13.10.17

[Resenha] O Segredo do meu Marido :: Liane Moriarty

O Segredo do meu Marido
Autora: Liane Moriraty
Editora: Intrínseca
Páginas: 402
Skoob | Goodreads | Amazon

Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo — algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia — ou uma à outra —, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. 
Núcleos isolados, porém conectados de uma forma ou de outra. Uma trama perversa que daria uma ótima novela.

Cecília é casada com John-Paul e adora estar com o marido e com as três filhas, além de ser vendedora de Tupperware. Tudo em sua vida muda quando, ao acaso, ela encontra uma carta do marido no sótão. Ao invés de dedicatória, a carta apresenta uma única frase: “para ser aberto somente na ocasião de minha morte”.

Tess é surpreendida ao descobrir que seu marido e sua prima estão apaixonados um pelo outro. Acostumada à amizade da prima, que teve início desde que eram bebês, e mãe de Liam, filho dela com o marido, Tess verá sua vida mudar da água para o vinho ao tomar uma decisão: abandonar tudo o que conhece.

Rachel é uma senhora que perdeu a filha há muitos anos e ainda não se acostumou com o fato, tendo dificuldades de seguir adiante. No entanto, ela tem um único objetivo: encontrar o assassino de sua filha.

O Segredo do meu marido é um romance dramático no qual os personagens são pegos de surpresa ao se depararem com situações improváveis. A autora, conhecida pela adaptação homônima de seu livro Big Little Lies (Pequenas Grandes Mentiras) escreve histórias densas e contínuas, de modo que suas histórias poderiam muito bem serem adaptadas em novelas, por exemplo.

Cecília, Tess e Rachel possuem ligações que as aproximarão ao longo da trama. Elas são submersas em águas misteriosas logo no início do livro, onde cada uma descobre que há algo de errado com suas vidas, ou que há pessoas escondendo coisas, divisores de água, realmente. Ainda assim elas são as estrelas, e o caso de Cecília é o que dá forma ao título do livro.

A autora

O protagonismo é algo subjetivo aqui. Apesar de o núcleo de Cecília parecer ser o mais importante, o que, de fato, dá impulso ao livro, as outras duas também têm suas particularidades importantes.
Liane Moriarty gosta de falar sobre cidades, ocasiões e lugares. Há um tema bastante peculiar que ela inseriu no livro, deixando um enorme ponto de interrogação: a construção e a que do Muro de Berlim. O fato faz analogia às vidas das personagens, levando-as a se indagarem: “aqui, como estou agora, se houvesse um muro me separando dessa realidade, da realidade que me atormenta do lado de fora dele, eu estaria protegida?”.

Além disso, são jogadas no ar vários outros questionamentos, como: casamento é uma união verdadeira que não merece críticas? Perder um ente querido é assim tão ruim a ponto de afetar todo o curso de sua vida? O amor verdadeiro entre duas pessoas pode ser perdoado, mesmo que seja seu marido e outra mulher?

O desfecho do livro é excelente, abrindo brechas para vários outros núcleos e histórias paralelas. Esta é uma história chocante sobre como podemos ser afetados por nossas decisões, como somos persuadidos a cometer certas coisas e como isso marca meu destino para sempre.
Se você gostou de thrillers como A Garota no Trem e GarotaExemplar, Liane Moriarty pode ser um bom pedido. 


Assim que foi publicado, em 2013, O Segredo do meu Marido atingiu o topo da lista de best-sellers do New York Times. “Liane Moriarty se estabeleceu como uma das vozes definitivas da mulher moderna e a combinação única de Blake Lively de vulnerabilidade, força e talento extraordinário fazem dela a atriz perfeita para realizar a criação de Moriarty”, comentou o presidente da CBS Filmes, Terry Press.

O livro será adaptado em forma de série e terá a atriz Blake Lively no papel principal.

Por Saullo Brenner

0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

O StarBooks é onde trocamos figurinhas sobre livros, lançamentos literários e suas adaptações, entre outras coisas; sempre com o objetivo de incentivar a leitura independente de gênero. (Mais?)

 
StarBooks © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo