controles do slide

15.1.20

[Resenha] Rádio Silêncio :: Alice Oseman

Rádio Silêncio
Autora: Alice Oseman
Editora: Rocco
Páginas: 448
Rádio Silêncio não é um livro leve e apresenta uma trama que prende o leitor até suas páginas finais. A história principal que envolve Frances e os gêmeos Last é acompanhada por dramas secundários que são tão envolventes quanto o cerne principal desta narrativa. É apenas lutando contra nossos medos mais secretos que podemos superá-los. E é apenas sendo verdadeiros com nós mesmos que podemos encontrar a felicidade. Frances vai precisar de cada gota de coragem que ela tem para viver esta aventura.

"Olá. Espero que alguém esteja ouvindo."

É assim que começa o podcast fictício Universe City, postado anonimamente no Youtube impreterivelmente toda semana. Esse é o podcast favorito de Frances e ela nunca perde nenhum episódio. Mais do que isso, ela é uma fã tão grande que desenha fan art do podcast em seu tempo livre - que não é muito grande - e seu pseudônimo se tornou o mais popular na internet por isso.

Na vida real, Frances é uma aluna de terceiro ano que foca todo o restante de seu tempo em ser uma aluna exemplar, estudar e aplicar para a Universidade de seus sonhos - o que deixa pouco tempo para que ela de fato viva ou faça muitas amizades. É em um momento de descontração em uma festa com uma colega que ela descobre que o misterioso criador de Universe City está mais perto do que ela esperava e ela mal pode imaginar o quanto conviver com ele vai mudar tudo o que ela achava que sabia sobre a vida.


"Eu meio que quero dizer algo antes que a gente continue. Você provavelmente pensa que eu e Aled Last vamos nos apaixonar ou algo. Já que ele é um garoto e eu uma garota. Eu só quero dizer- Nós não. Isso é tudo."

Antes de mais nada, esse livro não é uma narrativa romântica. É uma história que transcende a questão apenas de amor romântico que é insistentemente discutida para adolescentes e trabalha, ao invés disso, a amizade e outros interesses latentes nas vidas dos jovens. Esse é um livro diferente. É um livro que vem para quebrar padrões e falar sobre coisas que todo mundo passa e vê acontecendo com outros, sobre uma fase da juventude que todo mundo precisa enfrentar mas que ninguém está disposto a discutir e trabalhar. 

Um dos temas centrais do livro é a fase de transição entre o ensino médio e a faculdade. Enquanto Frances navega o processo de estudar, aplicar para cursos e decidir para qual universidade quer ir, Aled transita pela experiência de ir para o primeiro ano da universidade. O que os dois tem em comum é a realidade crua de jovens que são levados a entrar na faculdade sem nem olharem para outras opções de cursos ou mesmo rumos de vida.

Além disso, o próprio podcast Universe City (nome que, se lido em inglês rapidamente, se assemelha à palavra Universidade) é uma parte importante do livro. O leitor tem alguns relances de episódios do podcast que mostram uma escrita bem mais lírica e metafórica sobre uma história de fantasia que também prende a atenção. Um dos meus sonhos é que, assim como Rainbow Rowell fez com Fangirl e Carry On, Alice Oseman também possa em algum momento lançar um livro apenas sobre Universe City, pois os trechos que lemos em Rádio Silêncio me conectaram à narrativa de uma forma que poucos livros fizeram antes.

Alice Oseman tem uma escrita muito pessoal e introspectiva, o que torna a leitura um pouco mais lenta. Ela trabalha temas pesados como doenças mentais, pressão acadêmica, abuso familiar, como lidar com as expectativas da sociedade e encontrar seu próprio caminho na vida. Ela também tem uma literatura inclusiva, com representação de pessoas birraciais, bissexuais e assexuais.

Meu carinho por esse livro é tão imenso que ele se tornou provavelmente o meu favorito de 2019. Sempre me vejo pensando nele e na marca que ele deixou dentro de mim, um sentimento de nostalgia e acolhimento que é difícil de ignorar. Quando penso nesse livro, fico ansiando poder entrar nesse mundo e ter a chance de ouvir esse Podcast no repeat. Mais do que tudo, eu só fico esperando o próximo feriado do ano para poder me trancar no meu quarto e reler todo o livro de uma só vez.

comentários pelo facebook:

6 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Eu tinha visto este livro em outro momento, e curti a capa, mas li a sinopse e acabei deixando de lado. Agora depois da sua resenha, achei a premissa interessante, vou dar uma oportunidade pra ele. Parabéns pela resenha, Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Olá Bruna tudo bem?
    Achei interessante a trama do livro, e até original e, alguns pontos. Mostrar a transição de ensino médio e faculdade e as responsabilidades é legal e acho que um livro que mostra isso é tão importante, vou desejar esse livro agora!

    ResponderExcluir
  3. Ual Bruna, que resenha ótima!
    Me apaixonei por esse livro só pela sua resenha. Me parece ser uma daquelas histórias que grudam na gente e demoram para sair.

    ResponderExcluir
  4. Oiiii,

    O início da história me lembrou o filme Radio Rebel kkkkk por causa desse lance de por cast anônimo e tal, mas sem toda a profundidade que este livro apresenta. Gosto muito quando a historían se apresenta com este nível sem profundidade, sempre leva a boas reflexões. Fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre os temas abordados na história e como a autora trabalha eles.

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  5. Oi
    só tinha visto essa capa, mas nem sabia sobre o que falava e até pulei a sinopse e fui direto para a resenha, pelo que falou parece ser uma boa leitura, parece ser uma história de descobertas para a protagonista e que bom que gostou de ler ele.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Pelo título e capa percebemos que a história não será muito fofinha...
    Ultimamente ando fugindo de livros que abordem assuntos mais pesados, como os que você citou, mas pretendo ler sim esse no futuro.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir

A sua opinião é muto importante para nós. Obrigada!
Os comentários do blog passam por moderação antes de serem publicados.

últimas resenhas