11.7.16

[Resenha] Os garotos corvos :: Maggie Stiefvater

Os garotos corvos - A saga dos corvos #1
Autora: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Páginas: 376
Skoob  | Goodreads | Compare e Compre
Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela.
Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca.
Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco.
Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza.
De Maggie Stiefvater, autora do aclamado A Corrida de Escorpião, esta é uma nova série fascinante,­ em que a inevitabilidade da morte e a natureza do amor nos levam a lugares nunca antes imaginados.
"Mas o problema de ser estranha era que o resto do mundo era normal."
Quando se pertence a uma família estranha, cheia de mulheres capazes de prever o futuro e falar com os mortos, outras coisas que poderiam ser consideradas pelos outros como maluquices perdem a anormalidade diante de seus olhos e frases que poderiam ser tomadas como brincadeiras de mal gosto passam a ter o peso de profecias que irão, de alguma forma, se realizar.

Por isso Blue realmente acredita que seu verdadeiro amor irá morrer assim que ela o beijar, sua mãe lhe disse isso quando ela era apenas uma menininha, suas tias confirmaram e cada vidente com a qual ela teve contato viu isso claramente, e o negócio das visões é que elas não costumam ser tão claras e se o são, bem, então é melhor você tomar cuidado.

E assim ela decidiu que era fácil não matar ninguém, principalmente o cara que ela irá amar, era só ela nunca se envolver com garotos e não se apaixonar, simples, ou era até coisas estranhas começarem a rondar a cidadezinha de Henrietta e o caminho de Blue cruzar com quatro garotos corvos, sendo que um deles parece determinado a ter um encontro com ela e o outro ela viu no dia de São Marcos e sua tia foi bem clara quanto à isso: se você vê o espírito de alguém no dia de São Marcos sem ter o dom para ver espíritos só há duas possibilidades: ou ele é seu verdadeiro amor ou você matou ele; e no caso de Blue as duas coisas estão profundamente ligadas.

Maggie Stiefvater é conhecida por seus livros de fantasia, muitos livros de fantasia bem sucedidos, mas esse é o primeiro que eu de fato pego para ler e só posso dizer uma coisa: não me arrependo nenhum minuto de ter comprado esse livro sensacional, de tirar o fôlego, completamente louco e surpreendente com personagens carismáticos e uma trama recheada de magia, suspense, mistério e um clima leve de amor que vai se intensificando até consumir seus neurônios em suposições de como irá acontecer ou não. Sente-se que lá vem história meus queridos!

Como se não bastasse uma família com dons paranormais, um destino amoroso um pouco cruel e irônico e uma regra pesada de não se envolve com garotos quando sua cidade abriga a Acadêmia Aglionby para garotos super ricos e com uma tendência a serem lindos, o destino começa a mexer suas peças quando os caminhos de Blue e Gansey se cruzam numa noite fria.

Gansey é um daqueles jovens podres de ricos que tem um dedo mágico para indicar mais riquezas, desde jovem ele está metido em escavações e rodando o mundo a procura da tumba de um rei irlandês que supostamente ainda está vivo e adormecido, esperando que alguém o acorde e pronto para conceder um desejo para quem o fizer, tudo o leva para Henrietta e Henrietta o leva à Blue.


Com muita magia, mistério, leveza, uma família muito louca, meninos complexados e gatos demais e uma protagonista feminina forte e única a trama vai se desenrolando de forma alucinante e mesmo você já sabendo uma parte importante de tudo o tempo todo você se questiona se isso de fato vai acontecer, pois as coisas não estão correndo a esse favor.

Contudo as relações entre todos, os quatro meninos, os meninos e Blue, Blue e sua excêntrica família, vão te cativando acima da expectativa do romance, bem como o mistério envolto a situação vai te instigando, isso sem falar das situações e personagens inesperados vão surgindo e a carga emocional vai aumentando conforme os conflitos familiares dos garotos corvos vão aparecendo e se desenrolando e tudo vai sendo levado ao ápice de tantas formas possíveis que você não respira! E então bum!!!!, mil coisas começam a acontecer e coisas vão sendo revelados e é um tapa atrás do outro, não temos descanso galerinha, e mesmo quando chegamos ao fim e pensamos "Bom, terminou de forma tranquila..." HA, ela simplesmente acaba o livro com outra bomba na sua cabecinha que fará com que você mais uma vez pense "Jesus, o que diabos está acontecendo aqui?!".
" - Eu só estou avisando - disse Neeve. - Cuidado com o diabo. Quando há um deus, sempre há uma legião de diabos."
E se tudo isso não bastou para que você lesse esse livro, confiem na minha palavra e nos livros que se você leu e gostou vai gostar desse também... Instrumentos Mortais, Acampamento Shadow Falls, Dezesseis Luas e até mesmo Academia de Vampiros, viram, só livros bons. Mais que recomendado, e aproveitem que ele está em promo em vários sites, porque normalmente eles são carinhos.... 


Postado por
Agatha

0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo