27.5.17

[Cine SB] Crítica: Corra! - Get Out (2017)

Resultado de imagem
"Esse filme é tão Black Mirror!"
Título: Corra! (Get Out)

Ano: 2017
Direção: Jordan Peele
Roteiro: Jordan Peele
Gênero: Drama / Suspense
Duração: 1h44min.
Elenco: Daniel Kaluuya, Allison Williams, Catherine Keener.


Sinopse: 


Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.


Faz algum tempo que eu tenho tentado programar tudo o que vou ler/assistir num futuro próximo. Sou uma pessoa de listas, e eu preciiiiso de um planejamento, mas... De vez em quando, aparece alguma coisa que não dá para adiar, e essa coisa, hoje, é Corra!.

Não foi um dos filmes que eu planejava ver, na verdade, fui descobrir ele pouco antes da estréia, e por incrível que pareça, decidi que não iria assistir por conta do trailer. Pois é, até tive uma vontadezinha por conta do ator, o mesmo de E02S01 de Black Mirror, mas parecia um filme de terror (que eu não vejo), embora com uma crítica ali tão presente, simplesmente tive receio de que o filme não conseguisse abordar o assunto bem.  Fui até as minhas fontes confiáveis. Meu "gostômetro" costuma a bater muito bem com a porcentagem de aprovação do Rotten Tomatoes, e lá estava: comentários muito positivos e uma avaliação muito alta. Ok! Mudei de opinião =) Mesmo se fosse um terror, para aquela avaliação, deveria valer a pena, certo? Cheguei na sala de cinema cheia de expectativas.
Um casal normal: ok. Visitar os pais da namorada: ok. Uma família branca e um pouco intimidadora...Ok? Empregados negros? Ok?? 

Algumas coisas chegam a ser engraçadas de tão estranhas, e em certo ponto, você vai começar a se sentir mal, caramba, como eu me senti mal. O tempo todo, beirando a comicidade, o filme é conduzido pela visão do protagonista e suas descobertas sobre a família da namorada e o comportamento estranho dos negros que trabalham na casa. Há uma preocupação notável em mostrar também a inconformidade de Chris, que em diversos momentos fala como se sente deslocado naquele ambiente e como as coisas estão estranhas. 
O filme também parece ter uma paleta de cores certa para causar ainda mais estranhamento. As pessoas brancas parecem ainda mais brancas, e os negros, pálidos (com exceção de Chris). Fora isso, as coisas são bastante cruas, e as cenas de ação mais para o final são de levantar da cadeira.
E então, vem o drama mais do que bem vindo, na dose certa, e temos um show de atuação de Daniel Kaluuya. 


Corra! não é aquele filme de terror onde o negro morre primeiro. Nesse filme, o vilão não revive várias vezes, o protagonista não corre ainda mais atrás do perigo, pelo contrário, o final dá um tapa em todas essas coisas e quando os créditos começam a passar, você só consegue pensar: NOSSA!!!!!
Um dos melhores suspenses que eu já assisti, e só para não perder o costume: isso é tão Black Mirror!



Postado por: Layane Machado



0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo