18.8.16

[Meus Devaneios] Se você não levantar e fizer, ninguém vai fazer por você!



Ah vai, ta tão bom aqui na minha zona de conforto fazendo vários nadas. Eu tenho mesmo que levantar? Cara, é só eu esperar que as coisas vão se resolver. Só falta isso, mais isso e aquela outra coisinha se resolver. Pronto, quando estiver tudo arrumado eu corro atrás!

Era esse meu pensamento. Durante dias e dias esperando as coisas aparecerem  prontas na minha mão.  Acomodada? Olha, eu acho que não. É mais falta de noção mesmo.
Caiu a ficha mais idiota da minha vida: Se você não levantar e fazer, ninguém vai fazer por você.
É clichê? bastante. É uma verdade? Com certeza. Mas eu nunca tinha entendido de fato, até acontecer comigo.  Já aconteceu isso com vocês?

Sei lá sabe, quando a gente pede conselhos as pessoas sempre nos dizem o que deveríamos fazer. “você precisa despertar”, “acorda Bia, ficar parada não adianta, assim você nunca vai andar”. E ninguém ensina como acordar, andar e seguir em frente. Acho que as pessoas que dão conselhos na real nem sabem como fazer, mas dão. Porque nós somos assim né? A gente encontra solução pra vida alheia, menos pra nossa.

Eu tava tipo: ta bom vida, qual o próximo nível do jogo? Qual estratégia eu tenho que usar agora? Porque tipo, eu fiz 18 e até agora nada surpreendente aconteceu. Até quando eu preciso repetir essa fase?

“Complicado” Foi a palavra que eu mais disse no último mês. “Difícil” Ta, e ai?
Quando uma amiga vem conversar eu rapidamente arrumo a situação e tento ajudar a solucionar. Porque é tão difícil fazer isso quando é com a gente? Porque a gente não complica menos as coisas?

Foi ai que deu o start pra eu acordar e reagir. Eu PRECISO correr atrás e descobrir como passar de nível. Vai ter um mais difícil que o outro? Sim, quanto mais a gente cresce mais complexo fica. Mas o importante é a gente conseguir solucionar depois e não ficar parada esperando cair do céu todas as instruções do jogo. Afinal, você só tem o controle pra fazer as ações. O resto está com você.  

Eu tava nessa de dar um pause e deixar a mente e o corpo descansar. Acontece que esse intervalo não dura pra sempre. a gente acaba esquecendo como se usa cada atalho pra ganhar.  Pelo menos lembramos de retomar o jogo né? E se for preciso, aprender de novo. O importante é não desistir, mesmo que você pense nisso. Só depende de você.




20 comentários:

  1. Olá
    adorei o texto e concordo plenamente com você. Pode ser um assunto clichê mesmo, mas é a mais pura verdade. Precisamos nos mexer se queremos alguma coisa... esperar alguém fazer por nós não dá certo, é comodismo, é preguiça, é ser sem noção.
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Bia estou exatamente nesse ponto tem algumas coisas acontecendo na minha vida e eu não posso tomar nenhuma decisão fazer nada do que tinha programado é como se eu estivesse presa em um mesmo lugar tive que deixar uns sonhos de lado, desistir de coisas que sempre sonhei por precisar dar prioridade a algumas coisas. Só que acordo todos os dias e me vejo fazendo as mesmas coisas vendo as mesmas pessoas tenho vontade de jogar tudo pro alto e viver minha vida. Ok eu sei que não posso mais sonhar ou pensar não vai me matar kkkkk. Obg pelo post.

    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  3. Que desabafo bom de se ler, e saiba que você não está sozinha nessa, as vezes a gente tem que tomar a direção de nós mesmos e dar um basta na nossa própria inércia.
    Que tudo d~e certo!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Bia,
    Curti muito o seu texto. Nós precisamos seguir em frente para pularmos de nível, alcançar novos objetivos, se não fizermos isso, ninguém fará por nós, essa é a triste realidade. Desistir é uma coisa que não existe no meu vocabulário, preciso sempre tentar e tentar e tentar.
    Adorei seu texto.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Oi, flor!
    Sim, é a mais pura verdade e por vezes a ignoramos, porque ela aparecerá em diferentes momentos das nossas vidas. Sempre estamos em busca de algo que nos faça felizes e, depois que encontramos, voltamos a nos acomodar até que o comodismo passe a nos incomodar e aquela felicidade anterior já esteja anestesiada. Será hora de mudar de novo, de sair da zona e conforto outra vez e de deixar "a ficha cair": se você não caminhar, ninguém vai te carregar.

    Parabéns por ter notado o seu momento! Coragem, flor, e siga em frente. :)

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Adorei as palavras e me fez refletir bastante.
    Estou de certa forma acomodada, dando uma pausa para respirar e enrolando para apertar o START novamente da vida. Preciso acordar também, levantar e correr atrás, porque como foi dito: se nós não fazemos, ninguém vai fazer por nós.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Beatriz

    Excelente texto. Acho que todos nós passamos por fases onde nos acomodamos. E é uma coisa que vai e volta, sabe? A gente se acomoda, aí depois de um tempo acorda pra vida...depois a gente se acostuma e se acomoda novamente...é meio que um ciclo, pelo menos eu acho que é assim, meio que inerente ao ser humano. Por isso é sempre bom a gente se reinventar, fazer coisas novas, se cercar de gente bacana...
    Adorei a reflexão.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Bia!
    Que reflexão legal. Realmente ás vezes não dá vontade de sair da zona de conforto , mas é preciso se quisermos tomar um rumo da vida. Eu já aprendi esse ditado faz um boooom tempo, por isso geralmente não conto com as pessoas e tento fazer as coisas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá
    lendo seu relato me veio à cabeça um livro que li sobre a gente ser o autor da nossa própria história, o livro sugere que sejamos atores no palco da vida e não expectadores. Mais ou menos o que você disse que é preciso acordar e fazer acontecer. Mas é isso... força e vamos seguindo em frente. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Gostei do post e da reflexão. Também coloquei algumas coisas no pause e agora sinto que simplesmente não sei como retomar. É como se realmente a vida fosse um jogo. O jeito é seguir em frente e fazer as coisas melhorarem, ou pelo menos andarem de novo, mas é muito difícil. Acho que é a crise dos "novos adultos".

    Beijos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  11. Sim, com certeza, se queremos atingir nossos objetivos temos que correr atrás. Mesmo que as pessoas tentem nos ajudar, se nós mesmas não colocarmos a mão na massa, não dermos tudo de nós, nossa vida não vai pra frente. Sim, muitas coisas são difíceis de lidar, mas o importante é não desistir.

    ResponderExcluir
  12. Achei seu texto tão honesto e maravilhoso!
    Eu estava pensando sobre isso outro dia, e é complicado, realmente, mas sempre vai ser complicado sair da zona de conforto e simplesmente fazer ALGO.
    Cada dia que passa eu aprendo mais sobre isso, e tem pessoas, amigos meus, passando por algo parecido, mas é difícil tentar ajudá-los a entender isso, né?
    Adorei o desabafo!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  13. Oi Bia!
    Essa reflexão que você fez é muito importante, pois muitas vezes não percebemos que só precisamos levantar, porque se a gente não nos ajuda, quem vai ajudar?
    E uma coisa que você diz é bem verdade, é muito mais fácil tentar ajudar nos problemas dos outros, do que no nosso mesmo... Algumas vezes isso acontece somente porque não queremos encarar a realidade.
    Adorei o texto!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bia.
      Olha tanto meu pai quanto a minha mãe, sempre me falaram isso e mesmo hoje que sou casada e não moro com nenhum dos dois eles continuam falando. Eu sempre corro atrás do que eu quero e faço de tudo (dentro dos limites éticos e morais, claro) para conseguir realizar meus sonhos. Tenho essa consciência de que se eu não fizer nada, ninguém vai fazer por mim. Claro que existem dias em que a gente pode se sentir meio para baixo, com raiva de tudo e sem ânimo para nada, mas aí quando fico assim eu olho para o meu filho todo sorridente e logo me animo outra vez, mas um chocolate quente e um bom livro também ajudam de vez em quando.

      Excluir
  14. Oi Bia, que bela reflexão esta sua! Realmente, há momentos em que precisamos de uma pausa, talvez algumas mais longas que outras, mas é muito importante não esquecermos o quão necessário é voltarmos para a luta, que isso ninguém faz no nosso lugar. Cair, levantar, errar, aprender... coisas que só nós podemos fazer.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Olá! Tudo bem por aí?

    Pura verdade! As pessoas precisam ter mais atitude e pararem de achar que o mundo e as pessoas vao conspirar ao favor de cada um. Parabéns pelo texto, adorei, me fez refletir bastante e creio que todos que leram também.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  16. Realmente hoje está cheio de pessoas querendo e esperando tudo nas mãos. Só digo uma coisa, pessoas assim não crescem na vida. Precisamos nos movimentar, correr atrás do que queremos ou acabaremos nossa vida como comecamos, sem nada.
    www.saotantas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito do seu texto. Enquanto lia ficava refletindo sobre minha própria vida, minhas ações e a falta delas...
    Beijinhos ♥

    Contadora de Histórias

    ResponderExcluir
  18. Realmente, os sonhos não tem pernas, mas nós temos, então vamos correr atrás deles! Tinguem faz nada pela gente, se não nos levantarmos e fazer o que desejamos, também ajudo muita gente, mas na hora que preciso são com poucos que posso contar

    ResponderExcluir
  19. Oá, tudo bem? :)
    Meu Deus, eu me identifiquei muitooo <3 Vem cá e me abraça. Partilhei até um excerto no meu facebook, mas deixei os créditos tá? Amei o seu texto, amei como você conseguiu passar tudo o que eu penso para palavras. Eu não tenho esse dom, mas você tem, e obrigada por partilhar...
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogsot.pt

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo