25.3.15

[Meus devaneios] Efemeridade da vida, por isso aproveite


Estou olhando para um ponto fixo no vazio infinito de uma parede totalmente branca, tão vazia quanto estou agora neste exato momento, minhas emoções são puro tormento, me causando confusão e desacelerando meu coração cansado e traumatizado.
Não sei o que dizer, fazer ou ser, neste exato instante sou uma casca ambulante do que eu fui noite passada, antes da notícia pesada... Ela não está mais aqui, nunca mais verei seu sorriso fanho, seus olhos castanhos ou seus gestos estranhos, ela se foi e com ela levou uma parte, mesmo que pequena de meu mundo, mundo este que agora existirá somente em minhas lembranças da infância todas meio borradas e um tanto quanto bagunçadas.
O pior mesmo não é sua ausência em minha vida, mas a dor estampada no rosto de quem amo tanto e que agora perderam seu rumo antes tão seguro, a falta de grandes emoções, as lágrimas por mim não derrubadas, todas fortemente barradas dentro de mim me causam instabilidade, mas a vida não se importa com afinidades, não escolhe quem, quando, onde, para ela não importa, de maneira alguma, o quanto ela era querida, almejada, desejada e amada, até mesmo necessária, seu tempo acabou e ela a levou. Num passe de mágica.
Quando olho para trás, para o que poderia ter sido, aí sim quero chorar e desejo voltar, urgentemente, para lhe dizer o quanto a amo e lhe agradecer por todos os confortos e momentos preciosos, para chorar em seus braços e compartilhar minhas melhores lembranças, sobre as mudanças que sua pessoa fez em mim e lhe dizer sobre meu respeito sem fim, mas ela se foi e agora eu só posso jogar aos céus minhas palavras não usadas e minhas lágrimas não derramadas, que molharão a terra, e mesmo assim não chegarão a ela.
Por isso não esperem, não desejem, não planejem, não adiem, sejam vocês corajosos e mesmo que lhe pareça bobo e vergonhoso diga "Eu te amo" para todos aqueles em que seu coração se apertar ao pensar em perder, não hesite em usar belas palavras, em demostrar o seu amor se assim seu coração desejar, não se deixe levar pelo depois quando não se sabe nem mesmo se ele existirá, não deixe pendências por conta do orgulho, não vale a pena, não perca tempo, não seja tímido, nós só temos uma vida e não podemos desperdiçar preciosos momentos com besteiras sem fundamento. 
Carpe diem meus caros!!! Aproveitem o dia como se ele fosse o último sempre, sempre e insistentemente, distribua abraços, demostre contato, distribua amor imediato, seja alegre, consciente, não hesite, lhe diga, arranque sorrisos, surpresos e desejados, seja imprevisível e sempre amado. Não espere, não adie, não vale a pena depois correr e se encher de palavras que agora soltas no mundo nunca chegarão aos ouvidos e sentidos de quem deveriam.

2 comentários:

  1. Olá,
    Adorei o post, me fez refletir. Muito bom.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo