9.9.15

[Resenha Especial] Livro do bem, Parte III - Ariane Freitas e Jessica Grecco

O Livro do Bem
Autora: Ariane Freitas e Jessica Grecco
Editora: Gutenberg
Páginas: 224
Skoob  | Goodreads | Compare e Compre
Este é um livro diferente, porque é sobre alguém muito especial: você. É um espaço para você fazer coisas que vão colocar um sorriso no seu rosto e deixar sua vida mais alegre e feliz. São pequenas e grandes atitudes que vão lembrar você que tudo sempre pode ser melhor e mais divertido se a gente der uma chance, e que cada segundo da vida vale a pena até quando a gente tende a não a acreditar muito.Este é um livro sobre amor, felicidade e alegria de viver. Mas ele só vai acontecer completamente se você topar embarcar nessa loucura fazendo-o seu de verdade. Cada minuto que você dedicar a estas páginas farão com que este livro se torne mais completo e mais seu. Então vem! E fica aqui um convite: fotografe e publique tudo o que você fizer no seu Livro do Bem nas redes sociais com tag #livrodobem. Porque o que é do BEM merece ser compartilhado!
Como vocês já sabem O Livro do Bem é interativo e como tal temos que fazer suas tarefas, mas talvez vocês não saibam que o livro trás cinco capítulos e cada um deles tem um tema que influencia diretamente nas tarefas propostas e é por ele ser assim que eu resolvi dividir a resenha deste livro em cinco partes, e em cada uma delas eu falarei sobre um dos capítulos e mostrarei para vocês o porquê de O Livro do Bem ser meu liro interativo favorito até o momento.

Está é a terceira resenha, então para aqueles que ficaram curiosos sobre a primeira parte e segunda parte e queiram ver e conhecer um pouquinho mais do livro assim como de mim, é só clicar na parte correspondente que você será redirecionado para a postagem desejada. Espero que gostem!


O terceiro capítulo é dedicado a gente que relembra os momentos felizes e eu só posso dizer que ele combina muito comigo, pois tenho para mim que a vida deve ser levada e vivida sempre olhando o lado positivo das coisas, nunca o negativo e como tal vivo de recordações felizes que aplacam as não tão felizes quando elas surgem e tendem a querer me puxar para baixo, pois todos sabemos que esses momentos existem, não?


No mesmo estilo dos primeiros capítulos temos outra grande playlist de músicas que mistura cantores que me são familiares e outros nem tanto assim, mas ouvir as playlist feitas pela Ariane e pela Jessica são sempre divertidas, ainda acho que deveriam fazer uma seleção de todas elas e tornar oficial a playlist do Livro do Bem!

Essas músicas se caracterizam por batidas alegres e agitadas que levantam até os mortos nas últimas badaladas! São músicas que te fazem querer dançar e balançar, que te contagiam e alucinam, que te move e impulsiona, que te faz parar de pensar e começar a sentir, no fim, são músicas que cabem perfeitamente na temáticas relembrar momentos felizes, pois algumas dessas músicas muito provavelmente estiveram presentes em alguns momentos felizes vividos por você.


"Seja, sempre, você mesma."
"Quando tiver que tomar uma decisão muito difícil, pense em qual você se arrependerá mais se não fizer e escolha essa. Vai pesar menos depois."
"Não guarde mágoas, elas pintam de preto a alma."
" Sorria, espanta os males."
"Siga seus sonhos mesmo que eles pareçam impossíveis, esses são os mais satisfatórios."
"Não tenha medo de pensar grande, tudo começa pequeno."
"Não desista nunca. Lute sempre, se você quer, tem que ir atrás."
"Ame, ame como o mundo, só assim vale a pena."

São coisas bem simples assim que as vezes despertam boas lembranças, por mais que hoje essa flor tenha um significado diferente, no dia em que coloquei ela nessa página tinha todo um calor a envolvendo e ainda hoje ele existe e persiste mesmo tendo sido reduzido, quando minha irmãzinha olha para essa florzinha ela pensa em um momento de sua vida que foi bem colorido, dada todas as circunstâncias.


Ela anda desatenta à tudo, os cabelos multi coloridos, em tonalidades estranhas de roxo, rosa e branco, balançando ao vento da grande e movimentada Avenida Paulista. Faz pouco mais de quinze graus, o sol nem aparece direito, mas ela ostenta uma mini saia jeans, meia calça preta, coturnos surrados e uma camiseta branca com uma jaqueta de couro tão batida quanto seus sapatos, ela parece desatenta à moda e ainda sim completamente dentro de um estilo que existe somente para chamar atenção, ela está em seu próprio mundo de ondas sonoras e vozes ecoantes, ela deve estar ouvindo algo com batidas ritmadas, pois seus pés quicam de vez em quando e ela nem parece perceber, ela é dona de si.

Tão intrigante, tão envolvente, tão singular, que seu olhar atrai vários outros em seu caminho, mas um especificamente está mais denso, um especificamente não contém somente a surpresa, o encantamento, a vontade de falar, este contém a coragem, a saudade, a alegria, o amor. Aquele olhar azulado e intenso, dentro de um rosto tão marcante quanto o dela está determinado, e eu sei que eles se conhecem.

A maneira como sua cabeça vira bruscamente ao olhá-la mais atentamente, o olhar surpreso, a descrenças escancarada e depois o sorriso zombeteiro me dizem que eles se conhecem, me dizem que algo vai acontecer porque algo ficou inacabado entre eles, e quando ele freia o skate, bagunça os cachos rebeldes que são seu cabelo e caminha cauteloso até ela, eu sinto que vou presenciar um grande reencontro. 

Paro ali, estática no ponto de ônibus, nem me importo se perder o meu, afinal eu sou uma colecionadora de histórias, uma expectadora de romances, e fico boba a observar, ele tem um olhar travesso e me pergunto o que exatamente ele tem em mente: pular? roubar seu fone? abraçá-la? puxar seu cabelo? Tudo parece possível e impossível, não sei o que pensar.

E de fato ele me surpreende, ele toma sua mão e a gira para ele e só há tempo dela o reconhecer em alguns poucos segundos antes dele colar seus lábios, por um momento ela permanece estática, a mão livre para o alto ao lado do corpo tenso, os olhos abertos e então eles se separam apenas o suficiente para ele a olhar e pedir com carinho, a mão dela desce, o envolve, o corpo relaxa e ela sorri, e eu sei que se não for um final feliz, será pelo menos um tempo intenso e que dará boas lembranças para o futuro. Eu sorrio e percebo que no fim não perdi meu ônibus.


Gente eu amo um bom filme e vocês podem me pedir indicações sobre muitas coisas que eu provavelmente saberei indicar pelo menos um e isso vai desde desenhos, animes e animações a filmes, séries, novelas, curtas, doramas e dramas, isso vale para os americanos, brasileiros, japoneses, coreanos, mexicanos, chineses e australianos.

Resumindo, eu tenho bagagem, mas esses cinco aqui do lado, são uns filmes fofos demais que eu amo de paixão e super indico para todo mundo, claro que hoje - data dessa postagem - eu colocaria outras coisas porque eu assisti mais coisas, mas caso queiram me digam nos comentários que eu faço uma listinha numa postagem só para isso ou vou indicando alguns durante o Cine SB.

E para finalizar, temos essa frase bem realista da vida não galerinha? Pois é tão fácil e cômodo pensar que sempre as coisas aconteceram do jeito que queremos... mal sabemos que esperarmos isso da vida é que nem crer que comprando uma ficha vai ganhar na mega cena. E com uma receita de bolo de fuba que para mim lembra mesmo a infância, é o bolo que minha tia mais faz, depois de bolo de coco e bolo de queijadinha. 



Espero que tenham gostado e se divertido!!!

4 comentários:

  1. Nossa parece ser ultra fofo esse livro, adorei as fotinhos que postou do book ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do objetivo do livro e essa parte interativa é genial.
    Vou procurá-lo por aqui.

    Essa sua teoria sobre o tempo é muito interessante. E tenho levado muito disso em minha vida pessoal. A gente precisa ter objetivos e regular esse nosso tempo de dentro com a estrada que vamos seguir.
    Parabéns pelo blog.

    http://musicpoesiaeblablabla.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amiga ja faz um bom tempo que comprei esse livro e até hoje ele está encostado que nem aquele livro 1 pagina de cada vez sabe? Eu queria muito ter dado continuidade. As vezes pego quando não estou fazendo nada mesmo. Mas o livro do bem nem cheguei a abrir do plástico porque fiquei com dó =x Mas eu espero gostar desse. Eu vou ver se faço ano que vem. Quem sabe eu venha a gostar né? Até porque você mesmo me aconselhou a fazer pra me dar um UP! Espero poder gostar. E filmes em? Também adoro STARSTRUCK hahahaaha

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-o-grande-gatsby.html

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-o-vilarejo-raphael-montes.html

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo