20.4.16

[Resenha] Miniaturista :: Jessie Burton

Miniaturista
Autora: Jessie Burton
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Em 1686, a jovem Nella Oortman se casa com Johannes Brandt, um bem-sucedido mercador de Amsterdã, e se muda do interior da Holanda para a cidade grande. Nella acredita que o casamento com um homem rico e poderoso irá lhe proporcionar uma vida repleta de glamour e felicidade, no entanto, não é o que ela encontra quando chega à nova casa: por causa das viagens a trabalho, Johannes não é dos maridos mais atenciosos e Marin, sua irmã, se encarrega de controlar cada aspecto do lar e da família Brandt, revelando-se extremamente opressiva e dominadora. Para agradar a nova esposa, Johannes a presenteia com uma miniatura da casa em que moram e, logo, Nella encontra um miniaturista para confeccionar algumas peças. No entanto, tudo começa a mudar quando o miniaturista passa a enviar obras que nunca foram pedidas, mas que não apenas refletem a realidade, como parecem anunciar futuras tragédias.
Um livro que mistura drama, romance, mistério e polêmica, Miniaturista captura a essência da vida humana e mostra a dura realidade da sociedade de Amsterdã em 1686.




O livro começa quando Petronella - ou Nella, como é conhecida - se casa com um mercador bem sucedido e tem que deixar a mãe e irmã para na sua cidadezinha natal no interior para morar com o novo marido na capital, Amsterdã. Tudo isso parece para a própria Nella um pouco assustador, já que ela não conhece o marido e vai passar a viver com a mais nova cunhada, Marin, dois criados e o homem que viu pela primeira vez no casamento.

Já de início a jovem Petronella se sente muito sozinha em uma casa que possui tantos segredos e onde não se pode falar alto sem pensar porque até as paredes tem ouvidos. A situação se torna ainda pior já que mesmo tentando ao máximo agradar a todos, Nella só recebe ordens e repúdio de Marin e quase nunca vê o marido, Johannes, que sempre viaja a trabalho.

Para compensar sua ausência, Johannes dá um presente de casamento inovador para que Nella se distraia: uma casa de bonecas. O que a casa tem de tão especial é que ela é a exata réplica da casa em que Nella e a nova família agora moram. Muito feliz com tal presente, Nella resolve contratar um miniaturista do centro da cidade para preencher sua casa de bonecas.

O grande mistério começa a se desenrolar quando, em uma das parcelas que Nella recebe, o miniaturista lhe manda móveis, quadros e até cachorros exatamente iguais aos da casa, sendo que Nella nunca lhe descreveu nada e nunca recebeu o miniaturista em sua casa. As miniaturas começam a ficar mais bizarras ainda depois que passam a vir sem que Nella as ordene e passam a profetizar coisas que passam a acontecer no dia a dia da família.


"Como esta casa cheia de segredos ser chamada de lar?"

Miniaturista é um livro com descrições maravilhosas de lugares, cores, comidas e sentimentos que fazem com o que o leitor se transporte para Amsterdã de 1600 e passe a ver a sociedade com outros olhos. É possível entender a verdadeira faceta dos humanos que pecam, erram, amam e lutam para conquistar seus objetivos.

Além disso, o desenvolvimento de todos os personagens é simplesmente incrível. A forma como seus segredos são lentamente revelados e os motivos de vingança e silêncio são desmascarados mostra como ninguém é inocente e cada um deve arcar com os erros que os levaram até ali.

O livro também trata bastante de temas polêmicos, como racismo, homossexualismo, justiça e religião. Tudo isso em uma trama envolvente cheia de mistérios que vai te deixar curioso do começo ao fim e muito, mas muito surpreso com os eventos que acontecem a cada virar de página.




Eu tenho que admitir que fiquei simplesmente apaixonada por essa edição da Editora Intrínseca, que é igualzinha à que eu li em inglês. Achei a capa maravilhosa e retrata com perfeição o tom do livro e ainda dá para os leitores uma olhada na tal casa de bonecas da Petronella, que é apresentada na capa.

Para quem tem curiosidade de ler em inglês, já aviso que é um vocabulário um pouco mais complicado por causa de termos mais antigos e muitas descrições específicas dos ambientes. Para quem mais costume de ler em inglês ou pretende avançar um pouco mais, indico como um ótimo livro.

O livro foi baseado na história da holandesa Petronella Oortman, casada com Johannes Brandt, que era dona de uma casa de bonecas que é parte da coleção permanente exposta no museu Rijksmuseum, em Amsterdã.




Miniaturista foi votado como o melhor livro do ano de 2014 de uma das maiores livrarias do Reino Unido, Waterstones, e é um dos lançamentos deste mês da Editora Intrínseca. 


2 comentários:

  1. é possível ler uma resenha e já se apaixonar pelo livro?? Caramba! Como eu não conhecia essa obra? Estou louca louca para ler!!! Muito obrigada por essa dica de livro que parece ser incrível!
    Beijos,
    Luana Agra - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já tem um tempo que quero ler este livro e sua resenha me deu mais vontade. Adoro descrições ambientais dos séculos passados, quando bem escritas!

    Lisandra Mon Ami Poirot

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo