temer seu Estado. O Estado deve temer seu povo.

Há quem já tenha esquecido de 2013, quando alguns de nós decidimos lutar por um Brasil melhor, o que infelizmente podemos chamar de "fogo de palha", não durou. Alguns manifestantes "criaram moda" nos protestos, aderindo a máscara de Guy Fawkes, alguns com cartazes com frases do filme. Esquecendo a anarquia, o apelo da máscara era apenas um: revolução.




Mr. Robot é uma série de televisão dramática. As referências na série são claras: há a loucura de Clube da Luta, e há a anarquia de V de Vingança, em cada diálogo, em cada aparecimento da "fsociety", e ouso dizer, até em cada frame.
Quem viu V de Vingança e gostou, Mr. Robot é minha indicação.




Minha nota: 4,5 / 5


19 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Sempre tive vontade de conhecer essa trama, mas ainda não tive a oportunidade de assistir ao filme. Seu post me deixou bem curiosa e pretendo procurar para ver e ter minhas próprias considerações. Ah, assisto Mr. Robot e amo, é uma ótima indicação mesmo!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii! Tudo bem sim.
      Que bom que gostou. Como você já assiste Mr. Robot e ama, vai amar o filme!
      Beijos :*

      Excluir
  2. Olá, eu lembro de ter assistido esse filme faz um tempo e achei muito bom, eu não me lembro muito dos acontecimentos e ver o seu post me trouxe algumas lembranças do filme que eu gostei. Também acho que o filme cumpriu o que prometeu e super indico também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme já é antigo, mas assisti tantas vezes e gosto tanto que é sempre voltar a falar dele.
      Obrigada por comentar! ^^

      Excluir
  3. Oi Lay, adoro indicações atuais de filmes que não são lançamentos e por mais que este filme tenha sido um sucesso, eu mesma não o conferi ainda. Curti bastante as suas considerações e gostei de saber qual era o nome original, sério, cheguei a pensar que era R for Revenge... abafa... rs. Quero conferir em breve!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu adoro resenhar filmes que já saíram há um tempinho! Há vários que assisti diversas vezes (antigos) e que ainda pretendo resenhar.
      Eu fiquei pensativa se o "nome" dele em inglês era V também, porque vingança é revenge... Melhor abafar mesmo! Hahah.
      Veja!
      Beijos :*

      Excluir
  4. Ótima indicação! Adorei saber tua opinião sobre o filme, que ainda não tive a oportunidade de assistir, mas quero muito, principalmente agora depois do teu post. Vou procurar saber mais sobre Mr. Robot tbm!! Vejo muita gente falando bem de ambos.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você assistir o filme/série, não vai se arrepender, e vai ter que assistir o que não assistiu ainda!
      Já viu Clube da Luta? A série traz uma grande sacada parecida com o plot twist do filme.
      Que bom que gostou! Beijos :*

      Excluir
  5. Olá Lay,
    Tive a oportunidade de assistir ao filme há pouco tempo e curti demais o filme, achei muito bem elaborado.
    Gostei muito da sua opinião e de você ter trazido V para a atualidade, não poderia ser uma situação melhor.
    Beijos ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prova cada vez mais que a realidade deveria imitar a ficção, hahah. Obrigada!
      Beijinhos <3

      Excluir
  6. Nunca parei pra assistir esse filme, acredita? Meus dois irmãos são loucos por ele é e vivem comentando a respeito, as vezes me sinto por fora por que não faço ideia do que estão falando, mas mesmo assim nunca tive vontade de assistir ele de verdade, esse é um daqueles casos em que não importa quantos elogios você Leia ou ouça, não sente a menor vontade de conferir.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que você não se interessou :(
      Esse filme realmente está entre meus favoritos há muito tempo, mesmo sendo - relativamente - um pouco antigo, vivo reassistindo.
      Você não tem curiosidade em ver a Natalie Portman sofrendo pakas? Hahahahah.
      Obrigada pelo comentário! Beijinhos :*

      Excluir
  7. Oie Lay!
    Tenho certeza de que já cheguei assistir um parte desse filme. Não inteiro, acho que só o começo mesmo.
    Tenho muita curiosidade em ler a HQ, já que todos falam super bem dela. De toda forma o assistirei em algum momento ainda.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim! Estou super afim de ler a HQ (boatos de que é ainda melhor).
      Aliás, assista inteiro, não vai se arrepender, é bem instigante.
      Beijos :*

      Excluir
  8. Eu amo essa história. Li o quadrinho muito antes do filme. O filme tem várias diferenças, mas eu não achei ruim isso. Gostei das duas mídias. E gosto muito da história real também. Aliás a única coisa no filme que não gostei muito, foi o fato do protagonista nunca tirar a máscara, eu amo o ator que fez o papel, queria muito tê-lo visto.


    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, também amo o ator.
      Acho muito simbólico o fato de ele não tirar a máscara. Deixa ele sendo o mártir que ele deveria ser... Mas caso ele tirasse, haja maquiagem, já que ele foi todo queimado.
      Ainda pretendo ler o quadrinho!
      Beijos :*

      Excluir
  9. Aquele momento de revolta quando você clica em "enviar" o comentário (que tava um testamento) e sua internet cai. Adoro. Vou tentar reproduzir o que eu tinha falado:

    Lay, EU AMO V DE VINGANÇA! Eu amo o filme, que vi antes de ler a HQ, e amo a HQ, que li um pouco antes das manifestações estourarem aqui no Brasil. Foi uma coincidência um tanto estranha. Eu amo o personagem do V e tudo que ele representa, também amo os autores. Eu pago um p*u pra autores que se preocupam em pesquisar na história ou na nossa ciência detalhes para acrescentarem no enredo e o Moore e o Lloyd fizeram isso muito bem. E tem mais! O quadrinho ainda não tem narrador! foi uma inovação muito fantástica (eu achei, pelo menos). E concordo com você, no filme a Evey BRILHA, ela quase (eu disse quase) tira o papel de destaque do V. Já na HQ, nossa, achei ela bem chatinha.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HSUAHUSAU, adorei o comentário.
      Simplesmente amo a Evey do filme, mas pesquisando para fazer essa resenha, vi que as opiniões divergem bastante quando se trata da HQ... E falando em HQ, MEU DEUS! Preciso ler!!

      Obrigada pelo quase testamento, beijinhos!! :*

      Excluir
  10. Olá,
    Eu conheço apenas porque ouvi algumas pessoas comentando sobre V de Vingança, mas nunca me interessei em procurar e não sei bem o motivo disso. Eu fiquei bem mais curiosa agora porque entendi sobre o que fala. Vou correndo procurar kkk'
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo