12.4.17

[Resenha] Crave a marca :: Veronica Roth

I
Crave a marca 
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 480
Skoob  | Goodreads | Amazon
Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth.
Já se imaginou viver a vida inteira num planeta dividido entre dois clãs dos quais somente um é reconhecido como nação?

O livro começa nos apresentando um universo totalmente novo e regido pela corrente, uma força que conecta todos os seres vivos e lhes dá força e poderes. Entre esses planetas, temos Thuve, dividido entre os thuvinistas e os shotet, um povo andarilho que pulava de planeta em planeta se apoderando do que era jogado fora e transformando em novo, mas que finalmente resolveu criar raízes em Thuve causando desconforto entre os povos.

Logo em seguida conhecemos Akos, filho do atual oráculo de Thuve e Cyra, filha do tirano Shotet. Ambos estão em lados contrários de uma mesma moeda e vivem vidas distintas, com realidades bem diferentes e vivências opostas. Enquanto Akos vive uma vida tranquila e repleta de amor, Cyra foi criada desde sempre para ser forte e dura, ser uma líder capaz de salvar seu povo, e tudo só piora quando seu dom da corrente se manifesta, pois agora ela é capaz de causar dor a todos que a tocarem.

Contudo o ápice ocorre quando a fortuna dos jovens é revelada, mostrando a todos quem fará o que no seu futuro e dando início a uma caçada. Nisso Akos e seu irmão são sequestrados e levados como reféns dos sothets, dando início a uma trajetória e amizade que salvará os mundos ou os destruirá.



Como qualquer livro que nos apresenta um novo universo regido por regras desconhecidas e unicamente nomeado, os primeiros capítulos podem ser uma tortura e causar muita confusão, mas persistam, pois vale a pena.

Veronica Roth provou que pode escrever outras coisas e também fazer sucesso, pois ela nos presenteia com uma distopia espacial que me trás boas lembranças e referências e ainda sim é algo novo.

Com uma narrativa alternada entre o Akos e a Cyra, o livro segue intenso e depois de determinado ponto impossível de se largar, pois você se envolveu com os personagens de tal forma que agora você deseja um bom final para eles.

Esse é um livro que vai além da fantasia, ele me fez ver como gostamos de julgar aquilo que não conhecemos e como tudo que precisamos fazer às vezes é olhar pelos olhos dos outros e tentar se colocar em seu lugar, coisa que raramente fazemos e assim não evitamos inúmeros conflitos que poderiam nem existir.

Postado por
Agatha Guedes




2 comentários:

  1. Oi, Agatha! Tudo bem?
    Acho a capa desse livro linda, mas tenho um certo receio em relação a ele, principalmente porque não gostei dá série anterior dá autora, publicada aqui no Brasil.
    E realmente, primeiro livro de uma série costuma ser uma tortura mesmo.

    PS: minha primeira vez aqui, estou te seguindo. ♥
    Bjão
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse não é meu estilo de leitura preferida, mas essa capa me chama tanto a atenção, acho simplesmente tão linda que sempre tenho vontade de ler... rssrsrsrs E com sua resenha, estou pensando seriamente em colocar o livro na minha lista de livros a serem lidos...

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo