22.3.16

[Séries SB] Resenha: Demolidor - 1ª Temporada (2015)




Título: Demolidor (Daredevil)
Ano: 2015
Diretor: Adam Kane, Brad Turner (I), Euros Lyn, Farren Blackburn, Guy Ferland, Ken Girotti, Nelson McCormick, Nick Gomez (I), Phil Abraham, Stephen Surjik, Steven S. DeKnight.
Roteiro: Bill Everett, Drew Goddard, Stan Lee.
Gênero: Ação / Crime / Drama / Suspense
Duração: Média de 55 minutos por episódio. 703 minutos totais.
Elenco: Charlie Cox, Deborah Ann Woll, Rosario Dawson, Elden Henson, Vincent D'Onofrio.


Sinopse

Matt Murdock, após um trágico acidente em sua infância, perdeu a visão, mas acabou desenvolvendo seus outros sentidos de forma extraordinária. Murdock abre seu escritório em Hell's Kitchen, seu antigo bairro na cidade de Nova Iorque, onde combate o crime como um respeitado advogado pela manhã e justiceiro mascarado a noite.

A série

Tocaí, broder.
Como defendo a série com unhas e dentes, posso começar falando dela com um argumento que muito tenho usado atualmente (e que quando usam comigo, a chance de eu gostar de uma série é de 100%): senhoras e senhores, Demolidor é uma produção da Netflix. Sério Layane? Ninguém sabia disso.
Quer saber porquê eu uso esse argumento? A Netflix tem séries exclusivas, os episódios mudam sozinhos – caso você conecte na TV, isso quer dizer que não precisa mais levantar a bunda do sofá para trocar de episódios! -, adeus propagandas, aplicativo para o celular super eficiente e um acervo relevante de séries como Supernatural, Doctor Who, The Walking Dead e Breaking Bad. Ah, sem falar das que eles mesmo produzem, tais como a famosa Orange Is The New Black, House of Cards, Hemlock Grove, Narcos, Jessica Jones e Daredevil!
Agora, pegue a produção da Netflix e junte isso ao universo da Marvel.
"Mas Lay, Agentes da SHIELD é ruim!"
Marvel erra uma vez, mas aprende, meu bem. Se você acha que Agentes da SHIELD estava fraquinha, não cometa o erro de não assistir Demolidor por isso. A Marvel aprendeu com seus erros e melhora a cada filme e a cada série, caprichou bonito em Daredevil. Então esquece o passado e dá uma chance.
Quer violência? Tem. Quer bons atores? Tem também. Quer ação? Isso é o que não falta.
E como todo material da Marvel, sempre tem as famosas conexões e aquele humorzinho que a gente adora.

Quer dizer, se ele tivesse uma armadura de ferro,
ou um martelo mágico...
Muitas vezes a série fala do evento que ocorre no filme “Os Vingadores”, chamado de A Batalha de Nova Iorque. Isso traz um ar de familiaridade, aquela sensação de “Eu já vi isso antes!” é real, e com certeza isso também conta como pontos positivos – mais pontos positivos – para a série. Você já conhece a Marvel, e sabe que ela consegue ser bem engraçadinha quando quer. Diferente de outras séries que tem tensão o tempo todo, Demolidor também tem seus momentos divertidos, porque ninguém é de ferro. Pera aí, eu disse ninguém? 
Pegue essa referência.
Somos Murdocks; apanhamos muito.
Mas nós levantamos. Nós sempre levantamos.

Como eu já disse, com todo o universo sombrio que a série nos traz, não podia faltar a violência pesada e muita cena de luta! Isso nos leva as coreografias, que são simplesmente perfeitas, e depois disso vem o melhor de tudo: Matt Murdock, o demolidor, não é invencível! Ele passa por poucas e boas na série, e acaba optando as vezes por fugir, largar na perna, amarelar, e se Demolidor fosse só mais uma série sobre algum herói, ele seria o bonzão e mataria todo mundo de primeira sem sofrer um arranhão.
Lá vem a parte engraçadinha do post.

Como nem tudo são rosas, e aqui não é série infantil da Nickelodeon, o cenário é bem escuro, urbano mesmo, tchê. Esse, na verdade, é um dos pontos mais altos da série. Vai ter que aumentar o brilho da tela sim! A coisa é dark. E se reclamar, não vai dar para enxergar nada. Brincadeirinha. Não enxergar já é trabalho do Matt.
Também fiquei impressionada como a série conseguiu ser realística sem ser realística (sim, foi exatamente o que você leu). You did it, Marvel.
Essa série é a primeira de mais quatro (confirmadas) da Netflix em parceria com a Marvel, todas com os heróis urbanos, são eles: Luke Cage, Punho de Ferro e Jessica Jones (que já saiu). Cada um deles terá uma série separada, então reunirão todos e montarão “Os Defensores”, outro projeto.

Fiz esse post especialmente porque saiu a segunda temporada de Demolidor (uhul!), e quanto mais gente assistindo, melhor!

Eis aqui o que vocês devem esperar da série: esperem lutas de tirar o fôlego, violência, mais violência, e aproveitem!


Nota: 4,5 / 5








4 comentários:

  1. Oie Lay.
    Menina confesso que amo o demolidor, mas demorou um pouquinho para eu criar coragem e assistir a série, só assisti o primeiro episódio ainda, mas vou aproveitar bem o feriado, pois como você disse, ela vai ser importante para "Os defensores" e eu AMEI Jessica Jones.
    Ótima indicação!
    Bjinhooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da primeira temporada?
      Veja! Como eu disse (+não canso de afirmar), é ótimo, a segunda temporada está ainda melhor =)
      Gostei de Jessica Jones também, mas ainda não terminei, assim que der eu posto resenha.
      Obrigada! ^^
      Beijos :**

      Excluir
  2. Achei bem legal teu texto, eu já venho com bastante vontade de assistir essa série ate porque fala de um herói em que admiro bastante, devido ao tempo ainda não vi. Mais assumo que a sua resenha me deixou com bastante curiosidade.
    Curti bastante teu blog, esta bem legal ele. Meu blog é bem novo, mais convido você a dá uma visitada: https://somaisumaleatorio.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigada!! Assista quando tiver um tempinho.
    Beijos :*

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo