31.12.14

Retrospectiva Literária 2014 :: Agatha

Como começar uma retrospectiva? Esse pequeno momento onde nos enchemos de saudade do que vivenciamos no último ano e expectativas sobre o que viveremos no seguinte. Não é tão fácil assim, estou aqui e mil coisas passam pela minha cabeça, mil momentos relacionados às minhas leituras, confusões, compras, presentes, risadas e choros. E pode ter certeza que é uma confusão só tentar organizar tudo isso em minha mente e colocar por fim aqui, para todos verem.

Mas acredito que cada livro tem uma maneira de te marcar e que em outros anos  chegou a passar batido por mim - apesar que teve aqueles que me marcaram eu querendo ou não -, mas neste ano, ao passar pelo blog Pensamento Tangencial, vi essa postagem e decidi que seria assim, fazendo esta retrospectiva, que eu marcaria minha virada do ano literária.

Porque nada mais justo para com cada personagem, autor e  editora que me fizeram rir, chorar, pensar e desejar mais um milhão de coisas que eles não passem batidos, que sejam representados e compartilhados, espero que gostem.

A aventura que me tirou o fôlego:

Nossa nesse ano li muitos livros com aventuras de tirar o fôlego, mas com certeza aquela que enquanto eu não li a última frase não me aquietei foi Cemitérios de dragões do Raphael Draccon, esse livro é eletrizante, mesmo no início que é um pouquinho mais parado, você já sente a adrenalina, se fosse um filme, seria aquele pelo qual do início ao fim você torce pelo mocinho e na luta final só falta entrar na tela e lutar com ele, te dando direito a gritos de incentivo inclusive.

O terror que me deixou sem dormir:

Eu não leio livros de terror pelo simples de que sou cagona para isso, até assisto filmes, mas depois, é dito e feito, eu ficar me perguntando o por que de eu fazer isso comigo mesma, porém li um conto do livro O presente do meu grande amor, que se chama A garota que despertou o sonhador, da Laini Taylor e apesar de não ter ficado com medo, foi algo meio macabro e inclusive sonhei com isso, o sonho mais longo e estranho e chocante deste ano e foi tudo por causa deste conto, sério eu acordei de madrugada e pedi que não voltasse mais para aquele sonho cheio de canibais e tempestades. Contudo isso não tira o brilho do conto, que eu gostei muito.

O suspense mais eletrizante:

Ordem de extermínio do James Dashner, certeza. Eu AMO Maze Runner, e quando lançaram o praquel eu corri para comprar e foi incrível ler o início desta distopia que adoro. Não teve uma única página que eu não devorasse e as cenas eram sempre tão tensas, que mesmo quando elas acabavam eu ainda estava com a respiração presa.

O romance que me fez suspirar:

Com toda a certeza do mundo Fangirl, da Rainbow Rowell. Eu leio muitos romances e quase todos são fofos e hilários, mas esse aqui. Nossa. Esse aqui foi de longe o mais fofo romance do mundo, eu só faltei explodir em arco-íris e flores ao finaldeste livro, foram tantos momentos meigos, que eu desejei do fundo do meu coração que um amor assim de fato acontecesse a alguém, é incrível e maravilhoso e me tocou de um jeito... Ah, é muito amor num livro só.

A saga que me conquistou:

A saga que arrebatou meu coração esse ano foi...A Seleção!!! Maxon e America são uns fofos e um casal meigo e ele é o príncipe mais honrado que conheço, não há palavras para descrever a quantidade de suspiros que esses dois arrancaram de mim. Kiera Cass está deixando milhares de meninas felizes ao lançar mais livros.

O clássico que me marcou:

Eu não sou de ler clássicos, não mesmo, curto mais uma boa fantasia, romance, distopias e ficção, mas este ano eu li o que alguns consideram um clássico dos quadrinhos, Sandman, e como A Festa de Delirium faz parte da coletânea do Neil Gaiman acho que está valendo isso sem falar que eu estou apaixonada, pena os livros serem tão caros, o olho da cara e eu não poder bancar, contudo super recomendo a leitura e agradeço a internet por digitalizar para que pessoas pobres que nem eu possam ler.

O livro que me fez refletir:

Todo dia do David Levithan (resenha Aqui) me fez mais que apenas refletir, mudou alguns conceitos básicos do meu modo de pensar, então se tem um livro que me mudou esse ano foi esse, senti como se partes de mim se reconectassem.

O livro que me fez rir:

O que dizer, Rose Hathaway e Dimitri Belicov sempre me fazem rir um bocado, mas devo dizer que Richelle Mead caprichou em seu último livro, Último Sacrifício, pois eu dei boas gargalhadas, de doer a barriga com determinadas cenas, foi incrível, mesmo, acho fantástico conseguir rir com uma imagem produzida pela sua imaginação.

O livro que me fez chorar:

Eu não sou chorona, apesar deste ano ter sido bem emotivo, e por mais que alguns livros tenham me feito lacrimejar, nenhum teve o efeito de Princesa Mecânica. Tinham me avisado que eu ia chorar e Senhor, como eu chorei, precisei de paninhos e paninhos para limpar o nariz, sim eca!!! Mas foi a verdade.

O livro de fantasia que me encantou:

Poder, da Sarah Pirobough, com certeza foi a fantasia mais bem trabalhada neste ano, não consigo parar de fantasiar as cenas, queria que virasse filme poxa.

O livro que me decepcionou:

Esperei tanto do livro, tinha uma premissa tão boa e foi um desastre, Love Story, da Jennifer Echols me deixou decepcionada e com gosto de quero mais.

O livro que me surpreendeu:

Quero ser Beth Levitt foi o romance mais surpreendente que eu li esse ano, e não pela estória em si, que foi bem marcante, mas pelo fato de que eu esperava algo e foi bem melhor, isso sem falar que conhecia linda da Samanta Holtz e ela é encantadora e gosta de Sophie Kinsella!

O thriller psicológico que me arrepiou:

Acredito que O Reino das vozes que não se calam, pode ser considerado para esta classificação, e se não puder é o único livro que eu li que chega perto e posso dizer que ele mexeu com meu emocional.

O livro mais criativo:

Timestorm, certeza, e foi o livro de estreia mais bem estruturado que li, Julie Cross está de parabéns.

O melhor HQ:

Não leio muitas HQ’s mas leio mangás e este foi Kimi ni Todoke. PER FE I TO!

O infanto-juvenil que se superou:

Sabe aquele desenho super ultra mega infantil chamado Charlie e Lola? Bem eu nunca pensei que o usaria como referencia, isso até ler Ruby Redfort e perceber que esse livro é melhor que Pequenos Espiões e olha que eu amo esse filme, e que pertence a Lauren Child, a mesma escritora da série infantil. 

O livro que mudou a minha forma de ver o mundo:

Se eu ficar da Gayle Forman mudou a forma como decidi levar a vida, e por conseguinte como encaro o mundo. É meio triste como tudo pode mudar em um único suspirar então por que hesitar e esperar? 

A capa mais bonita:

O gráfico das capas é algo que eu levo muito em conta, afinal amo desenhar e isso me leva a amar gráficos. Por isso mais que normal que eu ame as capas dos livros da Licia Troisi, todas são lindas, mas O sonho de Talitha é muito muito linda. Então o prêmio vai para ela rsrs.



O livro que li em um dia:

Bem, eu leio muito livros em um dia se eu for contar um dia como vinte e quatro horas... Mas acredito que a pergunta não é essa, assim Anexos da Rainbow Rowell vai ser citado, pois o li em uns pares de horas seguidas, abandonando o mundo e minhas obrigações kkkk, levei bronca mas valeu a pena.



O primeiro livro que li no ano:

Feitiço da Sarah Pingbourgh foi literalmente o primeiro livro do ano, uma vez que começei a lê-lo a uma e pouco do dia da virada, estava entediada, sem sono e com uma pilha que eram meus presentes de Natal. Foi mais forte que eu...



O último livro que terminei:

Bom, o último mesmo que li antes do ano virar foi Geek Girl da Sarah Smale e posso dizer que foi uma leitura incrível, ri muito com a protagonista e o livro entrou para meus favoritos do gênero.



O livro que abandonei:

Eu devo ter abandonado uns três livros, cinco no máximo mas não faz muita diferença porque não me inporto muito. O único que me arrependo de não conseguir seguir adiante por enquanto é Garota Dragão da Licia Troisi, sinto que estou traindo uma das minhas escritoras favoritas ao não terminar.



O livro que li por indicação:

Eleanor & Park (resenha Aqui) foi uma indicação e apesar de ter acabado comigo de várias maneiras é um livro perfeito e do qual não me arrependo de ter lido. 

A frase que não saiu da minha cabeça:

Quando li essa pergunta pipocaram respostas em minha mente, esse ano teve suas fases épicas, mas "Como coelhos" do livro A Intuitiva da Hannah Howell me rendeu gargalhadas ao longo das páginas e "Ele tem um fucking sabre de luz" do livro Cemitérios de Dragões do Raphael Draccon me fez gritar e contar para todo mundo perto de mim, só me rendeu olhares confusos, quem tem que explicar o que é um Sabre de Luz?! Eu, pra minha avó, mas acho que é compreensivo.

O(a) personagem do ano:

Rose Hathaway de Academia de Vampiros ganha, pois ela com certeza foi a personagem que eu acompanhei ao longo de mais páginas esse ano, foram mais de mil fácil fácil, e que em nenhum momento me decepcionou. Adoro essa menina.  

O casal perfeito:

Nossa... Essa é cruel, sempre a mais de um casal perfeito quando se trata de livros mas Percabeth, Percy Jackson e Annabeth Chase, ganha esse ano, ele foi até o inferno só para ela não cair sozinha e lutou e derrotou Titãs só para eles poderem imaginar um futuro juntos... E eu vi eles crescerem, é muito amor esses dois.

O(a) autor(a) revelação:

Não que Rainbow Rowell seja revelação, lá fora ela já é conhecida mas como eu só a conheci esse ano ela será minha revelação. 

O melhor livro nacional:

Sinto que citarei novamente o mesmo livro mas Cemitérios de Dragões foi o melhor livro nacional que eu li esse ano, mas isso não significa que não tenha lido outros livros bons, temos umas promessas brasileiras. 

O melhor livro que li em 2014:

Escolhida ao anoitecer da C. C. Hunter foi o melhor livro desse ano, o final foi perfeito, maravilhoso, incrível e com gostinho de quero mais! Amei, simples assim. 

Li em 2014 95 livros.



Li em 2014 - em média meus queridos pois fiquei com muita preguiça, sim sou sincera assim, de pegar cada um dos meus livros e ver quantas páginas tinham para depois somar tudo, é muito trabalho para quem está de férias e ainda trabalhando rsrsrs - 38 000 páginas.



Comprei em 2014 se eu estiver mesmo certa foram 100 livros.

A minha meta literária para 2015 é:

Não sou ingênua em pensar que ano que vem será fácil como este, uma vez que começo a faculdade mas eu quero pelo menos ler uns cinquenta livros, pois sei com certeza que vou querer muito mais que isso. Que os deuses da leitura me ajudem kkkkkk. 

Bem essa foi minha retrospectiva e espero que tenham gostado, foi beeeem difícil de se fazer porque nem sempre as respostas vinham, as vezes tinha que pensar e pensar. E claro que todas as respostas foram baseadas até o dia que escrevi a Tag, pois até o fim do ano posso ler mais rsrsrs. Bem é isso, espero que o Ano se inicie de maneira deliciosa para todos, que 2015 seja melhor que 2014 em alguns aspectos e que nossas vidas só continuem a seguir em frente de maneira prospera e cheia de livros!!! 

11 comentários:

  1. Oi Agatha, tudo bem? Gostei bastante da sua retrospectiva. A Rose é uma linda mesmo, adoro ela e morro de rir com o seu jeito... quero muito continuar a série em 2015, mas ainda preciso comprar os últimos 3 livros. "Todo Dia" é um livro maravilhoso e que nos faz refletir bastante mesmo. Também li a trilogia "A Seleção" essa ano e foi uma grata surpresa, mas não sei se lerei os próximos. Aah, adoro a Laini Taylor e fiquei bem curiosa sobre o que você disse sobre o conto dela no livro "O Presente do Meu Grande Amor".

    Feliz Ano Novo e que 2015 seja um ano maravilhoso!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou bem sim Rafaella, e você?
      Fico feliz que tenha gostado, e como não rir com a Rose?! Leia sim, é muito bom, mesmo. Concordo que Todo dia nos faça refletir. Quanto a mim, posso dizer que estou meio louca para ler a continuação de A Seleção, rsrsrs. E a Laini é incrível, vale a pena ler o conto dela, muito!
      Bjokas e 2015 vai ser sim menina!!!

      Excluir
  2. Você é a primeira que fala bem de Ordem de Exterminio que eu vejo sabia?
    Ai VA foi a minha descoberta de série do ano, sem mais.

    Adorei a seleção

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, nossa sério? Kkkkk, me sento honrada então, amo essa trilogia e amei esse praquel, então sempre que posso recomendo. Também adoro A Seleção.
      Bjinhos

      Excluir
  3. Olá
    Meu Deus, que vergonha, eu não li nenhum desses livros. Mas, sua retro foi seduzente.

    www.livrosmitologiaeroamance.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Isaac, fica com vergonha não, aposto que não li vários livros que você leu, kkk. Obrigada pelo seduzente ;)
      Abraços

      Excluir
  4. Olá, boa tarde!
    Vim te visitar e seguir o seu blog.
    Suas postagens são muito interessantes.
    Um beijo e sucesso. Feliz 2015. Bjs

    http://juliana-editions.blogspot.com.br/2015/01/precisa-de-ajuda-com-o-blog.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Juliana, obrigada!
      Bjinhos e sucesso para ti também menina. :D

      Excluir
  5. Adorei sua retrospectiva. Seguindo aqui!
    Beijooo
    Isabelle.
    http://www.verbosdiversos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Isa, obrigada por seguir e fico feliz que tenha gostado.
      Bjs

      Excluir
  6. Adorei sua retrospectiva! Heróis do Olimpo, Maze Runner são muito amor! <3
    Fiquei mais curiosa ainda pra ler A Seleção e Se Eu Ficar, espero que apesar da correria consiga ler muuitos livros!
    Beeijo
    http://oteoremafeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo