5.10.17

[Resenha] Fortaleza Impossível :: Jason Rekulak

Título: Fortaleza Impossível
Autor: Jason Rekulak
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Skoob | Goodreads | Amazon
Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo. Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes. Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV. Como ainda não são maiores de idade para comprar a revista, eles planejam um ousado assalto para roubá-la. É quando Billy conhece a brilhante, enigmática e também nerd Mary Zelinsky, e tudo começa a mudar...
Will, Clark e Alf são três amigos que estão na fase da adolescência. Eles são apaixonados por uma apresentadora de TV, Vanna White, e descobrem que recentemente essa mesma atriz apareceu em uma edição da Playboy. Acontece que eles precisam ter essa revista, eles querem muito ver as fotos da apresentadora e, como eles são menores de idade, acabam tramando planos para conseguir a Playboy. Ou seja, o plano principal é surrupiar a revista da loja (ou conseguir alguém para fazer isso). Entre esse desejo de conseguir a revista e seu interesse por códigos e computadores, Billy acaba conhecendo uma garota que demonstra os mesmos interesses em tecnologias, o nome dela é Mary e é uma nerd de carteirinha que também adora programação.

Quando Billy conhece Mary, além de ver mais uma oportunidade de conseguir a revista (porque ela é filha do dono da loja), ele também descobre um concurso de programação/criação de jogos para computadores e acha que a garota pode o ajudar a conseguir o prêmio, que é o computador mais moderno da época. Então ele tem a mente dividida em dois objetivos: conseguir a revista e o concurso, ele acaba ficando confuso no decorrer da história sobre para o que dar mais atenção. Além dos sentimentos que vão surgindo, Billy gosta da companhia de Mary e começa a se sentir culpado por estar se aproveitando da boa vontade da garota e enganando-a. 

É nessa ambientação dos anos 80, que somos apresentados a personagens super cativantes e divertidos. Temos uma história com personagens reais e que demonstram comportamentos da idade deles mesmo, a curiosidade e a inocência, por exemplo. Temos referências a esses anos que foram cheios de revoluções em jogos e em música. O livro é cheio de referências que para quem não nasceu nos anos 80 (como eu) talvez não compreenda, mas algumas outras eu até consegui pegar. Deve ser muito legal para quem nasceu na época, porque consegue reconhecer todas as referências. 

Jason Rekulak soube me deixar curiosa a cada capítulo lido, fazendo-me perguntar qual seria o desfecho e como aquilo tudo iria se desenvolver, principalmente como Mary ficaria quando soubesse que Billy estava se aproveitando dela. Além do tema de jogos, aborda temas adolescentes, tecnológicos e a amizade de um jeito que não deixa a narrativa cansativa. É um livro super rápido de ler, com uma leitura descontraída e eu achei a capa bem bonita, combina bastante com as temáticas. Recomendo.

Por Amanda Pires

0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo