11.8.16

[Dorama SB] Pinocchio :: Uma mentira, um soluço

No meio de vários jovens jornalistas, a nova repórter Choi In Ha (Park Shin Hye) está a procura de um furo jornalístico, só que ela se encontra presa em sua síndrome de Pinóquio, em que não pode contar mentiras sem ter vários soluços. Enquanto isso, o repórter Choi Dal Po (Lee Jong Suk) prova ter uma memória esplêndida e uma habilidade muito boapara mentir. Em um mundo dominado por fatos, o quão longe você consegue ir com uma mentira?


Bom galerinha, se preparem para uma trama complexa e louca, daquelas que você vira e fala "Que irônia da vida ...", vou tentar falar tudo bonitinho sem surtar como uma fã apaixonada, mas entendam que será difícil, pois esse drama é cheio de tiros que te acertam em cheio no coração okay? Afinal é só ter o Jong Suk na telinha para eu já abrir espaço no meu coração e a Shin Hye só me fez sorrir ainda mais, esses dois atores são maravilhosos.

Tudo começa com um incêndio numa grande fábrica de reciclagem, onde o pai de dois jovens - Jae Myung e Ha Myung - acaba por morrer levando consigo toda sua equipe de bombeiros numa busca vã de dois funcionários, afinal, pouco depois deles entrarem entrado para salvá-los eles parecer do lado de fora e dizem para seu chefe que além de eles terem saído pouco depois do incêndio ter começado, foram eles que deram início à tudo.


Com uma pequena mentira por parte deles, o pai dos jovens passou de honrado bombeiro para irresponsável e assassino, e numa reviravolta da mídia o pai deles passou a ser o centro das atenções, mudando a vida da pequena família, uma palavra mais forte e a nação passou a odiá-los, tanto que numa tentativa de acabar com o sofrimento da família Jae Myung vai atrás da repórter, Song Cha Ok, que começou a onda, mas ele acaba preso ao perceber o quão cruel e manipuladora ela é, enquanto isso sua mãe, sofrendo demais, se joga de um penhasco levando Ha Myung consigo.

Mas Ha Myung não morreu como aconteceu com sua mãe, ele flutuou por muitos quilômetros e foi salvo por um senhor doente que o confundiu com o filho morto há décadas, assim ele passou a ser Choi Dal Po e viver uma vida pacata, longe de tudo e todos e ignorando a possível existência de seu irmão, ele o tinha abandonado e sua mãe morreu, então ele também o abandonaria.

Meses depois, o filho mais novo do senhor chega a cidade com sua filha, e ambos se assustam ao encontrar
aquele menino ali, fingindo ser o filho mais velho de seu pai, que acredita mesmo que ele seja seu filho mais velho. Dal Po e In Na, ambos com a mesma idade passam a ser amigos e ele começa a gostar dela, tanto que conserta a televisão para que ela possa ver a mãe... ele só não esperava que a mãe da menina que ele passou a gostar fosse a mulher que destruiu sua família.

Mas os anos passam e muitas coisas acontecem, tantas que nem mesmo posso falar para não estragar a surpresa de tudo, porém a guinada que de fato encaminha tudo é quando In Na decide ser jornalista e depois de inúmeras tentativas e por causa de sua síndrome de Pinóquio, o que a impede de mentir sem soluçar, ela quase desiste e sofre por isso, é nessa
hora que Dal Po se pergunta por quê uma pessoa que não mente não pode ser repórter e decide ajudá-la, se tornando também aquilo que ele mais odeia nesse mundo... que é quando segredos começam a ser revelados e relações postas a prova.

Eu amo um bom drama e os dramas que Jong Suk fazem sempre tem um roteiro envolvente, encantador e de tirar o fôlego, tudo é muito conectado, bem pensado e recebemos uns tapas na cara de dar gosto, sem falar que o quanto rimos, choramos e shippamos é sensacional.

Não falarei mais do enredo, falei o suficiente, então vou falar dos protagonistas em si e de detalhes que são extremamente importantes okay?


O casal principal é ao mesmo tempo simples e impossível, são tantas as coisas que se colocam entre eles que você pensa como a coisa vai de fato dar certo, pois como se não bastasse ela ser filha da mulher que ele mais odeia, ela também foi criada como sua sobrinha e aparentemente nem mesmo gosta dele da forma como ele sempre gostou dela. Mas as coisas se deram de maneira tão natural, foi tão singela que você realmente acredita no casal, vê o que eles vêm um no outro e desejam que eles fiquem juntos, pois a química é inegável! (E gente, amo a Shin Hye, mas olha, melhor shipp dela até hoje!!!) Tão inegável que nem mesmo o surgimento de uma figura - que também é maravilhosa - faz com que ela titubeie com relação ao seu amor.

Outro ponto muito importante foi a família e sua importância, quando se conhece mais um pouco a cultura coreana você passa a perceber o valor dos familiares para eles e meu Deus, o vô e o pai de In Na me conquistaram totalmente, mais de uma vez eles roubam a cena e que atuação!!! Mas se engana se voc~e pensa que só eles são importantes, a mãe de um dos colegas de In Na também é uma peça chave na trama, assim como o irmão de Dal Po e principalmente a mãe de In Na.


E ai chego na nossa vilã... e nossa, como eu fiquei P da vida com essa mulher, ela é uma repórter que ao longo do drama nos ensina em contra ponto com In Na, Dal Po, Bum Jo e Yoo Rae, o que um repórter não deve ser e o quanto a mídia pode ser manipulada e manipulável.

O drama faz uma verdadeira e profunda crítica ao poder que uma palavra tem e principalmente à responsabilidade das emissoras de tomarem o devido cuidado e procurarem relatar a verdade de fato para que não destruam a vida de pessoas e não levem o destino e opinião de milhares para os lugares errados.

E sinceramente? Ainda há muito sobre esse drama a ser falado, são tantos momentos, são tantas lições, tantas coisas fofas e que se fosse um livro seriam quotes, mas não quero estragar toda a surpresa, só quero deixar um gosto de quero mais, então vejam sim?




Postado por
Agatha


18 comentários:

  1. Olá Agatha
    Eu também amo um bom drama e é claro que já fiquei curiosa sobre esse, especialmente diante de sua empolgação, que você não consegue esconder rs. Deve mesmo ser uma trama beeem complexa.. Adorei os pontos que você destacou e espero conferir também. Obrigada pela indicação!
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa é um drama imenso mesmo. A única coisa que não me agrada é ser um filme asiático ou coreano, não sei dizer. Não curto este estilo e não sei dizer o motivo, já que via muito e deve ser por causa disto. Acho que depois fica tudo muito igual. Mas a premissa é ótima.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Agatha,
    Que filme intenso e dramático. Achei bem legal abordar a questão da força da palavra e como é necessário ter o cuidado para relatar a verdade nua e crua. Entretanto, apesar disso, não fiquei muito interessada em assistir. Acho que é por conta do drama intenso, mas, vou indicar essa obra para uma amiga que é viciada. Tenho certeza que ela vai gostar.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Nunca assisti um dorama, mas já vi a chamada de alguns e achei muito parecido com uma novela mexicana, se é que isso é possível, por conta de todo o drama mas com o diferencial de ter um pouco mais de comédia. Talvez eu esteja falando besteira, afinal nunca assisti nenhum, mas mesmo como seu post fiquei com a impressão de que a comédia é algo muito presente.
    Beijos!

    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  5. Há momentos em que adoro assistir dramas e acredito que esse é uma ótima indicação. Nunca tinha ouvido falar sobre ele antes, é a primeira vez. E eu fiquei bastante curiosa. Obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Tenho ouvido muito falarem dos doramas. Mas nunca assisti nenhum. A trama desse parece até interessante, mas fico com o pé atras pois tenho a impressão que vão me lembrar muito as novelas mexicanas e não sou muito fã do humor asiático.
    Vou dá uma olhada na rede para ver se acho esse aqui e tiro uma conclusão melhor.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Eu sou de momentos e tem momentos que quero assistir algum drama, mas outros eu prefiro algo mais agitado. Adorei a sua analise, destacou ótimos pontos e fiquei bem curioso. Desejo muito assistir esse filme, apesar de nunca ter assistido nenhum filme asiático. Obrigado pela indicação!

    https://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não vejo doramas, mas sei que eles tem muitos fãs espalhados. Apesar de gostar de dramas, não será desta vez que verei e conhecerei o formato dorama.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Não conhecia dorama, mas achei interessante a sua descrição e empolgação. Parece bem oscilante e acho que isso torna tudo mais engraçado e curioso.
    Anotei a dica para pesquisar mais.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  10. Hey!
    Isso aí é tipo um seriado? Pois me interessei bastante, embora não esteja tendo tempo suficiente pra acompanhar série. Adorei ver a sua empolgação, e parece ser um passatempo vem dramático e divertido (essa coisa da mentira e soluços). Adorei conhecer um pouco da história, está anotadinho aqui a dica.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. faz muito tempo que não assisto um dorama, e tinha o hábito de ver mais os japoneses, mas gosto da cultura coreana e já fiquei super a fim de assistir esse... pena estar tão sem tempo... =T
    mas vou tentar procurar os capítulos e ir assistindo aos poucos, mas pelo que sou ansiosa vou querer ver tudo ao mesmo tempo xD
    e esse gif fofo ao fim da resenha? já deu vontade de shippar o casal kkkkkkkkkkkkkk
    bjs...

    ResponderExcluir
  12. Nunca assisti nenhum tipo de Dorama. Já li algumas resenhas a respeito, mas até agora não me interessei em conhecer. Mesmo gostando de dramas, esta dica eu vou deixar passar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Embora esse filme/dorama não me cativa em nada, achei muito legal que essa tenha a abordagem em relação ao que é dito para o público e as consequências que elas podem gerar.
    Não me lembro de ter assistido nenhum filme de tal nacionalidade, o que me deixou levemente curiosa para ver como é.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Minha irmã adora Doramas, mas eu nunca me senti atraída. Mas ao ler sua resenha, menina, fiquei muito empolgada, adoro dramas, acho que passarei a tentar assistir. obrigada pela dica. Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oie!!
    To só anotando as dicas de doramas que tenho visto muito nos blogs. Nunca assisti nenhum, mas morro de vontade de conhecer. Achei a ideia desse bem original, mesmo sendo uma coisa meio Pinocchio.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Amei! Ainda não tinha lido nada sobre a série, mas parece ser destruidora e tocar os que assistem, com bons atores. Parece uma série bem construída e com personagens envolventes, alem de cenas de tirar o folego, alem de dramas familiares e muito humor, quero assistir

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu confesso que nunca vi um Dorama e nem sabia do que se tratava. Tive que ir no Google e ver o que é. Achei a história bem legal e cheia de mistérios, intrigas e reviravoltas. Fiquei curiosa para saber como termina a história do casal principal.
    Adorei a sua crítica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  18. Oi Agatha, tudo bem?
    Menina eu nunca assisti um dorama, acredita? e sempre vejo você falando tão bem deles que minha vontade vem aumentando cada vez mais. Fico feliz em ver que esse te agradou muito e devo dizer que a trama chamou minha atenção, parece ser um drama com alta carga emocional mesmo. Vou ver se consigo assistir uma hora dessas. Adorei a dica!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo