controles do slide

4.2.21

[Resenha] De Repente uma Noite de Paixão :: Lisa Kleypas


De repente uma noite de paixão 
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Adicione a sua lista de desejados e/ou compre em:  Skoob  | Goodreads | Amazon Americanas Submarino  
Sinopse: Não há espaço para romance na vida da escritora Amanda Briars. Reconhecida no meio literário londrino, ela realiza as próprias fantasias através das personagens que cria em suas histórias de amor. Em nome da liberdade, está satisfeita em viver na solidão.
Amanda só não quer completar 30 anos sem nunca ter experimentado o prazer, e a solução mais discreta é contratar os serviços de um profissional. Quando o homem aparece à sua porta, a atração entre os dois é evidente, mas, para frustração dela, ele interrompe a noite de paixão no meio e vai embora.
Uma semana depois, ela o reencontra em um jantar e descobre que Jack Devlin é, na verdade, seu novo editor. Amanda fica mortificada.
Porém as lembranças daquela noite permanecem vivas na mente dos dois, e basta uma centelha para que o fogo entre eles se reacenda. Só que Jack, filho rejeitado do nobre mais notório de Londres, tem o coração endurecido e não acredita no amor, enquanto Amanda resiste ao desejo crescente em nome de sua independência.
Quando o destino entrelaça suas vidas, suas convicções mais profundas entram em choque. Agora os dois precisam decidir se, depois de conhecerem a verdadeira paixão, conseguirão voltar a se satisfazer com menos que isso.

Amanda Briars é uma renomada romancista, o que poucos sabem é que ao contrário de seus personagens ela nunca experimentara o arrebatamento de uma paixão, e seu objetivo era envolver-se com o sexo oposto antes de completar 30 anos, mesmo que por uma noite. É então que engolindo qualquer possibilidade de constrangimento, Amanda contrata uma profissional e requer que ela lhe designe um ‘‘amante de aluguel’’, alguém que torne memorável a noite do seu aniversário de 30 anos.

Assim que o estranho bate à porta de Amanda ela acha a própria ideia absurda e se questiona quanto ao plano de perder a sua virtude naquela noite. Entretanto, mesmo com diversas ideias contraditórias circulando a sua brilhante cabecinha, Amanda acaba caindo na lábia do belo exemplar que adentrou a sua residência, Jack. Ela se surpreende não só pela beleza, mas por conseguir ter uma conversa eloquente com ele.

‘‘- Acha lamentável ser decidida?
- Em um homem essa é uma qualidade admirável. Em uma mulher, considera-se um defeito.
- Eu não considero. – Ele deu um gole no vinho e relaxou na poltrona, examinando-a enquanto esticava as longas pernas. Amanda não gostou do modo como ele pareceu estar se acomodando para uma longa conversa. – Não vou permitir que fuja da minha pergunta, Amanda. Explique por que contratou um homem para esta noite. O olhar intenso a desafiou a cooperar.’’

Eles acabam ficando juntos e Amanda enfim descobre o que é o prazer, entretanto a noite acaba sendo encerrada antes da hora quando Jack decide ir embora sem dar o passo adiante quanto a desvirtuar Amanda, deixando a protagonista sem conseguir entender a razão da noite ter sido encerrada de forma abrupta.

Mesmo sentindo-se constrangida pelos eventos ocorridos na noite, Amanda se sentia de certa forma tranquila ao pensar que nunca mais veria o desconhecido do seu aniversário. Contudo, toda a sua tranquilidade vai por água abaixo quando Amanda conhece o Sr. Devlin numa festa e descobre quem ele realmente é e como a sua fama o precedia, e tem uma surpresa estarrecedora ao descobrir ela já conhecera o prestigiado editor literário, ele havia revelado muito a Amanda, assim como ela lhe revelara muito de si em sua casa quando completara 30 anos. 

Amanda não apenas fica chocada com o desenrolar da situação visto que o seu convidado não lhe revelara a verdade quanto a quem de fato ele era, e fica claro que há uma história por trás de sua visita a casa dela. Apesar do choque inicial, a senhorita Briars acaba tendo Jack como editor da sua próxima publicação após uma insistência indecorosa por parte dele. Será a publicação de uma obra antiga que o editor adquiriu os direito e que precisa ser revisada para posterior publicação, sendo um trabalho a ser feito por duas pessoas, a escritora e o editor. Mas será que com toda a proximidade que o trabalho exige eles conseguirão superar o desejo que surgiu na noite em que se conheceram ?

‘‘As palavras que Amanda escrevera o haviam assombrado muito antes de conhecê-la. Agora, depois do encontro ardente que tiveram, Jack queria mais. Ele gostava do desafio que ele representava, das surpresas que apresentava, do fato de ter se saído tão bem sozinha. Eles eram semelhantes nesse ponto.’’

Amanda é uma escritora independente e obstinada, mesmo tendo vindo de uma família que preza pelas tradições, tornou-se uma mulher londrina moderna, ela mora sozinha e tem ideias além de seu tempo. Amanda é uma mulher culta e preza pela sua liberdade que foi adquirida graças ao dinheiro advindo de suas publicações, ela dá valor ao seu trabalho e ao que conquistou através dele.

Enquanto Jack, filho bastardo de um nobre, é um personagem com um passado tempestuoso e privado que vê o quão hipócrita a sociedade londrina é, logo, não liga para certas diretrizes impostas. Ele se vê intrigado com relação a Amanda e pelo fato de ela ser uma mulher multifacetada, ela o intriga e atrai com sua personalidade única, além da óbvia atração física que nutrem. Jack é um personagem perspicaz e muito inteligente, entretanto sofrimentos e traumas do passado podem fazê-lo cego com relação a oportunidades raras que passam por ele.

‘‘Cavalheiros não queria esposas com mentes bem-desenvolvidas. Queriam esposas atraentes, que  nunca os questionassem nem discordassem deles. E com certeza não buscavam mulheres de imaginação vibrante, que sonhavam com personagens de livros. Assim, as duas irmãs mais velhas e mais bonitas haviam conseguido de casar, e Amanda se dedicara a escrever romances.’’

A leitura de De repente uma noite de paixão foi encantadora! Adorei o fato de a autora ter introduzido como protagonistas personagens tão fortes e com personalidades e características diferentes das quais estou habituada a encontrar nos livro de romance de época, são personagens com defeitos e qualidades, sendo que ambos são lutadores e prezam pela sua liberdade. Ao longo do livro é explicado as suas respectivas motivações e histórias por trás delas tornando muito fácil ter empatia por eles e desejar que tenham um bom final, mesmo que por vezes sejam cabeças duras com relação a certas decisões.
 
Ainda, o fato dos protagonistas não serem tão ligados as amarras impostas pela sociedade mostra uma outra perspectiva quanto ao período em que vivem; eles sabem os limites que devem seguir, mas tem consciência de como muitos dos ditames são ridículos e quando tem oportunidade simplesmente fazem o que bem entendem, sendo esse um dos diferenciais dessa obra. Além de conhecermos um pouco sobre como era e funcionava internamente o mercado editorial na época em que os livro eram produtoa de luxo.

Finalizo dizendo que gostaria muito que esse livro integrasse uma série, sei que iria gostar de ler outros livros com a mesma fórmula de composição que De repente uma noite de paixão teve. Já que isso não é possível visto que esse é um livro stand-alone, lhes garanto que lerei outras obras da Lisa Kleypas torcendo para que me arrebatem tanto quanto essa leitura.


Me conte nos comentários se você costuma ler livros de romance de época e se já leu algum outro livro da Lisa Kleypas?

comentários pelo facebook:

12 comentários

  1. Oi, tudo bem? Confesso que nunca mais fui atraída pelos romances de época, acho-os formulados demais e previsíveis. Não leria este e, por mais que você diga que não, eu vi mais do mesmo (pelo menos para este gênero). As personagens são típicas e essa liberdade que, geralmente, existe neste gênero não parece muito verídica, sabe? Então, não me convence. Nunca li nada da autora e acho que nunca lerei, mas que bom que gostou da leitura. O único ponto que mexeu comigo foi o mercado editorial da época, achei bem inusitado, nunca tinha visto um livro de época abordar essa área. ótima resenha, mas passo a dica hehe.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Estou bem e você?
      Romances de época de fato são romances clichês. Tem algo mais clichê do que saber o final de um livro? Sendo que para se enquadrar ao gênero uma das certezas é que o casal principal vai ficar junto, então sim, nesse aspecto são livros previsíveis. O que difere um livro do outro nesse gênero é a escrita das autoras, as nuances do enredo, caracterização, entre muitas outras coisas. Se você só analisa o plot principal, realmente você verá qualquer romance de época como “mais do mesmo”, tem que gostar desse tipo de leitura para se dar a chance de conhecer outras obras e ver o que cada uma trás de único além do plot principal. Eu gostei desse livro pois como leitora do gênero eu vi características novas que não havia lido até então em outros livros do gênero.
      Ademais, que bom que minha resenha te ajudou a ver que esse não é o livro ideal para você, espero que possa aproveitar alguma de nossas outras dicas dos variados gêneros literários que abordamos por aqui.

      Abraços,
      Andy.

      Excluir
  2. Oi, Andy. Como vai? Que bom que o livro tenha lhe causado uma boa sensação ao lê-lo. Leio com muito pouca frequência romance de época, sendo assim não li este livro, mas ao que parece a trama é bem elaborada, não é mesmo! Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Sim, eu adorei o livro! Achei uma leitura um pouco diferente dos demais livros do gênero.

      Excluir
  3. Olá Andy,
    Adorei ler sua resenha, senti lendo tudo que senti lendo o livro. Eu sou fã da escrita da Lisa e esse também me encantou, mesmo não sendo o meu favorito dela.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Bom saber que você gostou dos outros livros da autora, já quero ler todos!!

      Excluir
  4. Oi Andy,
    Acho que é a segunda resenha que vejo desse livro e fico feliz em saber que curtiu tanto. também achei que fosse de uma série... Vou anotar aqui pra ler depois. Obrigada pela indicação.
    Bjos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kelen! Tudo bem?

      Espero que goste da leitura tanto quanto eu <3

      Beijos

      Excluir
  5. Oi Andy!

    Sendo sincero eu não gosto muito do romances de época, mas, eu estaria mentindo se eu dissesse que as premissas dos livros não extremamente atraentes e apelativas kkkkkk Acredito que essa seja uma leitura incrível para quem gosta do gênero!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Realmente são apelativas, rs, mas acho que por ler tantos livros do gênero acabei me acostumando com essa parte, rs.

      Beijos

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    A Lisa Kleypas é a minha autora favorita de romances de época e já digo que recomendo todos os livros dela. Porém, preciso dizer que esse livro me decepcionou um pouco. Eu amei o fato dos personagens não se prenderem a amarras sociais e o fato da Lisa ter mostrado um pouco sobre o mercado literário da época. Porém, algumas atitudes da Amanda da metade para o final do livro me incomodaram muito e achei que ela foi muito imatura.
    Mas que bom que sua experiência com o livro foi melhor do que a minha e amei ler sua resenha. Espero que goste dos outros livros dela também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Também achei a Amanda imatura em algumas partes, cheguei a ficar um pouco irritada, mas por sorte o destino ajudou e o mocinho é bem determinado, a ponto de compensar essa parte.
      Já estou ansiosa para ler os outros livros da autora.
      Beijos

      Excluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

últimas resenhas