4.4.17

[Resenha] O sol também é uma estrela :: Nicola Yoon

O sol também é uma estrela
Autores: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Páginas: 414
Skoob  | Goodreads | Amazon
Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?
Se em um segundo sua vida pode se esvair, imagine as mudanças que um dia não pode causar em sua existência.

Para Natasha e Daniel um dia vai mudar tudo.

Desejoso de encontrar seus sonhos e se tornar um grande astro do cinema, o pai de Natasha deixou a Jamaica e veio ilegalmente, junto de sua família, para os EUA, e assim anos se passaram. Anos de identidades falsas, uma casa apertada, uma vida corrida em busca de serem alguém, uma vida onde o sonho de seu pai aos poucos foi dando lugar a amargura do fracasso e o distanciamento da família.

Uma vida que fez de Natasha uma cientista que acredita em fatos e não deseja para si uma vida cheias de sonhos e esperanças. A realidade é o que é, e é mais fácil viver se você aceitar isso logo. Mas ela não consegue aceitar o fato de que irá ser deportada, não consegue aceitar que a única noite de sucesso de seu pai tenha se tornado a condenação de todos. E ela não vai desistir simplesmente, ela irá lutar e tentar tudo o possível, pois ela ainda tem o hoje e isso pode bastar para fazer a diferença.

Da mesma forma que o pai de Natasha saiu de seu país em busca de uma oportunidade para seus sonhos, os pais de Daniel vieram da Coreia em busca de uma melhor qualidade de vida, lá eles eram pobres, aqui eles conseguiram montar um negócio e viver confortavelmente, mas é difícil deixar suas raízes e mais difícil ainda esquecer dos tempos de fome e pobreza, então os pais de Daniel o ensinaram sobre seus antepassados e o colocaram no caminho do futuro bem sucedido. Uma pena ele não desejar, de maneira alguma ser médico.

Mas ele não pode decepcionar seus pais e por isso, mesmo que cada passo seja como a morte, ele vai nessa entrevista para a segunda melhor universidade e irá orgulhar seus pais. Contudo Daniel não esperava que tantos imprevistos e sinais o levassem até Natasha e esperava menos ainda que só de pôr os olhos nela ele não quisesse deixá-la nunca mais.

Entre os passos que lhe custam pequenos pedaços de sua felicidade e os que lhe são desejados, ele escolhe os desejados e a segue, pois no fundo Daniel é um poeta e poetas acreditam mais que tudo no amor à primeira vista.

Narrado de vários pontos de vistas diferentes e nos trazendo toda a emoção, diversidade e consciência que Nicola Yoon sempre trás, O sol também é uma estrela veio para ficar na minha lista de preferidos e me dar um tapa na cara de tantos ensinamentos, choques e fofuras, pois o livro é muito, muito fofo!

E sinceramente? Vou dar uma de "louca dos dramas asiáticos" aqui e vou dizer que EU SIMPLESMENTE AMEI DE PAIXÃO O DANIEL!!! Sério, os coreanos tem uma cultura muito diferente da nossa, e me desculpem, todo um carisma masculino que eu não sei lidar, e o Daniel é assim, ao mesmo tempo que ele é muito fofo o cara te seduz com cada olhar e frase que sai da boca dele. Oi?! Casa comigo please! Pronto.

Agora meu momento "amei essa guria mega inteligente e empoderada!", porque ela o é galerinha. Natasha nos dá uma baita lição de vida sobre tantas coisas e nos mostra como ou você escolhe viver bem com o que tem ou escolhe se lamuriar. 

No fim esse é um livro que nos mostra muito sobre novas culturas e vivências que não temos normalmente. Nos trás personagens não padrões e polêmicas e reais questões. Nos mostra como é uma vida cheia de preconceitos de todos os lados, uma vida de pressões e escolhas familiares, um cotidiano de segredos e olhadelas, um dia onde tudo isso é jogado para o ar quando você encontra a pessoa certa e sabe que vai ser difícil, sabe que o mundo não está pronto para aceitar numa boa e mesmo assim quer tentar.

E eu poderia ficar aqui falando e falando sobre todas as sacadas nerds, as referências, os momentos fofos e os destaques que me fizeram amar esse livro em sua totalidade, mas isso além de estragar toda a surpresa ainda demoraria muito... Então eu fico por aqui e deixo minha sincera indicação, pois esse é um livro que eu acho que o mundo todo deveria ler e perceber que a diversidade existe e que está na hora de aceitar ela de braços abertos.

Postado por
Agatha


3 comentários:

  1. Já queria ler esse livro,depois da sua resenha então,PRECISO rsrs
    Eu gostei da sinopse e da ideia toda que o livro traz,espero que eu goste :D
    Beijos ^.^
    littlewonderscrm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. terminei o primeiro livro há pouco tempo e achei incrível! AMEI a Maddy, achei a personagem super bem escrita; e, claro, como disse na minha resenha, fiquei mega envolvido!

    amei o post! abraços! <3
    Alex, do blog Um Bookaholic.
    umbookaholic.com | Canal | @umbookaholic: instagram/twitter

    ResponderExcluir
  3. Oi Agatha .Eu estou lendo esse livro e amando.
    Amei a forma que você descreveu o enredo e também estou apaixonada pelo Daniel😍😍.(Vamos ter que o disputar a tapa)

    Concordei com tudo que você escreveu.Sem duvida esse livro vai estar nos meus favoritos no fim do ano

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo