24.1.17

[Resenha] Magônia :: Maria Dahvana Headley

Magônia - Magônia #1
Autora: Maria Dahvana Headley
Editora: Galera Record
Páginas: 308
Uma fantasia original com ótimos personagens, complexidade emocional e um universo fantástico. Aza Ray nasceu com uma estranha doença incurável que faz com que o ato de respirar se torne mais difícil. Aos médicos só resta prescrever medicamentos fortes na esperança de mantê-la viva. Quando Aza vê um misterioso navio no céu, sua família acredita que são alucinações provocadas pelos efeitos do medicamento. Mas ela sabe que não está vendo coisas, escutou alguém chamar seu nome lá de cima, nas nuvens, onde existe uma terra mágica de navios voadores e onde Aza não é mais a frágil garota enferma. Em ''Magônia'', ela não só pode respirar como cantar. Suas canções têm poderes transformadores e, através delas, Aza pode mudar o mundo abaixo das nuvens. Em uma brilhante e sensível estreia no gênero young adult, Maria Dahvana Headley constrói uma fantasia rica em nuances e cheia de simbolismo..
Algo que inicialmente me atraiu em Magônia foi essa capa diferente e linda! Contando ainda com uma premissa instigante que promete uma boa dose de fantasia com direito até a indicação feita pelo Neil Gaiman, tive a certeza de que o livro da Maria Dahvana Headley seria a minha próxima leitura e que ela me surpreenderia. Mal sabia eu que seria transportada a um mundo nas alturas! Quer saber mais sobre Magônia? Então continue lendo.

Aza Ray desde criança tem problemas respiratórios, eles são tão graves que fizeram a sua mãe se dedicar ao estudo e criação de drogas que possam amenizar um pouco o sofrimento da filha, e é graças a isso que Aza ainda vive, ou melhor, sobrevive, ultrapassando em anos as expectativas de longevidade dada pelos médicos.
‘‘Disseram, quando eu tinha 2 anos, que teria sorte se chegasse aos 6. Quando fiz 6, disseram que seria sorte alcançar os 10. Quando cheguei aos 10, todos ficaram espantados, e então disseram 16.
E aqui vem 16, movendo-se agilmente em nossa direção.’’
É quando está próxima de completar seus inimagináveis 16 anos que Aza começa a ouvir vozes. Ela não consegue deixar de se questionar sobre essas alucinações que logicamente só podem ser causadas pela sua doença. A jovem começa a ver movimentos no céu e formas parecidas com navios, uma voz fica constante e urgentemente chamando-a e pássaros começam a agir de forma estranha e a se meterem no seu caminho.

Depois de algumas conversas com seu melhor amigo, Jason, o único da sua idade que a vê além do estereótipo de ‘‘garota doente que está à beira da morte’’ eles entram em um tópico que desperta a atenção de Aza: Magônia, um lugar onde seres vivem nos céus e barcos não ficam no mar. Mas e se Magônia não for só uma lenda?


Após alguns eventos possivelmente traumáticos, Aza acorda e se vê em um lugar único. Quem aí disse Magônia, acertou. Finalmente descobrimos as razões por trás de tudo o que ultimamente vinha acontecendo com ela, também somos, junto a Aza, apresentados a um mundo único! Em Magônia Aza descobre o que é respirar bem pela primeira vez em quase 2 décadas, descobre que é uma herdeira e que dela é esperado o cumprimento de muitas responsabilidades e que cantar pode ajudá-la para que tudo seja feito mais rapidamente.
‘‘Porque a Aza Lógica, a Aza Racional, fica querendo acordar; sacudir alguém pelos ombros e gritar: Navios não voam! Não se pode fazer algo apenas cantando!
Só que eles podem. Magonianos podem.’’
Em Magônia vivem seres mágicos e antes inimagináveis, cada um com características únicas, nele Aza finalmente pertence a um lugar e descobre as suas origens, ou parte dela, também enfim descobre o papel dos pássaros que outrora a cercavam, bem como, suas verdadeiras identidades e fica fascinada por tudo o que seus olhos conseguem ver. 
‘‘Baixo o olhar, para além de todos os navios no céu, além das baleias de nuvem e neblina, e subitamente, abaixo de mim, há um tabuleiro de grandes verdes e estradas e construções. A Terra. Fico paralisada de saudade, mas não tenho permissão de continuar olhando.’’
Só que a família humana de Aza sente muito a sua falta e Jason, que também narra alguns capítulos, simplesmente não está disposto a deixar de lado e a abandonar a amiga sem ter respostas, então iniciará sua própria jornada para encontrar Aza. Enquanto isso, Aza poderá descobrir motivos sórdidos por trás do seu retorno e de como querem usar a sua voz, seu dom; sem contar com a perspectiva de escassez de alimento já que seu povo é muito dependente da agricultura terrestre.


Já lhes digo que uma coisa que não faltou à Maria Headley na hora de escrever esse livro foi criatividade! Magônia transborda riqueza de detalhes e originalidade, a autora consegue nos transmitir tudo de uma forma tão intensa que minha imaginação criou asas na hora de tentar visualizar tudo o que a autora inseriu na trama. Todavia, acho que a autora poderia ter dado um pouco mais de atenção ao desenvolvimento dos personagens e de algumas cenas, como as que ocorrem no navio, e, infelizmente, ficaram algumas questões em aberto, creio que esses pontos serão desenvolvidos no próximo livro de forma a sanar minhas dúvidas e curiosidades, ainda digo que esperava um final diferente, então só me resta aguardar pelo lançamento da sequência para saber o desfecho.

Os pontos negativos foram eclipsados pelo universo único que me foi apresentado. Não consigo imaginar nenhum outro livro que se compare ao que eu encontrei em Magônia. Posso apenas fazer uma referência ao dizer que se você conhece o universo criado pela Laini Taylor em Feita de Fumaça e Osso (resenha aqui), você ficará admirado com o tralhado bem feito da Maria, ela e a Laini sabem o como criar uma ótima fantasia mesclando o mundo real com o fantástico.
‘‘Sinto-me num livro escrito por George Orwell.
Só que isso é melhor que Orwell. Isso é a revolução dos bichos com Peter Pan, com... baleias-tempestade e homens-pássaro. E, de alguma maneira, é tudo real. Preciso ficar lembrando a mim mesma que aquilo tudo é real.’’
Para os fãs de literatura fantástica e/ou livros Young Adults (para o público jovem adulto), e que gostam de estórias de pirata/navegantes bem diferente, Magônia é um must-read. Maria Dahvana Headley simplesmente nos transporta através das páginas para um mundo colorido e de canto para o qual iremos sempre querer mais e mais. Ansiedade para o próximo livro define! Mais do que saber o destino dos personagens, quero é viajar para esse mundo único que é Magônia e a perspectiva do que me aguarda no próximo livro me deixa eufórica!


A série Magônia, escrita pela Maria Dahvana Headley é composta pelos livros:
1. Magônia
2. Aerie  (ainda não foi publicado em pt)

Para saber mais sobre cada livro basta clicar no referido título



21 comentários:

  1. OMG!! Confesso que embora a capa tenha me atraido, como você foi, eu fui deixando passar na minha lista de livros para ler.Mas depois da sua resenha vou até passar ele mais para frente. Adorei saber que a autora é original e criativa. Agora fiquei bem curiosa!!

    Beijos
    Fran
    Diario de uma Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  2. Desde que o livro veio para o Brasil estou de olho, mas confesso que estava com um pouco de medinho... Sua resenha me ajudou bastante, bora colocar na listinha! :D

    ~ Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir
  3. Tá aí um livro que vou anotar para próxima leitura!Ótima resenha, beijos 😘

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar desse livro, mas ainda não tinha despertado minha atenção até agora! Vou adiantar a leitura dele (:
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu vi esse livro no insta (muitas vezes rs), a premissa me instigou a querer saber mais sobre a obra.
    Sua resenha despertou muito o meu interesse, adorei!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Eu tinha colocado esse livro na minha wishlist, mas sempre acaba comprando outro na frente e acabei esquecendo ele! Ainda bem que achei sua resenha, me fez perceber que estou perdendo um livro incrível e que preciso lê-lo logo.

    ResponderExcluir
  7. Quero ler esse livro só por ter sido indicado pelo Neil Gaiman <3 Amo fantasia e essa premissa me chamou muito atenção. Apesar de alguns comentários negativos que vi, ainda quero muito conferir essa história e espero curtir bastante.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura || Participe do top comentarista e concorra a um livro de sua escolha.

    ResponderExcluir
  8. Oi Andreia, tudo bem?

    A capa desse livro é magnífica, acho que leria paenas por ela, pois sou dessas haha Quanto a história, parece ser um tanto quanto devagar no incío, mesmo com uma personagem tão "pertubada". Fiquei curiosa para ver como a autora tratou a fantasia, pois você frisou que foi algo particular e único. Sua resenha está ótima e fiquei anseiando por mais, irei anotar a dica!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oie Andréia =)

    Li Magônia no ano passado e vou te confessar que não foi um livro pela qual eu cai de amores rs...

    Achei a história um pouco amarrada e com desenvolvimento lento. Sem falar que não vi a necessidade da autora inserir um bendito triangulo amoroso na história.

    Mas adorei o Jason e por causa dele pretendo ler o próximo livro rs...


    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  10. Oie,

    Realmente a capa do livro é linda, mas acabei deixando ele para depois na lista para ler, mas agora depois da resenha, me animei e ele volta para a lista dos proximos... que já é bem longa haha

    Adorei que a autora tenha sido criativa e original, porque cansa ler mais do mesmo né.

    Beijos,
    Fran | Diário de uma Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  11. Oiii
    Realmente a capa é linda e encantadora. Posso estar falando besteira, mas quando li a sinopse do livro me lembrei instantaneamente de "Peter Pan", acredita? rsrs Não sei se por ela "viajar" pelo céu..
    Tô impressionada que essa bem fantasia seja livro de estréia da autora. Acho que teremos muitas coisas boas futuramente. rsr
    Bjoo

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Esse é o tipo de história que eu adoro. Amo o gênero fantástico e saber que essa história possui um lado único, despertou ainda mais meu interesse.
    Certamente anotarei essa leitura!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Não o conhecia, mas se tem indicação do Neil, então vou passar longe. Infelizmente, fantasia não é meu longe, pois as histórias não me prendem. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  14. Eu também li esse livro e gostei bastante, acredito que não tanto quanto você, mas ele realmente oferece algo completamente diferente. Não sabia nada sobre o enredo quando iniciei a leitura, então me surpreendi muito ao conhecer Magônia e esses piratas do ar, e depois daquele final nem sei o que esperar... rs...

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Ainda não li esse livro, mas fiquei bem intrigada com ele desde o lançamento, pois já li fantasias de todos os tipos, mas nada parecido com esse. Achei bem legal você ter dito que é uma obra que esbanja criatividade e curiosa para saber o que vai acontecer, apesar de confessar que vou esperar antes a continuação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    A capa desse livro é realmente lindo, e a premissa parece fazer jus a arte utilizada, amei o enredo do livro e sua resenha. Gosto de fantasia e gosto de YA, os dois juntos então amo mais que chocolate kkkkkkkkkkkk já incluindo no quero ler do Skoob.

    Beijokas e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  17. Oi!

    Gostei bastante da narrativa, todas esse local mágico meche com minha imaginação e concordo com vc a capa é linda e propicia uma curiosidade saudável para adentrar nesse mundo maravilhoso. Não conheço a autora mais esse mundo de fantasia me impacta de forma positiva e por isso quero saber mais sobre o livro, então obrigada pela dica. Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Nossa que capa maravilhosa! Se eu visse na livraria com certeza teria comprado pela capa. Mas daí eu vi aqui e que história!!! Adoro a mistura de fantasia e realidade e piratas com muita aventura! Achei super diferente a premissa e obviamente já lasquei o livro na minha wishlist! ;)

    ResponderExcluir
  19. Olá, não conhecia a obra...achei a capa linda e a sinopse me deixou bastante curiosa. Adorei a resenha!
    Como adoro fantasia, certamente que vou querer ler também!

    Beijokas da Quel ¬¬

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Realmente, a capa de Magônia é magnífica! E só por ela já dá muita vontade de ler o livro. Mas o enredo também é super interessante e já fiquei louca para ler só com os detalhes que você deu na resenha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Oii.. Tudo bem?
    Eu to louca pra ler esse livro desde a primeira vez que o vi, logo quando lançou. Sempre coloco ele no carrinho na Amazon, mas acabo dando preferência a comprar outros. Mas vou comprar ele, sim. Vou ler, sim!
    Ele parece ser fantástico, maravilhoso. E com essa capa linda então.. Aumenta ainda mais a vontade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo