controles do slide

12.2.21

[Resenha] O Despertar do Príncipe :: Colleen Houck


O Despertar do Príncipe - Deuses do Egito #1 
Editora: Arqueiro
Páginas: 384
Adicione a sua lista de desejados e/ou compre em: Amazon   
SinopseAos 17 anos, Liliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade.
Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem.
Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos.
A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth.
Em O despertar do príncipe, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia. Este é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia..

Collen Houck ganhou meu coração quando conheci a saga do Tigre, publicado também pela editora Arqueiro. Achei a premissa tão criativa que após a leitura do primeiro livro da saga eu já tinha uma certeza: a de que leria todas as futuras publicações da autora. Com boas expectativas a respeito dessa nova saga, iniciei a leitura já ansiosa pelo que o livro reservava.

Enfim, O Despertar do Príncipe tem como protagonista Liliana, conhecida como Lily, uma jovem estadunidense privilegiada pertencente a uma família rica que tem um status social considerado elevado, mas que apesar disso sente que falta algo nesse seu mundinho aparentemente perfeito e privilegiado, sendo necessário coragem para que realize mudanças em sua vida.

Durante um encontro com as moças que sua família considera o ideal para ter como amigas Lily acaba entrando em um museu e se sente compelida a ir em uma parte específica do local ante os barulhos inesperados que acaba ouvindo, indo então a uma exibição egípcia restrita a visitação, e qual não é a sua surpresa quando presencia o despertar de uma múmia que com toda certeza foge do que contemporaneamente é considerado uma múmia. Então, Lily acaba fazendo o que qualquer pessoa esperta faria: se afasta rapidamente do local.

Após o choque inicial, Lily descobre que aquela ex-múmia a sua frente trata-se de um príncipe, Amon, que desperta de mil em mil anos para cumprir uma importante missão, missão essa que do seu resultado depende a existência da humanidade da forma como conhecemos. Mas a protagonista não é uma personagem que acredita em qualquer coisa! Inicialmente, achando que aquele rapaz bonito e seminu não passava de uma pessoa com algum tipo de transtorno mental, Amon precisa provar que ele realmente é quem alega ser, pois a mocinha dessa narrativa é cautelosa e não é facilmente convencida a embarcar em um universo de sandices.

Ademais, nesse novo despertar algo ficou incompleto e de certa forma errado, então Amon precisa que Lily seja sua acompanhante nessa jornada. Assim a jovem rica de Manhattan que tem todo o seu futuro planejado decide ousar e fazer algo audacioso e espontâneo pela primeira vez, embarcando rumo ao Egito naquela que será a primeira e mais importante aventura de sua vida, vivendo momentos repletos de aventuras e situações inimagináveis.

Repleto de aventuras e magia O Despertar do Príncipe apresenta uma saga de fantasia tendo como base a mitologia egípcia, seus deuses e todo o misticismo que os cerca como plano principal que conduz a narrativa, sendo que no livro prequel, O Duelo dos Imortais, podemos conhecer a história desses deuses, a história por trás dos planos e a história dos três príncipes destinados a salvar ao mundo que são introduzidos nesse primeiro livro da saga.

Quanto ao romance, fiquei contente por não ter sido nada forçado ou rápido, a relação entre os protagonistas foi uma relação de amizade e companheirismo, sendo construída gradativamente, então foi uma leitura leve nesse quesito. Já quanto ao final, só posso dizer: tragam-me logo a sequência!

Destaco ainda que um dos pontos fortes na narrativa de Colleen é como ela nos insere no local onde seu enredo ocorre, dando a sensação de que realmente conhecemos o local e sua cultura através de suas palavras e como ela nos deixa com a sensação de querer conhecer pessoalmente determinada região e suas riquezas, isso aconteceu comigo com relação ao Egito que foi abordado durante a narrativa e esse é uma das partes fascinantes dos livros de Houck. Como não conheço a cultura egípcia não posso abordar com propriedade o nível de pesquisa da autora e se de fato condiz com a realidade do país.

Enfim, como eu disse acima sou fã da autora e acredito que fui com muita cede ao pote com essa leitura. É um livro interessante, com uma premissa atrativa, todavia, senti que a autora não conseguiu manter o nível elevado que prendesse a minha atenção durante toda a obra. Senti que a autora usou uma fórmula similar a de sua outra saga, a saga do Tigre, e talvez por isso não tenha conseguido me surpreender, mas acredito que também não decepcionará aos seus fãs.

Ainda, esse é apenas o primeiro livro da saga e com certeza pretendo continuar a leitura e descobrir as demais aventuras nesse universo fantástico e o desfecho que os próximos livros reservam a Lily, Amon, e claro, a outros personagens importantes que são introduzidos no decorrer da obra. 

Um último comentário é com relação ao acabamento final da obra, essa saga recebeu capas lindíssimas metalizadas que são simplesmente lindas! Fico feliz pela Arqueiro ter tido um cuidado especial com essa saga e ter entregado esse lindo resultado.

comentários pelo facebook:

7 comentários

  1. Oi, Andy. Como vai? Li a saga do tigre desta autora e gostei bastante, embora haja algumas coisas que me incomodaram durante a narrativa, todavia é uma ótima saga. Este aí eu não li, no entanto tenho vontade de lê-lo. Sua maravilhosa resenha só corroborou para isso! Que pena que suas altas expectativas tenham lhe desapontado um pouquinho, mas ainda assim gostou da obra, então certamente valeu a pena leitura. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Andy,
    Eu li o volume 1 e 2 dessa série. Não me agradou tanto, confesso, tanto que nem me animei a ler a continuação, mas ouço muitos elogios da autora pela saga do Tigre, que ainda não conferi, mas pretendo!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia essa série, achei bem interessante a ideia como um todo e confesso que fiquei bem curiosa para acompanhar a história e saber como eles irão levar e claro, saber desse final que foi tão empolgante. Eu tinha a série do Tigre aqui e acabei trocando, me arrependendo logo depois, claro. Mas pretendo ler algum dia, vejo só elogios a ela.

    ResponderExcluir
  4. Oi!!

    Eu preciso criar veronha na cara e terminar a saga do tigre porque eu gostei demais da narrativa do primeiro, devorei mas depois, por algum motivo desconhecido, eu acabei parando, mas tenho todos os e-books no meu kindle HAHAHAHAH preciso ler!
    Adorei conhecer um pouco mais dessa história, eu já quero ler!! Adorei!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Andy, sua linda, tudo bem?
    Salvo engano, eu acho que as resenhas na época do lançamento dessa série não foram muito positivas. Acho que a maioria preferiu a primeira. Mas como você mesma falou, esse é o primeiro livro, então vamos torcer para melhorar nos próximos. Ainda quero conhecer a saga do tigre dela, que ainda não tive a oportunidade de ler. Sua resenha ficou ótima!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não me animei a ler nada dessa autora, apesar de sempre ver comentários bons. Acho que por eu não me interessar muito por mitologia egípcia, o universo dos livros dela não me atraiu muito. Mas achei uma pena que essa leitura não tenha sido tudo que você esperava e não conseguiu de surpreender. Apesar disso, achei a premissa bacana e gostei de saber que o romance é bem construído. Espero que os próximos livros consigam te surpreender e você aproveite mais a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Andy,
    Amei sua resenha, já coloquei o livro na minha lista do Skoob para ler depois.
    Obrigada pela indicação. Tenho certeza que vou curtir tanto quanto você ^^
    Bjos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

últimas resenhas