27.5.16

[Resenha] Morreu e não sabia :: José Manuel Fernández

Morreu e não sabia
Autor: José Manuel Fernández
Editora: Petit 
Páginas : 219
Skoob I Compare e compre
Quando João descobre que seu melhor amigo está namorando Elisa, o grande amor de sua vida, fica transtornado. Sem que o casal perceba, começa a segui-los por todos os lugares- na escola, no bairro, nas ruas. Numa dessas obsessivas perseguições, às escondidas, João se distrai e, ao atravessar uma rua, acaba atropelado. Desencarnado, ele não percebe sua nova condição. Um militar, também desencarnado, vai ajudá-lo a descobrir o que aconteceu, mas o jovem só tem um sentimento- vingança.
Sempre achamos que seria divertido ser invisível para podermos observar as conversas dos outros, sem eles saberem de nosso ‘’atrevimento’’, mas não é assim que aconteceu com João, por ciúme obsessivo por seu amor não correspondido, Elisa, que agora está namorando Marcelo, seu amigo de infância, acaba sendo atropelado ao ir investigar uma saída do casal, e se depara com seu próprio corpo morto, sem saber porque está sendo ignorado, e sem entender direito tudo que ocorreu, ele não admite de imediato que está morto, em outra dimensão.


No meio de uma confusão de pensamentos, encontra Eusébio Gonçalves, um militar que tem como objetivo amparar os que desencanaram e ainda não tomaram um rumo ou estão sem saber certamente o que ocorreu, é ele que mostra a João seu próprio corpo morto e passa a ajudar João em sua nova fase. João cria dois objetivos: se vingar de Marcelo, que, segundo ele, é um traidor e o responsável por sua morte, e encontrar com sua mãe, que como todas as outras mães ficou desolada após a morte de seu filho
‘’A vida já traz problemas suficientes e não há por que aumentá-los sem necessidade’’

O livro segue com João aprendendo mais sobre essa nova dimensão e traçando um plano para sua vingança, nesse contexto conhece Doutor Humberto e Doutor José. O livro tem muitas reflexões dos personagens, as vezes não entendemos de imediato o significado, mas ao final da leitura temos um grande ensinamento, principalmente por parte de João, que aprende que mesmo não estando mais vivo, ainda sente arrependimento e precisa lidar com seu emocional e suas decisões precipitadas.


A leitura flui muito bem, mesmo com várias explicações ele é de leitura rápida e o autor usou palavras de fácil entendimento, o que eu pensei que não encontraria em um livro espírita, posso dizer que ele não acaba focando muito no espiritismo, mesmo com toda sua premissa, o autor impõe o espiritismo apenas no final do livro, de uma forma que nos faça assimilar os fatos e entende-lo melhor.


‘’Queiramos ou não, a existência continua em todas as dimensões, e você não pode impedi-la ou cortá-la , porque ela está submetida ás leis divinas’’

O livro apresenta erros de revisão, como letras repetidas e algumas frases fora do padrão imposto no livro (de que as frases que são faladas pelos espíritos ficam assim), algumas pessoas podem estranhar a diagramação dos livros da Petit, como o número das páginas ficarem ao lado, a fonte ser grande e as páginas serem brancas, mas nada que atrapalhe na leitura


Por fim, me resta indicar o livro, acho que mesmo que você não seja espírita, vale a pena dar uma olhada, pois posso apostar que irá aprender junto com João. Um ponto alto do livro é que mesmo sendo previsível, apresenta algumas reviravoltas na vida do personagem, e conseguimos acompanhar seu amadurecimento em sua nova dimensão de perto. Os diálogos são bem desenvolvidos e mesmo as vezes sendo longos, são ‘’fluíveis’’, o livro contem um grande significado e vale a pena ser lido


23 comentários:

  1. Essa é a segunda resenha que leio desse livro e estou cada vez mais curiosa para conferir esse enredo, por mais que não seja um gênero que eu leia bastante. E de qualquer maneira, acredito que é uma indicação ótima para que eu tenha mais interação com o estilo espirita. Gostaria de aprender mais sobre os significados e cada detalhe nesse aprendizado constante sobre a nova dimensão.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Amei a premissa do livro, ainda não li muitos livros espiritas mas esse parece ser bem diferente, pois mostra o personagem e seus conflitos como foco, adicionei a lista de desejados e espero ler em breve, depois conto o que achei, estou com altas expectativas

    ResponderExcluir
  3. Amei a premissa do livro, até adicionei a lista de desejos,realmente muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Maria Fernanda!
    Nossa, que enredo tenso...rsrs...
    Hoje o espiritismo é um importante nicho da literatura. Os únicos livros que eu li, que beiravam o espiritismo, foram os do Richard Bach e gostava muito.
    Beijos!
    http://gatitaecia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A premissa do livro é bem empolgante, com certeza vou procurar lê-lo. Adorei sua resenha, você escreve muito bem!

    ResponderExcluir
  6. eu maei seu blog e essa pub <3 com toda certeza irei ler e indicar no meu blog <3

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu não gosto de livros espíritas mas sei reconhecer quando a obra é boa. Esse livro parece sim ser muito interessante e para quem curte o gênero, estou certa de que é uma ótima leitura. Achei interessante o fato do livro não ser focado no espiritismo e gostei de ver a sua opinião sobre a obra.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Faz algum tempo que não leio livros espíritas. Esse parece ser gostoso de ler, mas confesso que erros de português, de ortografia e concordância me desanimam...

    ResponderExcluir
  9. Olá Maria,
    Gosto muito de livros do gênero e, inclusive, já li esse livro. Notei os erros de revisão e a repetição de algumas palavras, mas não me atrapalhou. O que me atrapalhou nesse livro foi a história mesmo. Não consegui me conectar a ela. Achei o título mal escolhido e os personagens com personalidades que mudam a cada duas páginas.
    Se você curtiu o gênero, existem outros livros, no mercado, que são infinitamente melhor.
    Foi legar ler uma opinião diferente da minha!
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que sua experiência não foi das melhores, o título acaba não coincidindo muito pois já nas primeiras páginas o personagem já descobre que está morto.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  10. Oi, Maria Fernanda, tudo bem?

    Eu nunca li nenhum livro sobre a editora, pois o gênero não me agrada, mas a proposta desse livro me lembrou o filme Ghost em alguns aspectos. Acompanhar a jornada de João deve ser muito interessante. Fiquei curiosa para saber se ele terá paz, já que tinha tanta sede de vingança assim...

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo

    ResponderExcluir
  11. Oie, eu não costumo ler livros espíritas mas como você falou que esse não fica abordando o espiritismo o tempo todo acho que eu leria. O que me atrapalharia seriam os errinhos que você encontrou, espero que em outra edição talvez eles revisem melhor.

    ResponderExcluir
  12. OI!!

    Eu não leio livros espiritas com frequência, mas os últimos que li me conquistaram. O que quero dizer é que embora aja indícios da religião os mesmos trazem reflexão e o ponto principal não é a conversão, mas sim pensar sobre a vida e os caminhos escolhidos. Não foi esse o livro que escolhi da Petit, entretanto o mesmo vem chamando minha atenção. Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    EU ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas sei que a colunista do blog já leu e comentou que gostou bastante da trama. Uma pena que teve alguns erros de revisão que estragam no momento da leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Já tinha lido algumas resenhas desse livro antes, mas, mesmo tendo visto que o pessoal gostou, não tenho curiosidade ou vontade de ler. Nunca li nenhuma história espírita (pelo menos não por completo, mas empaquei no começo de algumas), então tive uma péssima experiência com o gênero, o que me desanimou bastante. Fico feliz que você tenha gostado do livro, mas eu não o leria :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá...
    gostei da sua resenha, no entanto não sou muito chegada a livros espiritas, não sei o por que, porem sempre que leio acabo abandonando, embora o livro tenha me deixado com uma pulga atrás da orelha não acho que seja a hora ideal para mim...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo